TURMA DA MÔNICA – A VOLTA DO CAPITÃO FEIO

Por Marcus Ramone
Data: 1 dezembro, 2006


Título: TURMA DA MÔNICA – A VOLTA DO CAPITÃO FEIO (Editora
Globo
) – Edição especial
Autores: Estúdios Mauricio de Sousa (roteiros e desenhos).

Preço: R$ 3,90 (álbum) e R$ 0,60 (pacote com quatro cromos)

Número de páginas: 32

Data de lançamento: Abril de 2005

Sinopse: Álbum de figurinhas que, ao ser completado, se transforma em uma história em quadrinhos na qual os personagens da Turma da Mônica se unem para libertar o Cascão das garras do Capitão Feio.

Positivo/Negativo: Uma idéia criativa que deve gerar mais frutos. O álbum de figurinhas Turma da Mônica: A volta do Capitão Feio é uma grande história em quadrinhos de aventura com doses maciças de ficção científica, mistério e, claro, muito humor. E o que é melhor: tudo vai se formando à medida que os cromos são colados.

Muitos quadros já se encontram diagramados nas páginas, o que só aumenta a expectativa sobre o desenrolar da história. Alguns cromos de papel são quadrinhos inteiros; outros, de plástico, são personagens que completam uma determinada cena já desenhada na página.

Nas margens de cada página, há personagens que interagem com a história, comentando algumas cenas ali contidas, aguçando a curiosidade e o desejo do colecionador em conseguir logo aquela figurinha que revelará o quadrinho.

Dessa forma, à boa e velha diversão de colecionar figurinhas, soma-se a de ler uma excelente história em quadrinhos e ainda desvendar o mistério sobre o desaparecimento do porcalhão mais querido dos gibis.

A história gira em torno do rapto do Cascão pelo Capitão Feio. Os personagens, então, são reunidos pelo Franjinha e enviados ao passado, ao futuro e a vários lugares do presente, onde quer que a presença do malvadão tenha sido registrada pela máquina rastreadora de vilões do minicientista.

Nesse ponto, há uma cena marcante em um painel de meia página, que para quem conhece um mínimo de quadrinhos de super-heróis, acaba sendo uma das passagens mais engraçadas da edição: a reunião dos personagens no laboratório do Franjinha, com ele no alto de uma bancada, lembra de imediato os heróis convocados pelo Monitor em sua nave na clássica saga Crise nas Infinitas Terras, que reformulou os personagens da DC Comics, em 1985.

Assim, o leitor presencia o maior crossover já feito entre os personagens de Mauricio de Sousa, algo jamais visto antes em uma HQ da Turma da Mônica. Imagine encontrar Piteco, Magali e Nimbus em uma mesma cena; ou, em outra, Penadinho, Frank e Mônica; Astronauta e Penadinho lado a lado; e até a Turma da Mata junto a Chico Bento e Marina.

No final da aventura, uma revelação bombástica: o verdadeiro culpado de toda essa zorra é ninguém menos que… o Louco! O protagonista das histórias mais surreais dos gibis da Turma da Mônica se passou pelo Capitão Feio para, numa estratégia brilhante, juntar todos os personagens para a celebração de seu aniversário.

O resultado disso tudo é um dos melhores álbuns de figurinhas lançados no Brasil nas últimas décadas. Mas também uma das mais divertidas histórias em quadrinhos da turminha.

Sem exageros, A volta do Capitão Feio é uma superaventura de tirar o fôlego e, ao mesmo tempo, dar boas risadas. Quem tem garante: valeu muito a pena colecionar… e ler.

 

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.