Saiba como Homer Simpson conseguiu interagir ao vivo com os telespectadores

Por Marcus Ramone
Data: 7 junho, 2016

No último dia 15 de maio, a série de desenhos animados Os Simpsons registrou um episódio histórico em seu currículo, ao transmitir três minutos de interação ao vivo com seus telespectadores.

Intitulado Simprovised, o episódio mostrou Homer Simpson respondendo às perguntas que os fãs faziam por telefone. A transmissão aconteceu nos Estados Unidos e no Brasil, simultaneamente, mas por aqui houve problema no áudio – no dia seguinte, um pedido de desculpas oficial, escrito pelo próprio Homer, foi endereçado ao fãs brasileiros.

Mas como foi possível fazer a interação entre perguntas ao vivo e a animação pré-gravada?

O Cartoon Brew publicou uma reportagem explicando os detalhes sobre a produção do segmento ao vivo do episódio.

As explicações técnicas podem resumidas da seguinte forma: um software especialmente desenvolvido pela Adobe foi manipulado pelo animador David Simons enquanto o dublador de Homer, Dan Castellaneta, respondia às perguntas.

O programa de computador enviou a sincronização labial ao vivo, sobreposta à animação pré-gravada, graças ao reconhecimento de cada letra e suas variações de pronúncia como um fonema individual, tudo previamente animado e arquivado no banco de dados.

Para saber todos os detalhes, clique aqui e leia (em inglês) a matéria do Cartoon Brew.

Assista abaixo ao segmento especial de Simprovised, que teve interações diferentes para a Costas Leste e Oeste dos Estados Unidos.

Simpsons ao vivo

• Outros artigos escritos por

.

  • Dyel Dimmestri

    pegando emprestada usando uma frase publicada na primeira página do jornal O Globo do dia 20/07/1969,quando o homem chegou à Lua:
    “CAI A BARREIRA DO IMPOSSÍVEL”.