O Doutrinador: quadrinho brasileiro vira filme e série de televisão

Por Samir Naliato
Data: 16 janeiro, 2018

Criado pelo escritor Luciano Cunha para os quadrinhos, Doutrinador é um vigilante brasileiro que persegue e pune políticos e empresários corruptos. O personagem já ganhou três edições impressas, que recentemente foram reunidas em um encadernado de capa dura, lançada durante a CCXP do ano passado.

Agora, o Doutrinador sairá das páginas e ganhará vida no cinema e televisão.

As filmagens do longa-metragem – produzido pela Paris Entretenimento e com distribuição da Downtown Filmes – já começaram em São Paulo, e estreará nas telonas no próximo dia 6 de setembro. O protagonista será vivido pelo ator Kiko Pissolato, e no elenco estão ainda  Du Moscovis, Marília Gabriela, Helena Ranaldi , Tainá Medina, Samuel de Assis e Tuca Andrada.

A direção é de Gustavo Bonafé e Fabio Mendonça.

“Sempre fui um leitor voraz de histórias em quadrinhos e acabei criando o personagem, em 2008, só para manifestar minha indignação a respeito da roubalheira na política brasileira. Mas, em 2013, decidi compartilhá-lo nas redes sociais, tornando-o público. E as pessoas se identificaram”, relembra Luciano Cunha.

Em 2019, o Doutrinador também estreará uma série de televisão no canal Space. Gustavo Bonafé permanecerá na direção, com Fabio Mendonça comandando alguns episódios.

Os roteiros para cinema e para televisão são distintos, mas complementares, e são assinados por Mirna Nogueira, LG Bayão, Guilherme Siman, Rodrigo Lages, Gabriel Wainer, além do próprio Luciano Cunha e Denis Nielsen.

O Doutrinador é um vigilante chamado Miguel, agente federal altamente treinado que vive num Brasil cujo governo foi sequestrado por uma quadrilha de políticos e empresários. Uma tragédia pessoal o leva a eleger a corrupção endêmica brasileira como sua maior inimiga. E ele começa a se vingar da elite política brasileira em pleno período de eleições presidenciais, numa cruzada sem volta contra a corrupção.

O sucesso gerou um universo expandido nos quadrinhos, com o surgimento de outros personagens.

DoutrinadorDoutrinador

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • marcelo miranda

    Alguém sabe como ou onde comprar a edição em capa dura lançada na CCXP?

  • EX-AID

    o unico problema é que essa quadrilha é uma ideologia politica e não uma simples quadrilha. só faltou esse detalhe e tem as ligações desses politicos com os criminosos normais… mas parece promissor.

  • Francisco Cláudio

    A hq vale a pena?

  • Fernando Amaral

    Hahaha, legal. Parabéns, não é todo dia que alguém ganha uma graninha com quadrinhos no Brasil.

  • Marquito Maia

    Qualquer semelhança com o Punisher não é mera coincidência (sem contar a máscara de gás à la Sandman)…
    Ah, e só pra saber: o autor dessa pérola se refere à qual quadrilha??? Afinal, a República de Banânia já teve tantas no comando do eterno gigante adormecido… Claro que a penúltima quadrilha incomodou muito mais porque tentou (mal e porcamente) tornar esse buraco esquecido por Deus um pouco menos injusto socialmente etc. e tal.
    E la nave va…

    • Ricardo

      “Um pouco menos injusto socialmente”? Daqui a pouco vai criticar o quadrinho (e consequentemente o filme) porque o personagem mata caricaturas de seus políticos de estimação!!

  • marcelo miranda

    Valeu! Um pouco salgado, o preço, né?

  • CadoCal

    Espero que o Doutrinador tenha uma fábrica de munição,ou irá faltar bala para matar todo mundo na lista dele.
    Nesse ponto,é importante lembrar que não há só políticos e empresários corruptos,mas também juízes e advogados que,quando não forram os bolsos, adoram ajudar os poderosos a se safar das malhas da justiça,ou cuidar para que saiam da cadeia bem depressinha,sob os mais variados argumentos.