Superman # 11 – Abril – Premium

Por Samir Naliato
Data: 28 julho, 2001

Superman Premium # 11Editora: Editora Abril – Mensal

Autores: Super-Homem – Joe Kelly & Jeph Loeb (argumentos), Kano, Ed McGuinness & Pascual Ferry (desenhos) e Marlo Alquiza, Cam Smith & Álvaro Lopez (arte-final); Lanterna Verde – Jay Faerber (argumentos), Gus Vazquez (desenhos) e Walden Wong (arte-final); Titãs – Devin K. Grayson (argumentos), Mark Buckingham (desenhos) e Wade Von Grawbadger (arte-final); Quem é essa bruxa? – Mark Millar (argumentos), Yankick Paquette (desenhos) e Claude St. Aubin (arte-final); O Retorno de Hal Jordan – Geoff Johns (argumentos), Matt Smith (desenhos) e Steve Mitchell (arte-final).

Preço: R$ 9,90

Data de lançamento: Junho de 2001

Sinopse

Super-Homem – O Coringa não ficou nada feliz com a intervenção de Lex Luthor na reconstrução da ex-sitiada Gotham City, e vai até Metrópolis para se vingar. A confusão acaba sobrando também para o Homem de Aço, que tem que impedir o Palhaço do Crime de matar Luthor, além de destruir a cidade inteira. Com sua condição fragilizada, isso não será nada fácil para o Homem de Aço, e a imunidade diplomática do Coringa também o impede de prendê-lo.

Para piorar a situação, Lois Lane resolve abandonar Clark, e deixa um bilhete de despedida. Por que ela anda agindo de maneira tão estranha? Tudo começa a fazer sentido quando “Lois” aparece com poderes parecidos com os do herói, e começam uma luta que ganha as ruas da cidade. Mas, se essa não é a verdadeira Lois, quem é? E pior: onde está a esposa de Clark Kent?

Na terceira trama do Super-Homem, Lex Luthor manda suas duas guarda-costas, Mercy e Hope, procurarem a desaparecida Lois Lane por toda a reformulada Metrópolis. Acompanhando a busca, os leitores ficam conhecendo mais sobre a nova cidade, sua tecnologia, bairros e o povo.

Lanterna Verde – O vilão Correnteza fugiu da prisão de segurança máxima chamada Lápide e seqüestrou sua ex-esposa. Mas, na tentativa de recapturar o fugitivo, a polícia acaba matando-o. Sem nenhuma pista do paradeiro da mulher, o Lanterna Verde entra disfarçado como um novo prisioneiro, para tentar arrancar alguma informação do Extorsão, ex-companheiro de cela do Correnteza. Com o nome de Dragão de Jade, o Lanterna acaba descobrindo experiências ilegais com os prisioneiros, e tem que lutar contra a corrupção policial da prisão.

Titãs – Uma nova droga é colocada no mercado. Ela acelera o metabolismo do viciado, e o faz ganhar supervelocidade, podendo causar danos irreversíveis. Os Titãs investigam o caso, e lutam para tirá-la das ruas. As pistas acabam levando até o pai de Argenta, e um dilema familiar se forma. Enquanto isso, Donna descobre a verdadeira identidade do novo Flash, e o apoia… por enquanto. Para terminar, Lince – a mãe de Lian (filha do Titã Arsenal) – está de volta.

Quem é essa bruxa? – Demônio Azul procura a médium Madame Xanadu para saber mais sobre os místicos que estão ao seu lado, no grupo chamado Sentinelas da Magia, na luta contra Asmodel, que assumiu o espírito de Espectro e procura vingança. Ele aproveita também para tentar descobrir mais sobre os poderes da própria médium.

O Retorno de Hal Jordan – Os Sentinelas da Magia estão frente a frente com Espectro, para tentar acabar com a destruição. Outros heróis se juntam à luta, e conseguem uma vitória temporária. Procurando a derrocada final do vilão Asmodel, eles se dividem em três equipes. Uma – formada por Mulher-Maravilha, Sr. Milagre, Zauriel, Sentinela e Supergirl – vai até o céu tentar trazer Jim Corrigan de volta, para reassumir o manto de Espectro e dar um basta na confusão. Outra – com o Super-Homem, Lanterna Verde, Félix Fausto, Nuclear, Eléktron, Encantadora, Zatanna e Deadman – se encaminha para o inferno, que está, literalmente, congelado. E a última equipe, encabeçada por Batman, fica na Terra tentando controlar o caos que se instalou.

Positivo/Negativo

A revista Superman continua sendo uma das melhores Premiuns, desde que a nova linha foi criada, há um ano. Histórias que, se não são espetaculares, têm um bom nível e entretêm. Já está ficando repetitivo dizer isso, mas a arte de Ed McGuinness melhora a cada edição, mostrando o Homem de Aço com um traço que poucos imaginavam ver um dia. Não é à toa que a DC segura o cara com um contrato de exclusividade há dois anos.

Boa leitura também é a primeira aventura, de Joe Kelly, principalmente a luta entre Arlequina e Mercy. Nos Titãs, a trama se confunde em alguns momentos, com os acontecimentos sendo cortados meio abruptamente, mas não deixa de ser boa.

Já a saga que mostra o retorno do Hal Jordan está em “banho-maria”. O próprio herói se oferece para voltar e ajudar seus amigos, enquanto esperava seu julgamento no purgatório. Por enquanto, nada que prenda a atenção, e parece que ela foi produzida mesmo apenas para acalmar os ânimos dos fãs do ex-Lanterna Verde. Destaque para o resumo que a Abril colocou com os personagens que fazem parte do grupo Sentinelas da Magia, apesar do escorregão na tradução do nome de Retalho, que chegou a ser chamado nessa apresentação de Farrapo.

Classificação

3,5

• Outros artigos escritos por

.

.

.