Y – O último homem – Edição de luxo – Livro 1

Por Rodrigo Scama
Data: 20 outubro, 2017

Y – O último homem – Edição de luxo – Livro 1Editora: Panini Comics – Edição especial

Autores:  Brian K. Vaughan (roteiro), Pia Guerra (arte) e José Marzán Jr. (capas) – Originalmente em Y – The last man # 1 a # 10.

Preço: R$ 72,00

Número de páginas: 256

Data de lançamento: Setembro de 2015

Sinopse

O que aconteceria se todos os indivíduos com o cromossomo Y fossem, de uma hora para outra, exterminados da face da Terra? Se todos os machos do planeta morressem? Esta é a premissa de Y – O último homem.

Todos os homens foram extintos ao mesmo tempo, menos o artista de fuga Yorick Brown e seu macaco de estimação, Ampersand (o nome em inglês do “e comercial”, &). Qual o motivo para eles terem sobrevivido? O que causou a praga? Como o mundo vai se virar sem machos? Respostas na grande saga escrita por Brian K. Vaughan.

Positivo/Negativo

O último homem da Terra não é exatamente um tema original. Vários autores da literatura, do cinema e das artes plásticas já se embrenharam nesta seara. Entretanto, a maioria deles deixa um homem sozinho no mundo. E não num mundo de mulheres. Além disso, há a agravante de a praga ter atingido todos os machos do planeta, não apenas os homo erectus do sexo masculino.

Então, como ficam as espécies que precisam se reproduzir de poucos em poucos dias? E as espécies cujo macho lidera o bando? São com estas perguntas lançadas ao vento que Vaughan cria uma das melhores séries em quadrinhos dos anos 2000.

Não se pode esquecer, e Brian K. Vaughan sempre lembra o leitor, das profissões que o gênero masculino praticamente monopoliza. O caso principal são os políticos. Quantos deles são mulheres no mundo? Quem governa os Estados Unidos em um caos como este? E os pilotos de avião, taxistas, lixeiros, coveiros? Todos esses ofícios são, quase em sua totalidade, masculinos. E os homens não existem mais.

Para complicar ainda mais, o único homem vivo no planeta é agorafóbico e perdidamente apaixonado pela sua namorada, que está passando uma temporada no outback australiano. Ou seja, ele não se submeterá a transar com qualquer mulher para perpetuar a espécie. Um tolo romântico? Pode ser, mas a personalidade de Yorick Brown é tão bem construída, que ele se torna crível, e esta decisão – estúpida para muitos – acaba soando natural.

Cabe então a Yorick e às demais personagens que vão aparecendo na trama buscar a cura e a causa da praga, já que ambas podem estar intimamente ligadas. E trazer os homens de volta à vida é a prioridade da espécie. Ou será que não?

A partir daí, Vaughan constrói um road comic, em que o protagonista e seu macaco se aliam a uma cientista e uma agente de um órgão governamental secreto para buscar respostas e também uma passagem para a Austrália. Afinal, Yorick ainda quer se encontrar com Beth, seu amor.

Neste primeiro volume da jornada, o leitor topa com um grupo de amazonas, que deseja acabar com qualquer rastro da cultura masculina no planeta, uma cidade muito bem cuidada por mulheres com um grave segredo e ainda uma viagem de trem.

A trama é muito bem construída, e consegue ser tão densa quanto leve, já que são vários os momentos de comicidade e diversas são as citações à cultura pop feitas pelo protagonista. Além disso, Ampersand rende boas risadas com suas características de um macaco indisciplinado.

Mas Vaughan não se furta de passagens mais sérias. Para se ter uma ideia, na primeira página (portanto, não é um spoiler), uma policial se mata com um tiro na cabeça ao saber que todos os homens que amava estavam mortos. Ao mesmo tempo. E há toda uma costura política que envolve os personagens.

Os desenhos de Pia Guerra são sensacionais, simples, muito bonitos e caem como uma luva para a história, já que sua principal característica são as expressões faciais.

A edição da Panini muito superior à norte-americana. O papel é melhor, o que ressalta as cores, e a capa dura ajuda a preservar o material por mais tempo.

Este é o primeiro de cinco volumes nesta nova versão brasileira (a mesma editora publicou a série toda, em dez volumes de capa cartonada, entre 2009 e 2012) que traz o melhor de um dos grandes escritores de quadrinhos do mercado norte-americano na atualidade.

Classificação:

5,0

.

Compre aqui!

• Outros artigos escritos por

.

  • Alexandre Simões

    Vi que a Panini fará o lançamento de mais dois volumes. Gostaria de saber se toda a coletânea de Y: Last Man estão nestes 3 volumes, ou existem mais volumes com todas as histórias?

    • Serão 5 volumes, sendo que o quarto chega neste mês.

  • marcelo miranda

    Seria legal acrescentar na resenha quais edições estão compiladas no encadernado.