Panini relança Ronin, de Frank Miller, em capa dura

Por Samir Naliato
Data: 23 novembro, 2016

Dentre os lançamentos que a Panini Comics prepara para este final de ano, um dos destaques é Ronin – Edição Definitiva (formato 18,5 x 27,5 cm, 336 páginas, capa dura, R$ 92,00), escrito e ilustrado por Frank Miller. As cores são de Lynn Varley.

A republicação da obra aproveita a vindo do autor para a Comic Con Experience deste ano, em dezembro.

Em um passado distante, um importante senhor do Japão é eliminado por uma entidade de puro mal. Um jovem guerreiro jura vingança e torna-se um samurai sem mestre – um ronin – preso em uma luta eterna contra o demônio que assassinou seu patrono.

Em um futuro próximo, uma grande corporação da selva urbana de Nova York está se preparando para lançar uma nova e mortal tecnologia, e um infantilizado telepata e uma corajosa chefe de segurança são as únicas coisas em seu caminho. Quando esses dois mundos colidem, sonhos e realidade se misturam em uma apocalíptica batalha final – e, no coração desse caos, um solitário guerreiro enfrentará o maior dos testes à sua fidelidade.

Ronin foi publicado originalmente em seis edições durante 1983 e 1984, antes de Miller produzir Batman – O Cavaleiro das Trevas (ouça aqui um podcast especial sobre os 30 anos desta clássica história).

No Brasil, saiu pela primeira vez em 1988, pela Abril, tanto em minissérie quanto em encadernado. A editora relançou o material em 1991.

A história foi republicada pela Opera Graphica em 2003 (como uma minissérie em três edições) e 2005 (encadernado).

roninpanini

• Outros artigos escritos por

.

  • Cadê ELEKTRA ASSASSINA?

    • Homem Simpson

      Foi para a Disneylândia com o Chapolim Colorado!

  • Carlos

    O desenho do FM nessa época era espetacular. Mas, pra mim, o melhor roteiro dele desses lançamentos da panini que vêm aí é o de Elektra assassina.

    • Rafhael Victor

      Esse aí já tá confirmado?

      • Carlos

        Eu vi na pré-venda da comix. Espero que não adiem.

    • James

      Essa fase dos “Comics” e do Miller em especial era tão espetacular que “Elektra” (como outras obras do período) acaba negligenciada.
      Por exemplo:A mim (embora distintas, mas na minha cabeça sempre “comparadas”) dá um pau em Asilo Arkham.

      • Só vão faltar Elektra Vive e a Graphic Novel do Demolidor.

      • Samuka

        Asilo Arkham, tem um historia legal (origem do asilo e um coringa muito foda), arte linda e um Batman de merda, muito mau caracterizado!

      • Samuka

        Elektra Assassina e perfeita em todos os quesitos – Argumento, roteiro e arte espetacular!

  • Rafhael Victor

    Será que sai até semana que vem, pra gente conseguir pegar autógrafo do Frank Miller lá? Hahah

    • Alessandro Paiva

      Acho que vai ter lá para vender.

  • Marcus Vinícius

    Cofraço. Será que tem extras?

  • Edmar Filho

    Será que daqui para ano que vem tem chance da Panini finalmente publicar a edição definitiva de V de Vingança?

    • Rafhael Victor

      A capa dura nossa não é a edição definitiva?

      • Alessandro Paiva

        Não é.

        • Rafhael Victor

          Por quê? O que falta nela?

          • Heberton Arduini

            Faltar não falta nada, ja que o que interessa tá la. Mas nenhuma edição será definitiva, nem aquelas que levam esse nome, enquanto der pra inventar algum extra inutil a mais a cada aniversario.

          • Alessandro Paiva

            A nossa edição possui 304 páginas, enquanto o Absolute tem 366. Não vou saber te dizer o que ficou de fora mas lembro do Fabiano do Panini falando que essa não era, ainda, a edição definitiva.

  • James

    No auge da Millermania, pós-Cavaleiro das Trevas, lançaram essa jóia que este pirralho na época achava melhor que a estória definitiva do Bat, vejam só!
    Não, nao é mesmo. Mas é outra obra-prima que vale todo o investimento.
    Parabéns, Panini!

  • Dumas Barão

    Com certeza irei comprar !!! Claro que irei esperar uma promoção, pois também tenho interesse em Ghost in the Shell, Lobo e Elektra Assassina… Haja grana neste final de ano, acho que não sobrará para comprar cuecas brancas para a virada de ano kkk

  • Heberton Arduini

    Ronin é sensacional. Tenho 2 versões e a principio não vou encarar essa. E o Frank Miller ta se tornando o Paul MacCartney dos quadrinhos.

  • Roberto Xavier

    kkkkk. Ótima, a única forma de Holy Terror ter alguma relevância na coleção de qualquer um é tendo o autógrafo do Frank Miller.kkkkk

  • El Magnifico Panochero

    eu só quero saber uma coisa, a página quádrupla vai estar lá? caso contrário continuarei com o meu velho encadernado de 1988.

    • Marco1964

      Tudo indica que, finalmente, sim, já que a página quádrupla de Sandman – Prelúdio Volume 1 saiu tal qual a edição original.