Paraíso Perdido e Neurocomic: Darkside anuncia mais duas graphic novels

Por Samir Naliato
Data: 9 abril, 2018

A Darkside Books começou a publicar quadrinhos em 2017, com a proposta de trazer graphic novels fechadas e edições com acabamento de luxo.

Meu amigo Dahmer, Fragmentos do Horror, Wytches, Atômica, Creepshow e Black Hole chegaram às livrarias no ano passado, e a editora continua anunciando novidades para 2018. Uma dobra no tempo já foi lançado, e o mangá The girl from the other side foi confirmado.

Agora, fez dois novos anúncios.

O primeiro é Paraíso Perdido (formato 21 x 27 cm, 320 páginas, capa dura, R$ 89,90), um clássico do Século 17, escrito pelo inglês John Milton, que ganha uma reimaginação em quadrinhos pelas mãos do espanhol Pablo Auladell.

Com um traço sombrio, esse tributo procura capturar o lirismo de Milton e, ao mesmo tempo, complementar a experiência do leitor, dando ainda mais vida ao texto.

A edição está disponível para reserva na Amazon Brasil.

A história conta o conflito entre Deus e Satã. Após serem expulsos do Paraíso, os anjos planejam sua vingança nas chamas do Inferno. Impedidos de atacar diretamente o céu, decidem confrontar a criação divina: o homem.

Originalmente, seus dez mil versos sobre a criação do mundo, a tentação e o desejo por redenção receberam reconhecimento e serviram de inspiração para peças de teatro, músicas, pinturas e livros.

Milton criou seu épico mergulhado nas trevas de uma cegueira repentina. Dentre as angústias reais do luto após a perda de sua segunda mulher e de sua filha mais nova, além da culpa religiosa enraizada na sua formação, ele também precisou rever sua vida e a relação distante com a família.

Determinado a não deixar a perda da visão afetar seu ofício, ditou Paraíso Perdido do começo ao fim para ajudantes, amigos e até suas filhas. Fruto de um árduo trabalho e reflexo da perseverança do autor, o poema levou cerca de cinco anos para ser concebido, e foi publicado em 1667, em sua primeira versão.

Milton morreu em 1674, o mesmo ano em que foi lançada a edição definitiva de seu clássico, utilizada até hoje para estudo e novas edições.

Paraíso Perdido

A outra novidade faz uma análise da mente humana, e também está em pré-venda na Amazon Brasil.

Neurocomic – A caverna das memórias (formato 16 x 23 cm, 144 páginas, capa dura, R$ 54,90) foi criado pelos neurocientistas Hana Roš e Matteo Farinella. É uma viagem pelo cérebro humano, um lugar repleto de florestas de neurônios, cavernas escuras que abrigam lembranças adormecidas e enormes castelos ruídos pela ilusão.

Ao longo dessa jornada, o leitor encontrará seres estranhos que habitam os recantos mais obscuros da mente, como lulas gigantes e lesmas marinhas que tocam banjo, além dos grandes pioneiros da neurociência.

A história apresenta o assunto para quem tem interesse em desvendar os recônditos da mente humana e faz uma interpretação inspiradora para quem já está familiarizado com os caminhos sinuosos do cérebro. Usando analogias para discutir conceitos específicos, Hana Roš e Matteo Farinella tentam aproximar o leitor do tema ao mesmo tempo em que transmitem o conhecimento.

Neurocomic é a primeira graphic novel da linha editorial Crânio, da DarkSide Books, que, segundo a editora, publicará material minuciosamente selecionado. Obras assinadas por especialistas, acadêmicos e pensadores em diversas áreas, dispostos a dividir experiências e pontos de vista transformadores, que ajudem o leitor a entender melhor esse estranho e admirável mundo novo.

 

Neurocomic - A caverna das memórias

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Gabriel Iatarelli

    Eu virei fã dessa editora com Meu amigo Dahmer, vou comprar cegamente o Neurocomic, quero sair um pouco do convencional.

  • Brontops

    Também me interessei pelo Neurocomic.

    Não existe previsão de traduzir a biografia de Richard Feynman (Ottaviani e Myrick) em quadrinhos? O pouco que soube dele me interessou…

  • Curioso.