Erick Santos Cardoso deixa o comando da área editorial da Panini

Por Marcelo Naranjo
Data: 20 agosto, 2019

Erick Santos Cardoso não é mais o gerente editorial de publicações da Panini Comics, cargo que ocupava desde março de 2017. Ele mesmo comunicou sua saída, em sua página no Facebook.

“Amigos, na semana passada deixei a Panini Comics Brasil, onde atuei como o gestor responsável pelo Editorial por dois anos e seis meses. Aprendi coisas incríveis, fiz muitos amigos e atravessei muitos desafios, que me fizeram o cara que sou agora. Uma oportunidade que nunca vou esquecer, e sempre serei grato por todo o crescimento que tive nesse ciclo”, escreveu.

Com 19 anos de experiência no mercado, Erick começou como colorista de quadrinhos do Mauricio de Sousa na Editora Globo, evoluiu para designer, editor de arte e foi o responsável pela criação do departamento editorial digital da Globo Livros, sendo então convidado para assumir a área editorial da Panini.

Ele é também o fundador da Draco, pela qual já publicou mais de 150 títulos de quadrinhos e literatura nacionais. Erick, inclusive, divulgou que estará na Bienal do Livro do Rio de Janeiro, no estande de sua editora.

Em 2018, Erick participou do episódio Mercado editorial em crise, do Confins do Universo, que pode ser ouvido aqui.

A Panini ainda não anunciou um novo nome para a posição, que será o responsável pelo planejamento editorial dos quadrinhos e colecionáveis.

Panini Comics

Erick Santos Cardoso

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Marcello S. Nicola

    O stand da DRACO é sempre parada obrigatória em minhas visitas à Bienal

  • Deve ter sido por incompetência, visto a qualidade das edições recentes da Panini. Comprei o Batman Veneno recentemente, totalmente cheio de moirés (ele nem deve saber o que isso significa). Achei scans piratas de melhor qualidade na internet.

    • Samuka

      Na impressão gráfica existe o que é chamado de efeito Moiré, que com os devidos cuidados pode ser amenizado e controlado