Spoilers sobre Rebirth vazam antes da hora, e DC divulga preview

Por Samir Naliato
Data: 21 maio, 2016
Aviso aos leitores: este artigo lida com fatos recentes do Universo DC, divulgados na mídia norte-americana, que ainda são inéditos no Brasil. Por isso, aborda acontecimentos que certamente podem prejudicar o prazer de sua leitura no futuro.

 

“O futuro (e passado) do Universo DC começa aqui. Não pule para a última página. Não deixe seus amigos ou a internet arruinarem a surpresa. Não diga que não avisamos!”

Esta é a sinopse oficial de DC Universe – Rebirth (Universo DC – Renascimento), a edição especial de 80 páginas escrita por Geoff Johns que revelará surpresas e dará início a nova fase dos quadrinhos de super-heróis da DC Comics, com o objetivo de retornar à essência dos personagens e voltar a apresentar aspectos mais clássicos da editora.

Mas parece que o aviso foi em vão.

Cinco dias antes do lançamento da revista, que chegará às comic shops norte-americanas (e digitalmente) no próximo dia 25 de maio, massivos spoilers foram divulgados na internet.

“Wally West está de volta. Há três Coringas. A Sociedade da Justiça original está de volta. Watchmen é agora parte do Universo DC e responsável pela perda do tempo”, dizia a postagem de um usuário do site Reddit, junto com as fotos de duas páginas internas, que mais tarde foram deletados. Mas já era tarde demais.

Página de DC Universe - RebirthPágina de DC Universe - Rebirth

A notícia correu sites e redes sociais mais rápido do que o Flash, e a DC se viu na posição de ter que autorizar resenhas que estavam embargadas até a data de lançamento. Além disso, a editora divulgou um preview de seis páginas.

De acordo com informações que vieram no desenrolar da notícia, Dr. Manhattan, da célebre graphic novel Watchmen (escrita por Alan Moore e ilustrada por Dave Gibbons – leia aqui a nossa crítica) é o grande responsável pelo que aconteceu nos últimos anos na cronologia do Universo DC, incluindo o reboot de 2011, batizado de Novos 52.

Exatamente como isso teria sido orquestrado por ele, e o porquê, não havia sido detalhado até o fechamento deste artigo. Entretanto, vale lembrar que, ao final de Watchmen, Dr. Manhattan se exila considerando a possibilidade de ele mesmo criar vida. E em Antes de Watchmen – Dr. Manhattan (leia o review aqui) é mostrado o início dessa experiência. Haveria alguma ligação?

Entretanto, agora parece que sabemos de quem é a misteriosa mão que os heróis tentam alcançar na capa da edição, e especulado na matéria “12 curiosidades sobre Rebirth e os planos da DC Comics”, publicada pelo Universo HQ no mês passado.

Além disso, o Wally West tradicional também está de volta com seu uniforme de Kid Flash e lembranças da antiga continuidade. O herói em sua encarnação clássica não era visto desde a reformulação promovida após a saga Ponto de Ignição. A razão, explicada na trama, é que ele estava perdido na Força da Aceleração, e seu retorno serve de fio condutor para toda a narrativa.

Clique na galeria abaixo para ampliar as seis páginas divulgadas oficialmente (cuidado com outros spoilers revelados nestas imagens). DC Universe – Rebirth conta com desenhos de Phil Jimenez, Ethan Van Sciver, Ivan Reis e Gary Frank.

.

DC Universe - Rebirth

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Black_Panther69

    Ter três Coringas me incomodou mais do que o Dr. Manhattan ser o “criador” do Universo DC…

    • André Leandro

      Ele não é o criador e os três Jokers certamente não serão do mesmo universo.

    • André Leandro

      Ao que tudo indica ele é um dos, um dos… Culpados pelo New 52 agora não sabemos quem mandou ele fazer isso e nem a que propósito…

  • Canoa Furada

    É uma bela homenagem ao Escritor Original. Espero prefácio assinado por ele.

  • Transeunte

    Que zona, talvez a minha senhora mãe arranje um trampo aí.

  • E lembrem-se que o Jhons é um dos responsáveis por isso, e tá deixando os quadrinhos pra ser o bambambam do universo cinematográfico da DC, então preparem-se

  • Morfeu/Sandman/Sonho/Devaneio

    Mais ficar 2 Wally West? Já tem imagem do Wally negro .

    • MateusDrake

      E qual o problema?
      Tivemos dois Batmen durante aquela época que o Dick era Batman junto ao Damian, e o Bruce era do Batman, Inc, dentre outras várias situações do tipo.

      O Wally-N52 vai ser membro dos TItãs do Damian, e vai ter uma dinâmica focando esse lado “adolescente”, e o Wally-New Earth, apesar de não sabermos que rumo terá, está aí para agradar todos os fãs das antigas que ficavam implorando por ele…

      • Morfeu/Sandman/Sonho/Devaneio

        É que não é a mesma identidade, é a mesma pessoa, parece que inventaram que são primos que foram ambos batizados com o nome do avô .

        • MateusDrake

          Primos distantes, personalidades bem diferentes, e um não tinha poderes Pré-Flashpoint (nem relevância) e passou a ter na ausência do outro, sei lá, até faz sentido para mim.

  • João Júnior

    Depois de gastar muito dinheiro naquelas histórias pessimas dos novos 52, eu não ouso arriscar novamente em novas histórias da DC.

    • Kaladin

      Entendo perfeitamente o que quer dizer, porque logo no começo dos Novos 52, eu abandonei totalmente a DC. Contudo, Rebirth vem com a promessa e fatos cada vez mais concretos que pretende reparar o estrago feito e trazer de volta toda a essência do que realmente é o universo DC.

      • Victor

        Seeeerto…. a mesma promessa que a DC fez sobre os Novos 52.

        • Kaladin

          A promessa de Os Novos 52 foi “renovar o universo DC tornando-o mais simples e acessível a uma nova geração de leitores”. A premissa já era ruim desde o início, e como sempre que isto é feito, novos leitores regulares não surgem e os leitores antigos partem.

          A proposta/ promessa de Rebirth é justamente o oposto: Trazer a riqueza e legado do cenário de volta, resgatando décadas de histórias e relacionamentos perdidos.

  • 0-Drix

    Acho que tem de do do Grant Morrison nessa fuzarca!

  • Silvio César

    E a lixeira do Alan Moore nunca foi tão revirada quanto agora….

  • O Primeiro e o Maior

    E Geoff Johns solda passado e presente e toda a Tradição DC! Tacada de mestre! A última tacada de gênio de Johns? Sabem afinal de quem é essa mão? A mão que criou o Universo DC? Renascimento…
    EU AMO A TRADIÇÂO DC! e ele está sendo recuperada agora!

    • Kaladin

      Concordo plenamente.

  • Leandro Morato

    Qual é o estimulo de ler uma história que se reinicia a cada 3 anos?

    • Durdley

      5* :v
      mas mesmo assim, chega a perder a graça, eu espera que os Novos 52 fossem eternos

      • Kaladin

        Acho que a intenção original dos editores era usar os Novos 52 como “base” para o universo DC. Mas como a ideia foi mal executada e havia buracos imensos de continuidade (Ex: Hal Jordan confirmou que Coast City foi destruída, fato que se deu originalmente por conta de desdobramentos causados com a morte do Superman. Contudo, o Superman daquele universo nunca havia morrido), a DC precisou repensar sua estratégia. Isto somado ao abandono em massa dos fãs mais antigos e à perda de muito do legado da editora fez com que finalmente se dessem conta de que precisavam voltar às origens.

    • Gabriel Inacio

      Isso não é um Reboot :)

  • André Leandro

    Watchmen é da DC e sempre foi, tem que usar sim, e em um próprio review que saiu, Rebirth ganhou 10/10 de nota, se realmente estiver ruim, bom apenas ignoramos, se não estiver ruim só temos o que ganhar com isso, apenas aguarde para tirar suas próprias conclusões.

    • Leandro Silva

      Watchmen é claro que é da DC, mas certas coisas não se mexe, e não falo isso por falso preciosismo, mas por ver o quanto isso limita a criatividade e fica o peso da importância da obra original e as comparações são inevitáveis. Tivemos sim o “Antes de Watchmen”, tivemos continuações e spinoffs de “Reino do Amanhã” e agora o volume 3 do “Cavaleiro das Trevas”; algumas coisas não estragaram o original, mas não passaram de sombras e totalmente dispensáveis. Mas sempre existe sim o risco de se perder o valor, ou vai me dizer que o mundo não seria um lugar beeemmm melhor se NÃO existisse “The Dark Kinght II”? Mas, tenho uma palavra em minha defesa, no final de tudo: “O que pode ser pior do que “Novos 52”, “DCYou” ou mais ainda “Convergência” (salvo algumas preciosas exceções) ??? Vamos aguardar e ler, não é mesmo! Estou sedento por ótimas histórias do Flash, do Superman, dos Novos Titãs…

  • Kaladin

    Minhas expectativas em relação a Rebirth estavam muito altas quando soube do retorno do Superman do universo pré Novos 52. Agora, sabendo sobre a volta da Sociedade da Justiça original e principalmente do Wally West original, estou extremamente satisfeito.

    Muito obrigado pela ótima matéria.

  • Alessandro Souza

    Hummm. Ok. Agora uma pergunta aos nerds: Quando Krona viajou no tempo ate a origem do universo ele viu uma “mao” criando o universo. Essa mao nunca teve explicaçao. Nao seria ela do alter-ego de mr John Ostermann?

  • Marcelo Pinguim

    Parem. Só parem.

  • Dimas Mützenberg

    Nãããããããããooooo!!!! Por quêeeee???

  • Marco1964

    O Alan Moore devia conjurar um feitiço pra fazer desaparecer do mapa a equipe editorial da DC!!!!

  • Ersatz

    É a DC colocando sensacionalismo antes de boas idéias. Uma pena pois esperava algo que soasse menos como uma decisão engendrada pelo departamento de marketing da editora.

    • Leandro Silva

      Tiros de desespero pra ver se acerta. Afinal, a situação da DC nas vendas está precária. Mas, vamos ver se seremos agraciados por uma boa ideia.

      • Ersatz

        Mesmo não inspirando muita confiança esse tipo de evento sempre rende boas histórias. É esperar pra ver.

        • Leandro Silva

          Nessas alturas, depois da qualidade duvidosa dos Novos 52, até “Convergência” rendeu rsrsrs

  • Pulando o Corguinho

    Rebirth nas Infinitas Terras!

  • Jeferson

    Parei de comprar e ler a DC por estas e outras. Faltam bons autores e, consequentemente, boas histórias. Recentemente resolvi comprar a edição encadernada de Liga da Justiça dos Novos 52, pelo Geoff Johns, e fiquei decepcionado. A Marvel vem dando show, e olha que nem está esta maravilha toda, só que em terra de cego quem tem um olho é rei.

  • Ricardo Caldeira

    Novos 52 ferrou com a minha equipe favorita,Os Novos Titãs:a Estelar saiu e a Ravena tornou-se tão maligna e traiçoeira quanto o pai,além de ganhar um visual pavoroso!Se consertarem pelo menos isso,pra mim já vai estar de bom tamanho.

  • Lorar

    Desde que fiquei sabendo da notícia, estou sem reação.

    Espero de verdade que o resultado seja o melhor possível! Estou doida para ver o desenrolar dessa história.

  • Fabbio Fratt

    O curioso caso de que: Cada vez que leio uma notícia sobre a DC menos eu quero ler uma HQ da DC… lembro de começar a ler ‘Future’s End’ que começou muito bem e depois teve anticlímax mais desleixado que já foi escrito… não consigo me interessar por nenhuma história da DC a muito tempo… saudades de quando ‘crise’ não era um recurso bienal de editoração…

  • Dimas Mützenberg

    Acho que combinava mais se quem criasse o universo dos Novos 52 fosse o Comediante e não o Dr. Manhattan.

  • Heberton Arduini

    Maldito Manhattan, então é culpa dele os novos 52 !

  • Jones Alves

    Usar o Dr Manhattan como criador dos novos 52, é uma baita muleta, para justificar as péssimas histórias que foram feitas… Será que é tão difícil focarem em criar bons roteiros, sem querer ser “épico” a cada quadro?…ta foda acompanhar hqs mensais…

  • vir

    Nada é mais sagrado nessa vida! Que loucura! Era melhor ter usado a convergência para colocar ordem na casa e essas desculpas de última hora. Soube que levaram dois anos para planejarem essa ideia. Por isso que Crise nas Infinitas Terras é a melhor história da DC, depois dela tudo foi copia e copia de Crise Infinitas. Eles deveriam melhorar os roteiros das histórias, parar com esse fim de mundos e levar a sério os personagens. Nunca gostei do Superman 52 e os Novos Titãs. Me lembro quando lia as histórias na época da Abril e eram tão boas que hoje são consideradas clássicos. Gosto dos personagens mas não entendo o que querem fazer!

  • vir

    Adorava as histórias do Super-homem depois da 1ª Crise, curtia cada edição e principalmente as explicações para a sua origem. Deveriam ter respeitado o trabalho feito pelos artistas dessa época. Tava tudo bem explicado e de uma hora para outra veio os anos 90 e booomm!! Toda a qualidade vai embora e fica apenas as referências. Estou relendo muita coisa e fica claro isso. Engraçado que todo mundo reclama mas parece que nada chega aos ouvidos das pessoas responsáveis por essas histórias.

  • Kaladin

    Tive a oportunidade de ler Rebirth 1, e sem dar mais spoilers, digo que foi disparado não só melhor história da DC que li na última década, mas talvez o melhor trabalho que Geoff Johns já escreveu. Ele realmente conseguiu trazer de volta o clima de saudosismo e de legado do universo DC antes do ultraje que foram os Novos 52, e mostrou com muita clareza o rumo que a editora está tomando a partir de agora.

    Eu havia simplesmente desistido da DC no primeiro ano dos Novos 52, mas agora, tive a impressão muito nítida que se o plano por trás de Rebirth for executado como Johns expôs aqui, a verdadeira DC voltará, e em sua melhor forma.

  • José Carlos Polenta

    são estórias bem fodas e o pessoal dando rage , vai entender……..