Wytches

Por Romeu Martins
Data: 6 abril, 2018

WytchesEditora: Darkside Books – Edição especial

Autores: Scott Snyder (roteiro), Jock (desenhos) e Matt Hollingsworth (pintura).

Preço: R$ 54,90

Número de páginas: 192

Data de lançamento: Julho de 2017

Sinopse

Bruxas existem, nos observam das florestas e perseguem pessoas comuns, como a família Rook.

Positivo/Negativo

Depois de dar sua contribuição para a mitologia dos vampiros no selo Vertigo, Scott Snyder começou a fazer o mesmo com as bruxas na Image. Se em Vampiro Americano, em parceria com o escritor Stephen King e com o desenhista brasileiro Rafael Albuquerque, ele introduziu conceitos de territorialidade influindo nas características dos sugadores de sangue, em Wytches, feito com arte de Jock e cores de Matt Hollingsworth, a ideia é que existam nas florestas seres bestiais, inumanos, que atendem a pedidos em troca de um certo tipo de favor.

A diferença entre essas criaturas e as bruxas que conhecemos de outras histórias, com chapéus pontudos e verrugas no nariz, já transparece na grafia alternativa: em inglês, bruxas se escreve sem aquele y, ou seja, witches. Na tradução para o português, o tradutor Érico Assis adotou um brvxas para ajudar nessa diferenciação.

Neste encadernado que reúne as primeiras HQs da série, o alvo dessas bruxas com Y é a família Rook, que acaba de se mudar para a cidadezinha de Litchfield, em New Hampshire, procurando um pouco de paz depois de um estranho incidente envolvendo a filha adolescente Sailor.

Provocada por uma valentona de sua antiga escola, a garota estava em vias de sofrer violência quando… sua algoz simplesmente desaparece. Obviamente, isso desperta o interesse das autoridades policiais, que investigam o caso e nada descobrem.

Tentando recomeçar a vida, com Sailor cercada da desconfiança de suas novas colegas de escola, a família descobre que aquilo que atormentava seus integrantes continua em seu rastro, para desgosto da mãe cadeirante e do pai completamente perdido nessa história toda.

Narrada com os polêmicos flashbacks que são marca registrada dos principais trabalhos de Snyder nos quadrinhos, Wytches mostra potencial para renovar o gênero de histórias de bruxas em seus próximos arcos. As HQs reunidas neste volume são uma boa apresentação ao tema.

Ajuda bastante para criar o clima macabro da trama a arte de Jock, o ótimo capista da série Escalpo, da já citada Vertigo. Seus desenhos são valorizados pela pintura parte digital, parte analógica de Hollingsworth, num processo que é explicado nos extras desta edição de luxo da Darkside.

Também nos extras, textos muito bem escritos por Scott Snyder mostram o quanto esse projeto é pessoal para ele, ligado a memórias afetivas de infância. Dentre outras revelações, destaque para como em um acampamento de verão nos tempos de criança surgiu tanto o interesse dele pela obra de Stephen King, quanto os motivos para ele ser grato ao Batman por tê-lo livrado de uma surra dos colegas, devido a uma certa cueca cinza com o emblema do Morcego.

Classificação

3,5

.

Wytches

• Outros artigos escritos por

.

.

.