Dica de leitura: Supermen!, super-heróis clássicos resgatados do limbo

Por Marcus Ramone
Data: 30 julho, 2015

Os grandes heróis da Era de Ouro norte-americana são fáceis de nomear. Tanto quanto seus criadores. Mas quem se lembra de autores como Fletcher Hanks ou Lou Fine? Ou de criações fabulosas como Dirk, o Demônio; Fero, Detetive Planetário; O Face; ou Yarko, o Grande?

Provavelmente, poucas pessoas possuem edições contendo histórias desses aventureiros perdidos do passado. Mas a memória daqueles tempos foi resgatada por Greg Sadowski, que resolveu trazer esses verdadeiros super-homens em seu livro Supermen! The First Wave Of Comic Book Heroes, da Fantagraphics.

Dentre as curiosidades da obra está a primeira criação de Jack Cole (mais conhecido pelo seu trabalho com o Homem-Borracha), chamada O Cometa. Soltando raios desintegradores dos olhos, ele matava primeiro e, se houvesse oportunidade, perguntava depois. Como ainda não havia o paradigma primal de que heróis não matam, pode-se considerar esse personagem um dos mais violentos dos primórdios da Era de Ouro.

O livro de Sadowski acompanha uma tendência de publicações que resgatam a verdadeira história por trás da Era de Ouro dos quadrinhos. Essa tendência é representada principalmente pela publicação de I shall destroy all the civilized planets! (Fantagraphics, 2007), livro organizado por Paul Karasik sobre o obscuro e criativo Fletcher Hanks, um dos grandes criadores dos primórdios heroicos da América do Norte – e que, segundo se especula, teria influenciado Alan Moore, por meio de seu personagem Stardust, na criação da versão moderna de Miracleman.

Supermen!, que possui 20 HQs – originalmente produzidas no período de 1936 a 1941 -, ainda tem uma apresentação feita por Jonathan Lethem, criador da badalada série Omega, the Unknown.

Fica a dica de leitura desse livro, lançado em 2009, que resgata mais um capítulo da história dos quadrinhos de super-heróis.

Supermen

• Outros artigos escritos por

.

.

.