Steampunk Ladies – Vingança a vapor

Por Rodrigo A. Machado
Data: 27 novembro, 2015

Steampunk Ladies - Vingança a vaporEditora: Draco – Edição especial

Autores: Zé Wellington (roteiro), Di Amorim e Wilton Santos (arte), Ellis Carlos (cores) e Deyvison Manes (letras e grafismo).

Preço: R$ 34,90 (impresso) e R$ 19,90 (e-book)

Número de páginas: 72

Data de lançamento: Junho de 2015

Sinopse

Num mundo violento e futurista, ambientado no faroeste, bandidos metade homens e metade máquinas aterrorizam todos à sua volta. Até que duas mulheres resolvem desafiá-los, por vingança.

Assalto a bancos, saques a uma indestrutível locomotiva blindada, atitudes machistas e invenções peculiares criadas pelo maior inventor do país são o que Sue e Rabiosa irão enfrentar.

Positivo/Negativo

A história começa numa pequena cidade ambientada no velho Oeste dos Estados Unidos, onde dois irmãos e parceiros de crime estão assaltando um banco, mas logo o leitor percebe que os bandidos não são comuns, pois possuem partes de seus corpos substituídas por mecanismos com tecnologia a vapor. Em seguida, é introduzida nesse ambiente a grande vilã Lady Delilah.

O roteiro é muito bem construído e fechado, ligando as protagonistas Sue e Rabiosa pelos destinos trágicos de ambas pelas mãos de Lady Delilah. Apesar dos elementos introduzidos nesse mundo criado por Zé Wellington, o tema principal é a vingança que as protagonistas querem contra a vilã, mas cada uma por seus próprios motivos.

Apesar disso, outros temas podem ser notados no desenrolar da trama, como a maneira que as mulheres eram tratadas na época, como começavam a se opor à situação e as perdas de pessoas próximas.

Esta HQ é uma ótima pedida para fãs do gênero Steampunk. Muito boas as justificativas para que a ficção nela mostrada seja plausível, devido às tecnologias usadas serem baseadas no vapor. Isso traz um ar verossímil, sem aquela sensação da impossibilidade ou incoerência.

A detalhada e excelente arte de Di Amorim e Wilton Santos (incluindo as cores) combina perfeitamente com a história. As cenas de ação e os aparatos mecânicos dos personagens dão a clara sensação de movimento, o que empolga o leitor.

A Draco, com o apoio da Secretaria Estadual da Cultura do Governo do Estado do Ceará, fez um belo trabalho, nos aspectos editorial e gráfico. Papel e impressão ótimos, além de uma belíssima capa.

Muito bom ver que trabalhos nacionais com a qualidade de Steampunk Ladies – Vingança a vapor. Fica a torcida pelo segundo volume.

Classificação

3,5

• Outros artigos escritos por

.