Resultado da enquete sobre o melhor Confins do Universo de 2017

Por Samir Naliato
Data: 9 janeiro, 2018

Assim como foi feito ano passado (veja aqui), criamos uma enquete para os ouvintes votarem no programa favorito do podcast Confins do Universo em 2017. Você votou na enquete e escolheu o vencedor!

Veja abaixo a lista completa da votação, e clique aqui para acessar e ouvir todos os 41 episódios do Confins do Universo.

1° – Confins do Universo 035 – Histórias de editor (32,4%)
2° – Confins do Universo 033 – HQs que merecemos ler (14,9%)
3° – Confins do Universo 037 – Os bastidores de Akira (12,4%)
4° – Confins do Universo 040 – No reino da capa dura (9,8%)
5° – Confins do Universo 030 – 100 anos de Will Eisner (9,6%)
6° – Confins do Universo 038 – HQs independentes (7,9%)
7° – Confins do Universo 032 – Financiamento coletivo: faça direito! (4,9%)
8° – Confins do Universo 039 – E aí: deu Liga? (2,6%)
9° – Confins do Universo 029 – Destaques de 2016 (2,1%)
10° – Confins do Universo 036 – O legado da Mulher-Maravilha (1,9%)
11° – Confins do Universo 031 – Logan, o X da questão (1,2%)
12° – Confins do Universo 034 – We are Groot (0,4%)

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Valdir Pedrosa

    Nessa enquete podemos perceber claramente que os ouvintes do Confins do Universo preferem muito mais podcasts sobre quadrinhos do que sobre filmes.

  • Luiz Magno

    Então…que venham mais histórias de editor!

  • marcelo miranda

    De fato, como os colegas já disseram aqui, a enquete mostra que os votantes priorizaram os programas sobre HQs, bem mais que sobre filmes de super-heróis. Apesar dos episódios sobre filmes serem muito legais também, é bem grande a força dos episódios que se fixam nos quadrinhos, sobre quaisquer assuntos que sejam. Talvez porque tenha gente demais na blogosfera, podosfera e seja onde for falando (às vezes excessivamente) sobre esses filmes, enquanto sobre quadrinhos não tem tanta gente de alta qualidade como a turma do Confins (e seus convidados).

  • Marcelo Mainardi

    De fato o “Histórias de editor” foi muito bom – seguido de pertinho pelo “Akira”.
    Enfim, reitero aqui sugestão que já fiz antes:
    Seria muito legal ouvir mais material sobre nossos monstros sagrados dos incríveis (em termos de quadrinhos nacionais) anos 90.
    Queria ouvir vocês falarem de Laerte, Angeli, Glauco, Watson Portela, Spacca, Mozart Couto, Rodval Matias, Flááávio Coliiiiin, Shimamoto, e tanto outros.
    E mais, tenho plena convicção de que – para vocês – não seria difícil contar com a participação de um desses medalhões no podcast.
    Grande abraço e obrigado pelo excelente trabalho.