Superman – Origem Secreta

Por Marcus Vinicius de Medeiros
Data: 29 novembro, 2013

Superman - Origem SecretaEditora: Panini Comics – Edição especial

Autores: Geoff Johns (roteiro), Gary Frank (desenhos), John Sibal (arte-final) e Brad Anderson (cores). Publicado originalmente em Superman – Secret Origin # 1 a # 6.

Preço: R$ 62,00

Número de páginas: 224

Data de lançamento: Junho de 2013

Sinopse

Uma nova interpretação da origem do Superman, incluindo a descoberta dos poderes em Smallville, as aventuras no futuro com a Legião dos Super-Heróis, sua estreia em Metrópolis, o relacionamento com Lois Lane e a inimizade de Lex Luthor.

Positivo/Negativo

Superman – Origem Secreta é mais uma versão dos primeiros dias do Homem de Aço, lançada seis anos após a controversa O legado das estrelas, e que logo foi desconsiderada por conta do reboot do Universo DC em 2011.

Publicada originalmente na forma de minissérie em seis edições, em 2009, a produção do roteirista Geoff Johns em parceria com o ilustrador Gary Frank conseguiu amalgamar os melhores elementos da trajetória do herói dentro e fora dos quadrinhos, sobressaindo independentemente de sua validade em termos de cronologia.

As constantes revisões na origem do kryptoniano parecem indicar uma completa indecisão da parte da editora, que acaba irritando os fãs de longa data. Por outro lado, essas narrativas de super-heróis são como mitologia moderna, herdeira dos contos folclóricos da tradição oral de tempos antigos, sendo natural, portanto, que não haja apenas uma versão correta e definitiva.

Pensando assim, fica mais fácil aceitar interpretações conflitantes e apreciar cada nova origem por seus méritos próprios.

A dupla de criadores já havia produzido uma excelente fase de histórias do Superman, e sua reunião para reapresentar a origem do herói foi natural e bem recebida pelo público.

Se John Byrne recomeçou tudo do zero e estabeleceu os alicerces para os anos seguintes, com a minissérie The Man of Steel, de 1986, e Mark Waid e Leinil Francis Yu contaram a saga de um homem buscando seu caminho no mundo, em O legado das estrelas, anos depois, Johns e Frank retomaram elementos perdidos da saga do Homem do Amanhã, mesclaram conceitos inéditos em direções inusitadas e apontaram para um amanhã glorioso.

A obra começa com a juventude de Clark Kent na cidade de Smallville, para mostrar o Século 31 da Legião dos Super-Heróis e concluir em Metrópolis. Johns foi moldando o passado do herói com influências diversas, da Era de Prata dos quadrinhos ao clássico Superman – O filme, de 1978, mas sem perder o propósito de uma história funcional e envolvente.

A carga emocional do texto de Johns é enorme, seja no primeiro beijo com Lana Lang, na adolescência do herói, num discurso inspirado para o povo de Metrópolis ou no desfecho da história. Além disso, é impressionante como o autor responde às expectativas do público, dimensionando com muita originalidade os papéis do milionário Lex Luthor e do Planeta Diário na “Cidade do Amanhã”. Prova de respeito pelo passado e a tradição do maior ícone dos quadrinhos, porém buscando soluções criativas e primando pela inovação.

O melhor é a dinâmica entre Clark Kent e Lois Lane, que consegue mesclar o “tímido e pacato repórter” com arroubos de confiança e um fascínio crescente no casal que chegaria ao altar.

Além de Luthor, há o Parasita e Metallo como vilões de destaque, garantindo as obrigatórias cenas de ação e confrontos físicos, mas Origem Secreta reafirma sobretudo o potencial do Superman como fonte de esperança e inspiração para a humanidade.

A arte de Gary Frank é um deleite, e faz dele o parceiro ideal para o roteirista perito em super-heróis. O desenhista não esconde a influência do ator Christopher Reeve na caracterização visual de Clark Kent, bem como de todo o universo cinematográfico do personagem.

Mas ele faz muito mais que apenas celebrar um clássico eterno. Sua narrativa é espetacular, sucedendo bem sequências dinâmicas com splash pages certeiras, a exemplo da cena em que Clark Kent abre o terno e revela o uniforme colorido, partindo para resgatar Lois Lane.

Superman – Origem Secreta saiu no Brasil primeiro em seis edições da revista mensal do personagem, publicada pela Panini, em meio à interminável saga do Novo Krypton. Foi uma maneira de valorizar o título regular, mas é certo que a história de Johns e Frank merece destaque como especial de capa dura cheio de extras, obrigatório na biblioteca pessoal dos fãs.

Se está cada vez mais incerto o contexto oficial das aventuras de Kal-El, também são indeléveis o valor de Origem Secreta e sua continuidade na preferência dos leitores.

Classificação

4,5

• Outros artigos escritos por

.

.

.