Segundo volume de Sharaz-De, de Sergio Toppi, em pré-venda

Por Sidney Gusman
Data: 25 maio, 2017

Em 2016, a Figura, capitaneada pelo quadrinhista Rodrigo Rosa, estreou no mercado de quadrinhos com o álbum Sharaz-De – Contos de As mil e uma noites, do italiano Sergio Toppi. E, devido ao sucesso dessa primeira empreitada (o livro esgotou), a editora acaba de anunciar a pré-venda do segundo volume da obra.

Toppi produziu o segundo volume de Sharaz-De mais de 25 anos depois dos episódios do primeiro livro. Foi um pedido do editor e agente francês do autor, por causa do êxito do tomo inicial, lançado na França apenas em 2000.

Sharaz-De – Contos de As mil e uma noites – Volume 2  apresenta três contos, um deles colorido. A edição tem formato 21 x 29,7 cm, 64 páginas em papel couché fosco, capa dura e custa R$ 49,90. Mas na pré-venda da Figura, a obra pode ser adquirida com 15% de desconto neste link.
Confira algumas imagens do álbum, cedidas ao Universo HQ em primeira mão.
.

• Outros artigos escritos por

.

  • Benício

    Esperando que lancem uma promoção conjunta dos dois números.

  • VAM!

    Olá Sidney!

    Sempre que vejo qualquer notícia relativa ao Toppi, lembro da entrevista dele ao UHQ onde explicava os motivos pelo qual, declinou da oferta de realizar um Texone.

    Caramba seria espetacular, vê-lo retratar o Oeste Selvagem e as possíveis tribos indígenas que participassem do especial…

    Abs,
    VAM!

    • Pedro Bouça

      Ele fez muitos westerns na vida. Só não fez Tex.

  • O primeiro volume tinha 160 páginas por $80. Este tem apenas 64 por 50. Será que não daria pra fazer tudo num único volume por menos de $130? Parece um caso meio óbvio de exploração…

  • Pedro Bouça

    Bem, eu só comparei os primeiros números, que são os que eu tinha na edição da Panini, e não vi o texto inteiro (o que seria um tanto obsessivo!), mas entendo que o Berardi fez algumas alterações para a versão da Mondadori. Recordo um ou dois balões redundantes que foram suprimidos, por exemplo.

    A edição da Mondadori é superior em formato, papel e qualidade da edição em geral. O conteúdo redacional (artigos) das duas é diferente, mas pareceu ser mais volumoso na versão da Mondadori, que também inclui o inédito final da série (feito especificamente para essa coleção!), dois cadernos de capas e um punhado de histórias curtas que penso que não estão na versão da Panini. Portanto, para quem tem interesse em Ken Parker, a da Mondadori é muito superior! Definitiva, até.

    No entanto, quem tem interesse nas outras obras de Berardi e MIlazzo além de Ken Parker pode se interessar pelos últimos três números da coleção da Panini, que contém várias outras obras de Berardi e Milazzo. Algumas já saíram no Brasil (Tiki, Tom’s Bar, Marvin), outras não (O Homem das Filipinas). Claro que essas HQs já foram publicadas (e tenho certeza de que serão novamente) na Itália em edições melhores no passado, mas elas podem ser difíceis de encontrar hoje em dia.

    A da Panini também é mais curta (45 x 50 volumes) e barata, se esse for um fator.

    Em suma, prefira a da Mondadori, mas, se tiver curiosidade pelas outras obras da dupla, os últimos números da coleção da Panini podem ser interessantes.

    Vale dizer que qualquer uma das outras é BEM superior às mal impressas edições brasileiras de Ken Parker!

    • Pedro Bouça

      Ah, uma vantagem que eu ia esquecendo da versão da Mondadori: Ela é vendida pela Amazon italiana, o que facilita muito a aquisição no Brasil!

      Cuidado para não confundir com as outras coleções de Ken Parker da Mondadori (“Classic” e “Colori”). Elas são incompletas e, a meu ver, dispensáveis!

      • Mr. Wolf

        Perfeito, Pedro! Esclareceu tudo e mais um pouco, muito obrigado! Espero que um dia republiquem desde o começo Ken Parker no Brasil com a mesma qualidade que estas edições italianas. Valeu novamente!

        • Pedro Bouça

          Infelizmente as edições que saíram no Brasil até agora não são promissoras nesse sentido. E o editor não larga a mão do personagem…

  • silas.

    Cofre!