A Marvel realmente cancelará a revista do Quarteto Fantástico?

Por Samir Naliato
Data: 7 outubro, 2014

Fantastic Four # 14, à venda em dezembro de 2014No meio do ano, surgiram rumores sobre um possível cancelamento da revista mensal do Quarteto Fantástico. A principal motivação seria uma decisão tomada por Isaac Perlmutter (CEO da Marvel e um dos maiores acionistas da Walt Disney Company), chateado com a relação pouco amistosa entre a Marvel Entertainment e a 20th Century Fox, que lançará um novo filme da equipe em 2015.

A Fox também faz filmes de outra famosa franquia da editora, os X-Men, mas enquanto esta tem boas vendas, a situação do Quarteto é diferente. Seus títulos sofrem com desempenhos ruins, e nem os vários relançamentos recentes causaram o impacto esperado. Assim, deixar de publicar suas aventuras não seria tão danoso.

E a ação não está limitada aos quadrinhos. Artistas estão proibidos de ilustrar os personagens para coleções de cards, a empresa Mondo não pode lançar cartazes da equipe e nem a Diamond Select Toys pode fazer brinquedos com eles.

O próximo arco de histórias, escrito por James Robinson e desenhado por Leonard Kirk, se chamará Fantastic Four – The End is Fourever (um trocadinho entre as palavras em inglês Four, quatro; e Forever, eternamente).

De acordo com a sinopse oficial, este será o ato final da Primeira Família do Universo Marvel. Os Invasores encontram o Quarteto Fantástico durante a busca por Reed Richards e pelas crianças desaparecidas da Fundação Futuro. Enquanto isso, a mente por trás desses acontecimentos revela seu plano.

Segundo as informações, esta aventura terminará em Fatastic Four # 645, o que significa que a série retornará à sua numeração original mais uma vez, em algum momento dos próximos meses (veja detalhes sobre isso no final deste artigo).

A edição contará com páginas extras, e a informação do site Bleeding Cool é de que a série terminará por volta de abril de 2015. O novo filme estreará quatro meses depois, em agosto.

Tudo deve voltar a entrar nos trilhos após o lançamento do polêmico longa-metragem, quando as coisas se acalmarem. São esperadas mais informações sobre o assunto na New York Comic Con, que acontece entre os dias 9 e 12 deste mês.

A série em quadrinhos do Quarteto Fantástico passou por diversas mudanças ao longo das décadas, e recentemente viveu momentos turbulentos.

Fantastic Four # 1 foi lançado em 1961, e durou até a edição # 416, quando foi cancelado para fazer parte da fase Heróis Renascem, na década de 1990. Isso aconteceu porque alguns personagens foram levados para um universo paralelo e “atualizados” sob o comando de Jim Lee e Rob Liefeld, em decorrência da saga Massacre Marvel.

Após 13 números, foram reintegrados ao Universo Marvel tradicional e o título foi mais uma vez zerado, durando até o número 71 (que seria a edição # 500, de acordo com contagem original).

Em 2002, decidiram voltar para a numeração original, somando as revistas dos volumes anteriores. Assim, foi lançado Fantastic Four # 501. Mas, em 2011, outro cancelamento deu origem a FF # 1.

Em 2012, Fantastic Four retornou mais uma vez, com a edição comemorativa # 600. Mas teve vida curta, pois foi cancelada no número # 611, para outro relançamento, desta vez como parte da iniciativa Nova Marvel (Marvel Now!).

O ano de 2013 começou com Fantastic Four # 1, escrito por Matt Fraction e desenhado por Mark Bagley. Em pouco tempo (apenas 16 números depois), a série foi relançada novamente e, no início deste ano chegou às comic shops norte-americanas outra Fantastic Four # 1, agora com roteiros de James Robinson e arte de Leonard Kirk, que cuidam das aventuras dos heróis atualmente.

• Outros artigos escritos por

.

.

.