Salvat lança Tex Gold, coleção de luxo em capa dura

Por Marcus Ramone
Data: 21 abril, 2017

A nova coleção de encadernados de luxo em capa dura lançada pela Salvat pegou de surpresa os colecionadores.

Sem nenhum aviso – não há informações sobre a publicação no site da editora –, chegou às bancas de algumas cidades do interior de São Paulo a coleção Tex Gold, que promete reunir grandes HQs do famoso personagem de faroeste dos quadrinhos, cujas aventuras têm sido publicadas no Brasil pela Mythos e saem originalmente na Itália, pela Sergio Bonelli Editore.

A notícia foi divulgada pelo site O Vício, que também revelou imagens do lançamento.

Como já aconteceu em outras coleções nesses moldes, esta primeira fase é um teste de mercado. A continuidade só é definida, geralmente, após o lançamento de quatro edições. E a Salvat certamente abrirá para os fãs a opção de assinar toda a série, para receber os exemplares em casa.

Assim como em Graphic Novels Marvel e Os Heróis Mais Poderosos da Marvel, ao final da coleção Tex Gold os volumes formarão um painel nas lombadas.

O primeiro volume, que custa R$ 9,90 (promoção especial de lançamento) e vem com um folheto-pôster informativo sobre as demais edições, apresenta a HQ O profeta indígena, publicada no Brasil em Tex Gigante # 20, em outubro de 2007.

Na aventura, um jovem profeta pele-vermelha quer restaurar o orgulho dos Hualpai e, para isso, reúne um numeroso exército formado por todas as tribos do deserto, a fim de expulsar para sempre os homens brancos das terras do Sudoeste.

De acordo com as explicações do folheto, Tex Gold apresentará somente histórias em quadrinhos coloridas, retiradas de todos os especiais italianos do personagem – como Texone (Tex Gigante) –, incluindo HQs inéditas no Brasil.

A série da Salvat é homônima da italiana, que substituiu outra coleção em cores que durou 239 volumes. A duração da coleção brasileira não foi informada.

Se não ouviu ainda o episódio do podcast Confins do Universo sobre os quadrinhos da Sergio Bonelli Editore, é só clicar neste link.

• Outros artigos escritos por

.

  • Ricardo Cley

    Ai meu dinheirinho …

  • 0-Drix

    239 volumes! Pela Salvat do Brasil? Entrará para o Livro dos Recordes em quantidade de erros de revisão!
    É certo que comprarei o primeiro e um ou outro, de acordo com a importância da história e o valor custo-benefício.

    • Marcus Ramone

      Não serão 239 volumes pela Salvat, essa quantidade é apenas da coleção original italiana. ;-)

      • 0-Drix

        Ah, valeu! Mas imagino que se vender bem, rola uma expansão e os pedidos para a expansão da expansão, até chegar aos 239!

  • Isaura Luiza Paramysio

    Embora eu não seja chegda nas cores em Tex.
    Quero com certeza.
    Só falta saber quando sai.

    Saudades da checklist do UHQ.

  • Alessandro Souza

    Uhulll!!!!!!! Enfim a Salvat publica quadrinhos que prestam!!!!!

  • Rafael Nunes

    Colorido nao, tinha que ser PB. :(

  • Wilson Sacramento

    239 foi a série colorida com as Revista TEX (colorização das revistas Tex que p/b), aqui no Brasil sai na revista TEX em CORES da Mythos Editora e segue no nº 32 …

    Esta coleção Tex Gold foi publicada com a colorização (antes era em p/b) com os volumes MAXI TEX e os TEX Almanaques.

    Algo que segue estranho, é a não presença da editora Salvat licenciada no site da Bonelli … vejam que a Lorentz com o Dylan Dog, já consta:
    http://www.sergiobonelli.it/sezioni/660/licensing

    • Barcellos.matheus

      Talvez exista uma cláusula de quebra de contrato se nao passar da fase de testes e por isso não botaram.

  • Timothy Daltonico da Terra 2.0

    Opa. Esse sim penso seriamente em comprar. mesmo que sejam os famigerados *glup* 39,90

    • Tiago Essashika

      Mas ainda é muito melhor que os preços abusivos praticados pela Mythos. No Brasil existem duas opções: ou você coleciona quadrinhos das outras editoras ou coleciona quadrinhos da Mythos. Colecionar os dois iria custar uma fortuna!

  • Leandro Mártires da Cruz

    Tenho os 12 volumes gigante em cores, mas vou comprar esse também

  • Pela foto do desenho da imagem final na lombada dos encadernados, serão 60 edições.

    • VAM!

      Inicialmente sim, mas a coleção pode ser muito bem estendida, David.

      Note que essa lombada não é composta de uma única ilustração linear, são três diferentes, “emendadas” de forma a parecer uma só.

      Abs,
      VAM!

  • Marcus Ramone

    A Mythos já cancelou Tex Gigante em cores desde o ano passado.

  • Eduardo Cesar Diniz

    Levando-se em conta que um gibizinho da Mythos, tipo Tex Platinum, que é formatinho, capa mole, papel jornal, preto e branco, custa quase 27,00 pilas e a coleção Tex Gigante em Cores, com edições de luxo, capa dura e colorida custa 80,00 pilas, vai ser um deleite se essa coleção se manter em 39,90. Vale a assinatura!

  • Heberton Arduini

    Quando todos esperavam uma coleção do Conan eis que vem essa… Uma boa e surpreendente noticia. Ao contrario da do Homem Aranha, mesmo que se não publicarem as melhores historias do Tex, pelo menos não tem problema, pois nunca li historia ruim dele.

    Tomara que va pra frente ao contrario da do Asterix.

  • Ainda tenho esperanças que a D’Agostinni lance a Coleção da Espada Selvagem de Conan. Não vou precisar de mais nada depois disso.

    http://1.bp.blogspot.com/-hcbnC3Vgs6U/VeYNtViwkxI/AAAAAAAAJxw/DZpg9Upz0_A/s1600/La_Espada_De_Conan_Fasci%25C2%25A6%25C3%25BCculo_00-page-003.jpg

  • Alexandre Pinto Harich

    Salvat Lança o MORTADELO E SALAMINHO vai vender muito !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Meu… Essa galera das coleções de capa dura vão acabar prejudicando o mercado! É muita coisa saindo ao mesmo tempo e tudo caro, capa dura, difícil de encontrar, e o preço vai aumentando… Chega uma hora que os leitores vão começar a abandonar isso tudo… Isso pode vir a ser algo muito parecido com o mercado das capas variantes holográficas especiais dos anos 90, mantidas as devidas proporções.

    • Alex Winchester Grimes Kent

      bingo!

  • Kael Ladislau

    Empolguei por causa do boom com o personagem que essa série já está trazendo! Tex tem um público fiel, porém velho… Isso pode dar um gás a mais que o título sempre precisou. Outro ponto: o valor! Esse tipo de publicação não é nova para Tex, levando em conta os belíssimos Tex Edição Gigante Colorida da Mythos, que fazia um ótimo trabalho, mas bem salgado…

    Não sou fã da colorização das histórias em PB de Tex, mas esse tipo de coleção eu não posso perder, até por causa da lombada, que era um desejo que eu tinha já com outras coleções do Personagem! Aproveitem, moçada! Na lista de testes está “Patagônia”, um clássico de Tex, bem recente!

  • Josival Fonseca

    Tá ficando cada vez mais difícil em se colecionar aqui no Brasil, a grana e o espaço tá ficando pouco pra tanta coisa boa.
    É provável que eu compre algo desta, tudo, não sei?! Mas sei que Tex tem muita hq de boa qualidade. Tenho boa parte do gigante em p&b, e valem a pena mesmo!
    A que espero realmente é A Espada Selvagem de Conan, e diante de tantas coleções, é quase certeza que seja lançada também neste oceano de boas publicações.

  • Diêgo Silveira

    Por gentileza, alguém saberia informar o tamanho de cada uma das edições? Não número de páginas, mas largura e altura. Obrigado.

  • Banzé Menezes

    Se fosse pela Mythos seria uns 80 reais, hoje em dia.

  • Pedro Bouça

    Vão parar de ser publicados sim. A Salvat deve reeditar os que já saíram pela Mythos.

  • Dimas Mützenberg

    Normalmente essas coleções têm 60 edições. A série original de Ken Parker tem 59 edições. A conta fecha, hein?

    • Alex Winchester Grimes Kent

      e tem que ser com 60 edições?
      me poupe.
      mesmo que inicialmente as coleções da marvel da salvat e da dc da eaglemoss tenham esse número, não implica que esse valor seja petrificado, ah, vá…

      • Dimas Mützenberg

        Não, não tem.

  • Dimas Mützenberg

    Exatamente. O que quis dizer é que pelo padrão dessas coleções, onde as 60 edições já são consolidadas, testadas e aprovadas comercialmente, caberia muito bem as 59 edições da primeira série de KP. Mas sim, nada impede de adotarem outro formato, inclusive abraçando a obra completa, que como você bem falou, merece ser publicada eternamente.

  • Salvat podia lançar encadernados da Júlia Kendall.