Doomsday Clock continua na liderança das vendas nos Estados Unidos

Por Samir Naliato
Data: 19 fevereiro, 2018

Após notícias ruins em dezembro, com o mercado norte-americano de quadrinhos apresentando queda nas vendas de 2017, o novo ano começou com os olhos voltados a uma possível recuperação.

A distribuidora Diamond divulgou os números de janeiro de 2018, que colocam Doomsday Clock # 3 como a revista mais vendida do mês. O título, escrito por Geoff Johns e desenhado por Gary Frank, promove o encontro entre os personagens do clássico Watchmen com os super-heróis do Universo DC, e até agora teve todas as suas edições no topo do ranking.

As vendas tiveram aumento de 5,79% de unidades em relação a dezembro de 2017, mas mostra queda de 10,26% em comparação a janeiro do ano passado.

A DC Comics liderou novamente na quantidade de edições vendidas, mas a Marvel está no topo em valores arrecadados. Isso acontece porque as revistas da “Casa das Ideias” custam, em média, mais do que as da concorrente.

Assim, 38,94% de todas as revistas vendidas foram da DC, seguida pela Marvel (36,97%), Image (8,23%), IDW (3,51%), Dynamite (2,25%), Boom! (1,74%), Dark Horse (1,27%) e Valiant (0,83%).

Já a Marvel abocanhou 34,4% dos valores totais arrecadados com as vendas. A DC aparece em segundo (33,8%), e logo depois estão Image (9,48%), IDW (4,42%), Dark Horse (2,5%), Boom! (1,74), Dynamite (1,61%) e Viz (1,29%).

Em janeiro, a Marvel publicou um total de 127 títulos, enquanto a DC lançou 117.

Seis revistas da DC aparecem no Top 10, a Marvel teve três e a Image aparece com uma. Confira abaixo as 20 mais vendidas.

Posição
Título
Editora
1
Doomsday Clock # 3
DC
2
Dark Nights: Metal # 5
DC
3
Batman # 38
DC
4
Batman # 39
DC
5
The Walking Dead # 175
Image
6
Avengers # 675
Marvel
7
Batman: White Knight # 4
DC
8
Amazing Spider-Man: Venom Inc. Omega # 1
Marvel
9
Batman and the Signal # 1
DC
10
Old Man Hawkeye # 1
Marvel
11
Star Wars # 41
Marvel
12
Star Wars # 42
Marvel
13
Star Wars: Darth Vader # 10
Marvel
14
Detective Comics # 973
DC
15
Detective Comics # 972
DC
16
Amazing Spider-Man # 794
Marvel
17
Phoenix Resurrection: The Return of Jean Grey # 2
Marvel
18
Astonishing X-Men # 7
Marvel
19
Flash #39
DC
20
Phoenix Resurrection: The Return of Jean Grey # 3
Marvel

.

Dentre os encadernados e graphic novels, o destaque foi Legend of Korra – Volume 2 – Turf Wars Part 2, da Dark Horse. Veja:

Posição
Título
Editora
1
Legend of Korra – Volume 2 – Turf Wars Part 2
Dark Horse
2
The Wicked & The Divine – Volume 6 – Imperial Phase Part 2
Image
3
DC Super Hero Girls – Date with Disaster
DC
4
Descender Volume 5 – Rise of the Robots
Image
5
Kill or be Killed – Volume 3
Image
6
Saga – Volume 8
Image
7
Wolverine: Old Man Logan – Volume 6 – Days of Anger
Marvel
8
Vision
Marvel
9
Saga – Volume 1
Marvel
10
Harley Quinn – Volume 4 – Surprise, Surprise
DC

.

Doomsday Clock # 3Legend of Korra Volume 2: Turf Wars Part 2

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Canoa Furada

    Destaque pra Surpreendentes X-men #7, não faz parte de megassaga e nem é $1. Charles Soule parece que finalmente vai entregar algo.

    E o pessoal gosta mesmo de ver a Fênix voltar. Bem que a Panini podia trazer Descender. Se bem que pelos novos preços, deixa pra lá.

  • frases_Mr.Satan

    A boa noticia sobre Doomsday Clock não são as vendas e sim a nova linha de bonecos. Ajuda a gente ai universo HQ amplia um pouco o leque de noticias de vocês.
    https://www.youtube.com/watch?v=7gS2xTemI3M

  • FINASTERIDO

    Interessante como não cansam de remexer em Watchmen. E, lembrando que a proposta era mostrar esses quase herois em um mundo o mais próximo do humano, esse crossover é desnecessário. Fica parecendo que é impossível sair dessa influencia dos anos 80. Moore deve dar risada disso tudo, ou deve estar puto mais uma vez…

    • ninguém

      Espere para ver o projeto para a série de TV, a qual pretendem ambientar nos tempos atuais. Esse pessoal é tão criativo e despachado…!

    • David RoPin

      Pode uma Macieira dar Maracujá?
      Se vc quer ver originalidade então não procure nas duas grandes Marvel/DC.
      Pra isso vc tem que ir procurar nas Editoras européias como Soleil, na Image na Dark Horse enfim…

  • Cassiano Cordeiro Alves

    E o Batman segue sustentando a DC praticamente sozinho.

    • Renato J.

      E “Star War”, que é da Disney, segue sustentando a Marvel. Apelam quando colocam SW na conta da Marvel.

      • Cassiano Cordeiro Alves

        A questão não é essa, meu caro. O ponto é a lamentável “batdependencia” da DC. Um multiverso inteiro, mas as maiores atenções são sempre para o Morcego e seu núcleo de personagens. Veja quanto se produz de Batman e seus derivados em comparação ao restante dos personagens. Até o Superman perde a parada. Batman é o carro-chefe da editora (até no nome).

        • Renato J.

          Entendi seu ponto de vista, mas quando a lista muda para as 50 HQs mais vendidas nos EUA o que se observa é uma maior heterogeneidade por parte da DC e uma maior homogeneidade por parte da Marvel, cujo carro-chefe de vendas é Homem aranha, SW e X-Men. Essa lista de “10” é apenas a ponta do icebergue.

  • Cassiano Cordeiro Alves

    Acho que o crossover é válido como idéia, como curiosidade. Nem precisa ser canônico, afinal Watchmen é obra fechada (conceitualmente; você ignorar prequels e demais histórias naquele cenário, se preferir) e o universo DC vai muito bem sem Rorschac e cia.