Salvat cancela coleção Tex Gold antes do previsto

Por Samir Naliato
Data: 10 maio, 2019

Em março, a Salvat anunciou o cancelamento das três coleções de quadrinhos da Marvel que estava publicando. A única que chegou até o final foi Os heróis mais poderosos da Marvel, sendo que as outas duas – A coleção oficial de graphic novels Marvel e A coleção definitiva do Homem-Aranha – foram interrompidas (saiba mais aqui).

Já a coleção A Espada Selvagem de Conan, que chegou a ser aberta para assinaturas, foi cancelada antes mesmo de ser distribuída para as bancas.

A única que restou foi Tex Gold, programada inicialmente com 60 volumes. Ao cancelar as coleções da Marvel, a editora havia assegurado que Tex Gold continuaria a ser lançada, e passaria a ter periodicidade semanal a partir do número 33.

Entretanto, isto não ocorrerá mais.

Diversos assinantes estão dizendo que a Salvat teria cancelado suas assinaturas sem solicitação, e o site português Tex Willer Blog informou que o encerramento acontecerá no volume 40.

O Universo HQ conseguiu contato com a editora via atendimento ao cliente, e foi informado que a coleção pararia de ser distribuída nas bancas, mas continuaria para os assinantes e as edições ficariam disponíveis para venda no site da Salvat.

Mas o discurso foi diferente para os assinantes, e alguns já receberam o comunicado de cancelamento. Outros, que tentaram contato com a editora, foram informados de que a coleção foi descontinuada e não receberão mais os próximos volumes depois do número 26.

O último a chegar nas bancas foi Tex Gold #30 – A Balada de Zeke & A Caravana do Medo.

A página oficial da coleção Tex Gold no Facebook ainda não se pronunciou a respeito.

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Digo Freitas

    Acho que depois dessa, a editora jogou uma pá de terra sobre ela mesma.
    Eu desconfiei mesmo quando cancelaram todas menos Tex.

    • RPL

      Devem estar indo embora do Brasil

  • Marco Antonio Maia

    A expressão “dar um tiro no pé” cai feito uma luva pra Salvat… Santa incompetência, Batman!!

    • apache

      Afinal vai sair até o número 40 ou nem isso?

  • Alexandre Floquet da Rocha

    Cheiro de falência no ar.

  • Robert Roger Grosch Neto

    Também acho que esse é o fim da Salvat. Mas entrou para a história das hqs no Brasil, dando início à grande onda dos encadernados por aqui. A Salvat arriscou e mostrou que havia mercado para isso no Brasil. Pena que as coisas fugiram ao controle, com preços cada vez mais abusivos pelas diversas editoras, especialmente a Panini. Assistimos à ascensão, agora veremos a queda. Triste.

  • Sem Conan, quero que o resto se dane.

    • prsgrind

      De Acordo!

      • apache

        Só restou o Príncipe Valente.

    • Isaura Luiza Paramysio

      Colega, se Conan é a única coisa que ti importa, problema teu, mas tenha o mínimo de respeito pelas pessoas que colecionam aquilo que pouco ti importa, pode ter certeza que tem muita gente não se importa com Conan mas demonstra o mínimo de respeito por quem coleciona ao invés de dar um “que se dane” pela coleção que não veio(*).

      (*) em tempos, não veio por causa daquele imbróglio da Marvel ter comprado os direitos e não por Salvat esta “mal das pernas” até mesmo por que ela estava a todo vapor na época do ocorrido.

    • Alessandro Souza

      Apoiado.

  • prsgrind

    Não dá pra confiar em NENHUMA empresa deste setor…

  • 0-Drix

    A bolha estourou! Agora, edições das coleções da Salvat estão sendo desovadas nas bancas com preços entre 19,90 e 25 Reais.

    • Matt Santos

      Então era por isso que tava aqueles montes e montes de encadernados da Marvel na banca da República aqui em São Paulo

  • Lourenço Romano Jr.

    Sabe aquela expressão: “os olhos maiores que a barriga”…

  • Thiago A.

    Tem que ser muito pretensioso pra acreditar que uma coleção dessa iria pra frente.

    • Celso H. Kaiser

      Pq?

      • Thiago A.

        Tex cara? Quem além dos fã fanáticos e hardcore compra isso?

        • Alessandro Souza

          Thiago, com todo o respeito, mas Tex é um personagem que a mais de 50 anos vende bem no Brasil.

        • Diego Berlezi Ramos

          Eu sou leitor assíduo de Marvel e DC, mas recentemente comecei a ler alguma coisa de TEX. O material não é ruim e a parte boa é que você não tem sagas intermináveis com milhares de vínculos em centenas de revistas. Isto é, as histórias tem começo, meio e fim.

    • apache

      E qual coleção no Brasil vai pra frente?

      • Thiago A.

        🙂

      • Marquito Maia

        Falando só de HQ: a coleção STAR WARS da Planeta DeAgostini publicou os 70 números prometidos…

    • Márcio dos Santos

      Tex é publicado no Brasil desde 1971 e atualmente é o personagem com mais títulos sendo publicado:

      Almanaque Tex
      As Grandes Aventuras de Tex
      Maxi Tex
      Platinum Tex
      Tex
      Tex Coleção
      Tex Edição Especial Colorida
      Tex Edição Histórica
      Tex Gigante
      Tex Gold
      Tex Graphic Novel
      Tex Ouro
      Tex Willer

      Tudo isso está saindo atualmente em banca, sem falar nas edições especiais não-periódicas (Tex Apresenta: 100 Anos de Galep, Tex – A Volta de Mefisto, Tex – O Sinal de Yama) que foram publicadas pela Mythos no ano passado

  • Gonçalo

    Antes de descer o cacete na Salvat, é preciso responsabilizar a Editora Abril que, com sua distribuidora (monopolizadora do mercado), deu calote nas editoras, como fizeram os bandidos da Cultura e da Saraiva. As coleções da Salvat ficaram uns dois meses sem distribuição e isso fez muita gente desistir das coleções, o que quebrou as pernas da editora. Sejamos responsáveis em nossas considerações e saibamos dividir as responsabilidades.

  • Mestre Kame

    Salvat se empolgou e teve o olho maior que a barriga, lançou muito material mediano e expandiu coleções sem a menor necessidade… Agora deu no que deu. Com o cancelamento de TEX, ela deve sair do Brasil ou reduzir bastante seus produtos no mercado

  • Ronilson Teles de Sousa

    Eu sabia, e não precisava perguntar para ninguém, que nós, fãs de quadrinhos, estávamos vivendo uma fase de ouro nas publicações de HQs no Brasil. Sempre dizia para meus conhecidos que nós éramos privilegiados e justamente porque estávamos participando dessa bela fase que dificilmente voltará a se repetir. Vivemos e fazemos parte dessa história, desse boom de coleções e publicações diversificadas para todos os gostos. Eu confesso que já estou com saudade desse tempo e vai fazer muita falta não ver mais essas publicações nas bancas, nas comics shops e nas redes sociais sendo compradas, comentadas e curtidas pelos leitores.

  • Osmar de Luca

    Fala News. Já recebi 27 E 28 e estou para receber 29 e 30, que já está em distribuição.

  • “Os heróis mais poderosos da Marvel” foi concluído mais ou menos… no exterior teve mais edições. Aqui encerrou o previsto, mas não publicaram tudo.

  • Jefferson Ricardo

    Coleção muito linda. Mas é foda esses cancelamentos. Não peguei elas pq tava comprometido já com as vermelhas, pretas, homem aranha e as eaglemoss DC. E ainda tava esperando as do Conan. Mas agora Babau tudo. Peguei a 1 do principe valente da Deagostini pra ver se presta. Rs. Enquanto isso a Eaglemoss expandindo a coleção Sagas Definitivas parece estar indo bem.

  • Leandro Silva

    Um amigo aqui em Marília recebeu até o número 24, o outro recebeu até o número 30, ambos por assinatura, e ambos foram informados que estes eram as últimas edições lançadas e que aguardassem a chegada nos próximos números para dentro em breve. Na hora eu não entendi; na mesma semana, na mesma cidade, dois colecionadores que começaram suas assinaturas questão de um mês de diferença receberem números totalmente diferentes; agora, está explicado.
    Depois ainda me achincalharam no Facebook por eu estar totalmente desconfiado dessa enxurrada de lançamentos todos de uma vez aqui no país nessa crise econômica que o Brasil vem passando nos últimos anos, e questionei para muitos como o mercado nacional de quadrinhos estava dando conta do recado e cada vez mais coleções sendo anunciadas.
    Hoje compreendo bem que era pura maquiagem e especulações e esperanças. Falta de logística total, ou má fé mesmo – pois num país onde não cresce empregos e o poder aquisitivo continuava baixando, uma empresa chegar com dois pés na porta e ir lançando mais de 5 coleções, todas caríssimas (sem contar Eaglemoss, De Agostini, etc…), nem precisava ser muito pessimista pra saber onde isso tudo iria dar.

    • Leonardo

      E eu, aqui no RS, recebi até a 26 e ainda não recebi nenhum comunicado da Salvat…

  • Eduardo A. Rebouças

    Nunca mais começo nenhuma dessas “coleções completas”. Que decepção. Sou grato por terem me introduzido a Tex, mas depois de mais de 30 edições compradas, não fico com um pingo de vontade de apoiar mais a Salvat nem nenhuma outra editora que lança esse tipo de produto. Essa foi a primeira e última coleção que compro. Vou pegar o restante das edições pelo conteúdo, mas depois disso, nem mais um centavo para eles.

  • Marvin

    Que raio de distribuição é essa que se restringe a bancas e o site deles ? Deveriam poder entregar nos mais diversos meios. Quem sabe não estariam publicando tudo podendo vender em comic shop, livrarias, online fora do próprio site