Superman & Batman – As duas faces da justiça # 1

Por Marcelo Naranjo
Data: 8 junho, 2002

Superman & Batman - As duas faces da justiça # 1Editora: Abril – Minissérie em três edições

Autores: Karl Kesel (argumento), Dave Taylor (arte) e Robert Campanella (arte-final).

Preço: R$ 3,90

Data de lançamento: Maio de 2002

Sinopse: Ano Um – Mundos Diferentes: Em cenários distintos, Superman e Batman prendem criminosos, cada um com seus métodos. Depois, Clark Kent e Bruce Wayne encontram-se, devido à inauguração de um centro cirúrgico. Lá, um rapto acontece, e os heróis entram em ação, mas o final não é feliz. E a culpa é atribuída ao fato de ambos não saberem agir em conjunto.

Ano Dois – Um Conto de Duas Cidades: Os heróis voltam a se encontrar. Eles discutem suas diferenças, e decidem dividir a noite em conjunto: primeiro em Gotham City, depois em Metrópolis, enfrentando vilões. Dessa vez, são mais felizes na parceria.

Ano Três – Luz nas Trevas: Um maluco vestido de Superman aparece em Gotham, e acaba indo parar no Asilo Arkham. Na verdade, é Clark Kent, que entra no famoso manicômio para fazer uma reportagem. Lá, uma fuga acontece, e com a ajuda de Batman, acaba por ficar impressionado com o que acontece nos seus tenebrosos corredores.

Positivo/Negativo: Isso, sim, é um revista em formatinho que vale a pena comprar, matando um pouco da saudade dos bons tempos dos formatinhos de super-heróis. Uma bela edição, com papel de qualidade e história idem.

É sempre interessante observar Batman e Superman em ação, nessa época pós-crise, onde ambos apenas se toleram, condenando um ao outro, respectivamente, pelos métodos e opiniões divergentes em relação ao modo de atuar.

A trama é bem amarrada, e a tragédia que ocorre na primeira história acaba por determinar o encontro anual entre os heróis. A arte de Dave Taylor cabe bem na trama.

Mas essa edição serve também para mostrar o quanto os formatinhos da linha Planeta DC poderiam custar mais barato. Os novos títulos quinzenais custam R$ 2,50, papel “jornal”, e têm 50 páginas. Já essa minissérie foi lançada com 100 páginas, papel LWC (o mesmo das Premiuns), e sendo vendida por R$ 3,90. Comprar duas edições quinzenais (total de 100 páginas), com qualidade pior, está saindo bem mais caro.

Por que não lançar as novas revistas igual a essa minissérie, o que sairia muito mais em conta? Os leitores não estão entendendo nada.

Classificação

3,5

• Outros artigos escritos por

.

.

.