Superman # 8 – Abril – Premium

Por Samir Naliato
Data: 16 março, 2001

Superman Premium # 8Editora: Editora Abril – Revista mensal

Autores: Superboy – Karl Kesel (argumentos), Tom Grummett (desenhos), Dan Davis (arte-final) e Buzz Setzer (cores); Super-Homem – Jeph Loeb (argumentos), Ed McGuinness (desenhos), Cam Smith (arte-final) e Tanya & Richard Horie (cores).

Preço: R$ 9,90

Data de lançamento: Março de 2001

Sinopse

Superboy – Vindo do nada, alguém que todos acreditam ser o Superboy morre na Torre de Vigilância da Liga da Justiça. Na verdade, é uma versão do herói de outra realidade, vindo do Hipertempo, graças a uma jaqueta especial.

Como essa jaqueta só funcionava com o seu dono, por causa do DNA, o Superboy da nossa realidade terá que vesti-la para descobrir o que realmente aconteceu, e embarca na aventura mais incrível de sua vida, viajando através de várias versões diferentes do planeta Terra. E o que ele descobre acaba não sendo muito bom, e agora tem que impedir, com a ajuda dos Desafiadores do Desconhecido, que um outro Menino de Aço corrompido ataque nosso mundo.

Super-Homem – Depois de sua aventura pelo Hipertempo, onde descobriu que o Super-Homem é na verdade Clark Kent, Superboy vai até Pequenópolis para tirar a dúvida, mas Clark ainda não sabe se revelar seu segredo é a coisa certa a fazer. Isso é o de menos. Problema mesmo, o Homem de Aço terá quando voltar para casa. Seu casamento está prestes a terminar.

Positivo/Negativo

A primeira história da DC usando o Hipertempo não é genial, mas, no geral, é uma leitura que cumpre seu papel: uma aventura descompromissada para entreter. A qualidade varia muito, começando bem, caindo no decorrer da trama, e voltando a melhorar a partir da metade. Interessante ver como Kesel e Grummett homenageiam Jack Kirby em várias passagens da história, e usam até mesmo os Desafiadores do Desconhecido, um grupo pouquíssimo conhecido aqui no Brasil; e também sumido nos Estados Unidos. Aliás, a Abril poderia ter colocado um resumo sobre eles na apresentação dos personagens, que são fundamentais no desenrolar da aventura.

O melhor da edição fica por último, com o Super-Homem. Uma história curta, mostrando mais a vida pessoal de Clark com seus pais e sua esposa do que seus feitos heróicos. Os desenhos de McGuinness estão ótimos! Quem diria que ele desenharia tão bem o Homem de Aço?

Classificação

3,0

• Outros artigos escritos por

.