Conheça o verdadeiro Prof. Pardal

Por Marcus Ramone
Data: 22 abril, 2015

Professor PardalQualquer leitor dos quadrinhos Disney já viu isso algumas dezenas de vezes: observando uma cena nas ruas, em que os cidadãos de Patópolis viam-se necessitados de algo que melhorasse sua vida pessoal ou profissional, o gênio da ciência Prof. Pardal imediatamente corria até seu laboratório e criava alguma parafernália maluca para solucionar o problema.

Também é de se perder a conta de quantas invenções esdrúxulas, porém úteis (em sua maioria), o personagem já criou nos mais diversos âmbitos de uso, como a engenharia civil, aeronáutica, robótica e até a medicina.

Por essas e outras, há um cientista inventor da vida real que passou a ser conhecido no mundo todo como Prof. Pardal, alcunha que, como será visto a seguir, é mais do que merecida. E essa não é sua única ligação com os quadrinhos.

Nascido em 1951, na cidade de Rockville Centre, Nova York, nos Estados Unidos, Dean Kamen já patenteou quase quinhentas invenções. Ele é o fundador da DEKA Research & Development Corporation, companhia dedicada à pesquisa e desenvolvimento de soluções cientí­ficas e tecnológicas para a sociedade.

Muitas de suas invenções são bastante conhecidas, embora poucas pessoas saibam que ele é o criador. De sua mente saí­ram a primeira bomba de insulina portátil, o aparelho caseiro de hemodiálise HomeChoice, o dilatador de artérias e o famoso Segway (aparelho de locomoção individual com sistema de giroscópio e propulsão elétrica, que leva à inevitável comparação com uma certa geringonça comumente usada pelo Prof. Pardal dos quadrinhos).

Entretanto, talvez a mais divulgada dessas criações seja a Ibot Transporter, a cadeira de rodas inteligente que sobe escadas e meios-fios e ainda é munida de um dispositivo que a eleva para facilitar ao cadeirante alcançar objetos ou deixá-lo na mesma altura de quem com ele estiver conversando.

Nesse caso, Kamen poderia ser comparado com o inventor mirim Franjinha, da Turma da Mônica, que instalou os mais incríveis mecanismos na cadeira de rodas do garoto Luca para facilitar a vida do amigo.

E já que esse terreno comparativo não é pequeno, Dean Kamen também poderia ser chamado de Tony Stark, o alter ego do Homem de Ferro. Assim como o personagem da Marvel Comics, o inventor da vida real é um gênio tecnológico que cria máquinas e apetrechos para uso militar (como os braços protéticos para soldados mutilados) e policial (um propulsor que arremessa em segundos os homens da SWAT – a polí­cia especial norte-americana – ao topo de prédios), coleciona uma grande gama de tí­tulos e premiações na área – a Medalha Nacional de Tecnologia de 2000 e a inclusão do cientista na Calçada da Fama dos Inventores em 2005 são apenas algumas dessas conquistas – e, como se não bastasse, ele é nada menos que bilionário.

Dean Kamen Dean Kamen

Todas essas invenções, em sua maioria, são frutos não apenas de solicitações de interessados, mas, principalmente, de observação do cotidiano, muitas vezes criando desejos ao mesmo tempo em que supre necessidades. Eis outra de suas semelhanças com o personagem da Disney.

O gosto do “superinventor” pela ciência vem de muito tempo. Jack Kamen, pai do agora intitulado Inventor do Século 21, foi desenhista de histórias em quadrinhos na Weird Science, Tales From Crypt e outras HQs de ficção cientí­fica, horror e suspense publicadas nos Estados Unidos pela extinta editora EC Comics.

A influência do pai quadrinhista pode não ter feito Dean Kamen optar por essa profissão. Mas o destino parece ter encontrado uma brecha para vincular o nome do cientista e inventor à nona arte.

Para quem deseja saber mais sobre Kamen e suas invenções, a internet está repleta de notícias, sites, fotos e ví­deos no YouTube. Também há várias publicações internacionais, cientí­ficas ou não, com matérias e notas sobre o inventor. No Brasil, ele já foi tema de muitas reportagens em TV e revistas.

E se depois de ler tudo isso o espanto sobre essa importante figura da indústria tecnológica estampou seu rosto, vale registrar outra surpresa: Dean Kamen não tem formação acadêmica. Ele, que afirma não concordar com a forma de ensino aplicada nos Estados Unidos, há muitos anos abandonou a faculdade de Engenharia do Instituto Politécnico Worcester, nos Estados Unidos.

Isso confere a Kamen mais uma proximidade com seu colega dos quadrinhos. Afinal, pelo menos oficialmente, Carl Barks, criador do Prof. Pardal, nunca disse que seu personagem era diplomado.

• Outros artigos escritos por

.

.

.