ZAGOR GIGANTE # 396

Por José Ricardo do Socorro Lima
Data: 1 dezembro, 2001

Zagor Gigante #396Título: ZAGOR GIGANTE # 396 (Sergio Bonelli Editore) – Edição Especial

Autores: Moreno Burattini (roteiro) e Gallieno Ferri (desenhos e capa).

Preço: 3.500 liras

Data de lançamento: Julho de 1998

Sinopse: Na história intitulada Golpe de Mestre, prosseguindo no encalço de Mortimer e de seu ajudante Rabbit, Zagor, Chico e o Conde de Lapalette se encontram com Big Bean, um indivíduo que não é digno de nenhuma confiança.

Como sempre, nossos heróis quase se tornam vítimas do maléfico sujeito, mas, graças à perspicácia do Espírito com a Machadinha, tudo anda bem para o Senhor de Darkwood e seus parceiros.

Enquanto isso, no centro da cidade de Nova York, Mortimer, agora sob a alcunha de Moriarty, consegue apoderar-se de mais uma das chaves que abrem um cofre forte repleto de dinheiro. Para tanto, pouco importa que pessoas sejam mortas barbaramente.

Voltando aos nossos heróis, Zagor foge mais uma vez da polícia local, que ainda o procura por crer que ele teria matado duas pessoas.

À noite, enquanto Adam Percy, o dono da terceira e última chave, janta num bom restaurante, Mortimer põe sonífero em sua bebida, com a ajuda de Sybil, namorada do malfeitor. Assim, o diabólico criminoso consegue atingir seu objetivo. Agora, parece que nada mais poderá detê-lo.

Só que em seu rastro está Zagor, o Espírito com a Machadinha!

Positivo/Negativo: O que há de diferente essa história? O final foge ao usual, e prega uma peça no leitor acostumado a ver o bandido parar sempre atrás das grades ou tombar morto.

Em toda a aventura, Zagor não se defronta em momento algum com Mortimer, “um dos poucos adversários que combati sem jamais ver seu rosto”, como diz o Espírito com a Machadinha no fim da história. Mas, em breve, o vilão voltará.

A capa de Ferri é um show à parte, pois retrata um fabuloso Zagor pulando pelos telhados das casas da “Grande Maçã”.

Essa história sai no Brasil em dezembro, no número 21 do Zagor da Mythos Editora. É diversão certa para quem gosta do gênero.

Classificação:

4,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.