Dylan Dog, Martin Mystère, Nick Raider e Nathan Never de volta pela Mythos

Por Marcelo Naranjo
Data: 18 dezembro, 2017

As informações são do Tex Willer Blog, de Portugal, administrado por José Carlos Francisco. E são ótimas novidades para os fãs da editora italiana Bonelli no Brasil. Depois do retorno de Mágico Vento, em formato de luxo (e que ganhará mais dois volumes em 2018), os personagens Dylan Dog, Martin Mystère, Nick Raider, Nathan Never estão de volta aos planos da Mythos Editora.

Cada personagem terá uma série própria publicada durante o ano, com duração de quatro números cada e 96 páginas por edição. O início será no mês de março de 2018, com o lançamento de Dylan Dog # 1. Em abril, Dylan Dog ganha seu segundo número e Martin Mystère # 1 chega às bancas. Em maio, estreiam Nick Raider # 1Nathan Never # 1, além da publicação da edição especial Dylan Dog Graphic Novel – Volume 1, com 104 páginas. Nos meses seguintes, novos números das séries serão lançados.

Zagor e J. Kendall – Aventuras de uma Criminóloga seguem sendo publicados normalmente pela editora.

 Martin Mystère

O caubói Tex comemora 70 anos de vida em no próximo ano, e a Mythos celebrará a data com uma edição especial de 192 páginas. Além disso, a aventura O Sinal de Yama ganhará uma edição em formato grande e 336 páginas, no mês de abril, enquanto a trama A Volta de Mefisto também ganha volume formato grande e em cores em setembro.

Todos esses personagens já tiveram títulos próprios no Brasil: Martin Mystère (RGE, Record, Globo e Mythos), Nick Raider (Record e Mythos), Nathan Never (Globo e Ediouro) e Dylan Dog (Record, Conrad, Mythos e Lorentz).

As edições com Dylan Dog da editora Lorentz foram publicados em 2017 (veja aqui e aqui), faltando apenas a último dos três que haviam sido programadas. O Universo HQ entrou em contato com a editora para saber da continuidade da série, mas até o momento não obteve resposta.

Nathan Never Nick Raider

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • chuckramos

    Dylan Dog Graphic Novel seria Mater Morbi / Mater Dolorosa por acaso? Faz tempo que eu tô namorando as edições gringas.

    • kriminal diabolik

      a história Mater Morbi sai na edição 3 da lorentz.

  • Que boa notícia!

    • Sasquash, o sidekick do Ultra

      Excelente!!!!

  • Clipping Observador

    O número 3 da Lorentz será lançado esta semana.

  • Wilson Sacramento

    Dentro do contrato inicial com a SBE, mas deram aquela rasteira e levaram o contrato deles (era a ideia ampliar após estes 3 volumes) na caruda e antes que pudessem negociar futuras edições!

    11 anos todo mundo pedindo e nada, vai alguém faz com preço baixo, qualidade, frete em conta e formato decente, com paixão e novamente poderemos ficar a ver navios em breve!

    • Leonardo Campos

      Creio que não ficaremos a ver navios, não. Se esses materiais vendem pouco para uma editora grande como a Mythos, podem interessar a editoras pequenas… existe ainda muito material italiano inédito no Brasil. Torço para que apareçam mais e mais iniciativas como da Lorentz e 85…

      • Pedro Bouça

        Sinceramente, quem vai arriscar quando pode vir a Mythos e passar uma rasteira neles?

        • Wilson Sacramento

          Sou comprador do material Mythos em geral, não só fumetti, em diversas vezes estive com o Dorival, enquanto leitor/comprador ou mesmo, representando fórum, página, blogue, sites e fã clube ligado ao material SBE, e enquanto LEITOR/Comprador, creio que tenha ficado FEIO demais à Mythos esta falta de ética. São 11 anos a gente pedindo, divulgando, falando que tem público para DyD, a Lorentz foi lá e MOSTROU que dá para fazer PRODUTO de QUALIDADE (material, acabamento, produção gráfica), Preço Baixo, Frete Camarada, e a Mythos agiu por baixo dos panos de forma rasteira, isto é péssimo para imagem empresarial, para a postura ética que se esperava do Hélcio e do Dorival, e da própria SBE que mesmo carregando nome do Sergio Bonelli, mostra que nada sobrou de sua forma de agir, de tratar as pessoas. Não creio que tantos aqui tenham mentido sobre o que FOI/É o Sergio Bonelli, e pelo dito, não creio que ele era deste tipo de pessoa sem honra, sem palavra!!

        • Leonardo Campos

          A Mythos não vai ficar nesse looping eterno de cancelar títulos por baixas vendas, e licenciá-los novamente quando forem publicados por outras editoras… Uma hora a Bonelli vai enxergar que esse “monopólio” não é saudável para ela… Posso pagar a língua e me tomarem o Dampyr daqui há algum tempo, mas no mês seguinte estou licenciando outro Bonelli… Precisamos lutar por mais títulos no Brasil, e material de qualidade é o que não falta!

          • Alexandre Neves

            É isso aí Leo. Nada de abaixar a cabeça, é isso que a Mythos quer. Ficar dona do mercado. A Lorentz tem que procurar outro titulo da Bonelli e publicar, tem muitos interessantes.

  • Eugênio Furtado

    Mythos dando aquela rasteira na Lorentz! No aguardo de Dampyr voltar e deixar aquela outra editora chupando o dedo!

    • Não entendi o tom festivo do comentário…
      A publicação da Lorentz está com excelente qualidade, a melhor que DyD já teve no Brasil.

  • Gustavo Nascimento

    Também fico triste pela Lorentz tiveram uma ótima iniciativa eu comprei os 2 numeros deles. A Mythos podia era trazer o Dampyr que está no Catarse mas infelizmente bem longe da meta.

    • Adriano

      Gustavo:
      É importante ressaltar que a campanha do Dampyr no Catarse é o modelo “Campanha Flexível”.
      Ou seja, ao contrário do modelo “Tudo ou Nada” – que era o único que existia antes – a Flex não precisa terr 100% de sucesso para ter sucesso.

      O modelo Flex tá sendo usado por gente como uma pré-venda, como uma forma de sacar o tamanho da demanda e, pq não, levantar uns trocos pra ajudar a pagar a tiragem.

      Deixando registrado que não tenho nenhum envolvimento ou sequer conhecimento de quem diabos é esse pessoal da 85, mas quis deixar isso registrado tanto para camapnhas futuras que te interessem (sou MUITO fã desse modelo Catarse, isso sim) e também estou acompanhando com interesse essa campanha da 85 (pq acho o Dampyr bacana).

      • Gustavo Nascimento

        Ótima informação, me dá esperanças. Foi uma campanha que aderi assim que soube, pra mim Dampyr era uma das melhores HQs na bancas brasileiras na época do cancelamento. Tomara que volte

      • Leonardo Campos

        Perfeita explicação, Adriano. Sou da Editora 85 e de fato, mesmo sem bater a meta, a revista vai pra gráfica no início janeiro. A venda continua de forma direta depois. Ficamos muito felizes com essa notícia da Mythos e esperamos que a Lorentz continue com suas edições impecáveis. Quanto mais, melhor! Só espero que não exista nenhuma restrição de licenciamento para a Lorentz renovar seu contrato, porque para a Mythos pelo jeito não houve… e fique tranquilo, Gustavo… nossa edição de Dampyr está ficando impecável!

        • Adriano

          Obrigado por confirmar, Leonardo.

          E espero que não tenha se importado com meu jeito tosco de falar no “quem diabos é o pessoal da 85”. É meu jeitinho. ;)

          Bom ver você por aqui dando as caras, agradeço.

          E parabéns pela iniciativa. Torço por vocês. :)

  • Dyel Dimmestri

    Diante de tão boa notícia, eu só posso dizer: CARAMBA Y CARAMBITA!!
    JUDAS BAILARINO!!! (Os fãs de Bonelli entenderão…)

  • Eduardo Cesar Diniz

    Melhor notícia que poderia ouvir nesse finalzinho de ano. Fico muito chateado pela Lorentz que vinha fazendo um excelente trabalho.

  • Márcio dos Santos

    Esperando há anos a Mythos publicar os fumetti Dragonero, Hellnoir, Lilith, Morgan Lost, Napoleone, etc, e até agora nada. Quem sabe se uma editora como a Lorentz começar a publicar esse material aqui a Mythos não corre atrás pra tirar deles outra vez.

  • Dylan Dog e Martin Mystère comprarei com certeza!

  • Olá Marcelo, de acordo com a notícia do Blog do Tex, ainda não há definição das edições a serem lançadas e no caso específico de Martin Mystère, não acredito que sejam as novas aventuras em cores (uma mini-serie em 12 edições que terminou de ser publicada esse ano na Itália) e sim alguma das edições regulares da série. Mesmo que o uso da imagem tenha sido ilustrativo, penso que pode confundir os leitores, novos ou antigos.

    E sobre Dylan Dog, em muitos lugares do mundo os quadrinhos da SBE são publicadas em mais de uma editora. Não sei como a Lorentz tratou o licenciamento das edições que ela lançou, mas pode ser que não haja impeditivo pra ela continuar (aqui estou apenas dando minha opinião pessoal), sei que o modelo brasileiro não é comum ter editoras diferentes publicando o mesmo personagem, mas quem sabe…

    • Pedro Bouça

      Existe um Portal Mytère? Vou já visitar!

      • Olá Pedro, existe!! rs mas tem pouco tempo que entramos no ar. http://portalmystere.ml Será um prazer receber sua visita!

        • Lucas Pimenta

          Esse link não tá funcionando aqui! :(

          • Pedro Bouça

            Aqui funciona.

      • Lucas Pimenta

        Eu pensei a mesma coisa quando vi!!! Já tá nos favoritos!

  • ARQUEIRO VESGO

    É lamentável o Zagor ter ficado de fora.

    • Ed mundo

      Está escrito “Zagor e J. Kendall – Aventuras de uma Criminóloga seguem sendo publicados normalmente pela editora”, Vesgo.

      • ARQUEIRO VESGO

        Mas eu queria uma edição especial do Zagor em cores e em capa dura.

        • Pedro Bouça

          Vai rolar Zagor a cores também. Capa dura não tem nenhuma, nem a Tex Graphic Novel, que é capa dura na Itália.

  • Vando Marcelo Schulz

    Bem que podiam publicar edições de luxo de Ken Parker.

  • Fernando

    Triste pela Lorentz que tem feito um trabalho bom e com preço legal, agora resta guardar uns $70 pra dylan dog

    • João Gonçalves

      Baita sacanagem.

  • miltondiogo

    Para um nerd que descobriu há pouco a maravilha que são os gibis da Bonelli e fica se martirizando de por que não há mais títulos deles por aqui, isso é uma ótima notícia.

  • Alexandre Neves

    Que fique registrado. A Mythos não foi cordial com a Lorentz. Tirou os direitos de publicação dela na surdina. Não foram leais. E agora a Lorentz vai fechar. uma pena, uma editora a menos.

  • Vando Marcelo Schulz

    Verdade Gustavo. E tem que vender na Amazon e outras lojas virtuais, não só na Comix.

  • marcelo miranda

    Seria legal alguém da Lorentz se manifestar. Também acho que a Mythos publicar não inviabiliza a Lorentz (a depender do contrato). É bem evidente que a iniciativa da Mythos é uma resposta à possível boa vendagem da “Dylan Dog” da Lorentz, mas se isso servir pra aumentar a presença da Bonelli nas bancas brasileiras, só pode ser motivo de celebração, e não de lamento.

    • Wilson Sacramento

      Lamentamos sim, pela falta de respeito à Lorentz que iniciaria as tratativas ao final destas 3 edições!!

      Sérgio Bonelli se revirando no túmulo!

      Negócios devem ter ética também!

      Vale tudo, não é uma coisa que o Sergio apostava, ele era uma pessoa que sabia o que era PALAVRA e HONRA!

      Tudo bem, que contrato se quebra, mas ter Hombridade e Respeito é outra coisa!

  • Vagner Gomes

    Ate que enfim vou poder ler Nathan Never e Martin Mystere, com edições de luxo.

    • Pedro Bouça

      Nathan Beber pelo menos já foi publicado no Brasil em edições muito boas. A da Globo é melhor do que a original italiana!

  • A Lorentz me falou que não vão mesmo publicar mais nada no momento. :/ A Mythos sacaneou feio mesmo e possivelmente vão relançar naquele formatinho ruim deles…

  • Elgin Baylor

    Espero que seja em offset pq papel jornal já deu oq tinha que dar.

  • Estou curioso pra saber se aquela imagem que anda circulando na internet, com o preço a 26,90 é real. Alguém conseguiu apurar? Se for… Bola foraço da Mythos! Mas ainda vou dar o benefício da dúvida, apesar de bem plausível.

  • Fábio Palestrino

    Infelizmente, nenhum chegou às bancas da Bauru, no que pese o porte da cidade.

    • Pedro Bouça

      A distribuição para bancas é limitada, melhor comprar na Amazon ou no site da própria Mythos. De preferência se encontrar um desconto!