Confins do Universo 035 – Histórias de Editor

Por Samir Naliato
Data: 24 maio, 2017

Leandro Luigi Del Manto é um dos mais longevos editores de quadrinhos ainda em atividade no Brasil. Iniciou sua carreira em 1987, na Editora Abril, onde trabalhou em revistas com personagens da Marvel e DC Comics, dentre outros projetos.

Desde então, não parou mais. Na Editora Globo, foi responsável por comandar a divisão de quadrinhos, e editou títulos como Sandman, Akira e Wizard Brasil, além de trazer aos leitores brasileiros algumas das primeiras publicações da então editora estreante Image Comics. Passou ainda pela MSP, Metal Pesado e fundou sua própria editora, a Pandora Books. Há mais de uma década, edita os lançamentos da Devir.

Neste episódio de Confins do Universo, batemos um papo com Leandro Luigi a respeito de sua carreira. Prepare-se para diversas curiosidades e muitas histórias de bastidores do mercado nacional de quadrinhos dos últimos 30 anos.

.

Participantes

_____________________________________________________________

Confins do Universo recomenda

_____________________________________________________________

Comentado neste programa

_____________________________________________________________

Contato

Envie a sua mensagem com sugestões, elogios ou críticas: podcast@universohq.com
Mensagem de voz via Whatsapp para (11) 94583-5989
Redes sociais: Twitter – Facebook – InstagramGoogle+Youtube

_____________________________________________________________

Assine o Confins do Universo

Feed RSS – http://podcast.universohq.com/feed/
iTunes Store

_____________________________________________________________

Confins do Universo em vídeo

Canal do Universo HQ no YouTube

_____________________________________________________________

Edição e Sonorização

O Confins do Universo é editado por Rádiofobia Podcast e Multimídia.

_____________________________________________________________

Narração de abertura e encerramento

Guilherme Briggs – Twitter – Facebook – Instagram

_____________________________________________________________

Logotipo e edição de vídeo

Damasio Neto – Facebook – Instagram

_____________________________________________________________

Ilustração do Confins do Universo

Daniel Brandão – Twitter – Facebook – Site Oficial


Confins do Universo

• Outros artigos escritos por

.

  • Leomar Lima

    Ô glória.

  • Flávio de Almeida

    Rapaz, o Del Manto começou a trabalhar bem na época que eu comecei a ler Marvel/DC, Sandman e Akira! =D
    (E eu também fazia o lance de esconder a revista… Meu pai tinha uma banca, na qual eu trabalhava depois da escola. Aí, para sobrar uma de recolhe e eu pegar a revista para mim, deixava atrás de alguma que não vendia, hehe! =P )

    • Caramba, você fazia parte do mundo da bandidagem desde de moleque então

      • Flávio de Almeida

        Hahaha já me redimi, paguei minha dívida com a sociedade rs

  • Leo B.

    Meus Amigos… que imersão no mercado editoral brasileiro, hein?!

    Viajei a minha infância lembrando de algumas publicações e fiquei surpreso em descobrir tanta coisa.

    Como bem diz o Sidão, um programa especialíssimo!

    Muito obrigado pela companhia que me fizeram na tarde de hoje!

  • Flávio de Almeida

    Algumas considerações:
    – O Edifício foi meu primeiro contato com Eisner e graças a essa HQ sou fã do mestre, mais do que pelo Spirit, que só fui ler mais tarde.
    – Aventura e Ficção e Conflito do Vietnã eram umas das minhas favoritas! (Moleque, 13 anos, brincava de “soldado” nos terrenos abandonados perto de casa, rs)
    – Trabalhando em banca, eu usava o verso dos cartazes como rascunho! =P Se eu soubesse… hahaha
    Belíssimo podcast! Parabéns! E obrigado! ;)

  • Eduardo Vienna

    Excelente episódio!! A equipe do confins do universo sempre se superando a cada episódio!! Muito bom!! Leandro Luigi del Manto é um editor que esta muito atuante e que mantém a paixão e o gosto por editar quadrinhos e consumi-los!! Adorei esse episódio e no aguardo sempre por mais e mais surpresas nos próximos episódios!! Abraço a toda a equipe!!!

    EduVienna

  • Rodrigo Oliveira

    Episódio excelente! Já está no meu top 5 do ano, parabéns a todos! E como informação desnecessária a mais (rsrs), entrevistas como esta, a com o JP e do próprio Sydnei estão alimentando em mim uma vontade danada de editar quadrinhos algum dia.

    • Sidney Gusman

      Opa, Rodrigo, valeu.

      Abraço

  • Gilberto Queiroz

    Parabéns pelo podcast. Muito bom saber um pouco mais dos bastidores do editorial de Quadrinhos no Brasil. Você vai ouvindo e, quando se dá conta, já acabou…Grande abraço a todos!

    • Sidney Gusman

      Obrigado, Gilberto.

      Abraço

  • Sidney Gusman

    Acho que o Leandro guarda isso a sete chaves, Marcelo.

    Valeu pela audiência!

    Abraço

  • Leonardo

    Gosto muito do trabalho do Leandro. Ótimo programa.

    Mas quero muito mesmo ouvir um Confins com o Rogério de Campos. Pra mim um dos editores brasileiros de quadrinhos mais revolucionários, tanto pela ousadia quanto pela diversidade das coisas que ele editou.

    • Sidney Gusman

      Boa sugestão, Leonardo. Ele tem muita história do mercado para contar.

      Mas editar, mesmo, o Rogério editou a ótima Animal e alguns especiais, na VHD. Depois, virou dono de editora, na Conrad, pela qual lançou muita coisa.

      Abraço

      • Leonardo

        Então foi erro técnico meu. Achava que o trabalho dele na Conrad e na Veneta envolvia a edição dos materiais.

      • Rafael Soares Duarte

        A animal merece um episódio.

  • Josival Fonseca

    Muito boa participação do Del Manto! Foi tão bom, que se ele ficasse falando sozinho por mais duas horas enquanto vocês dormiam, ficaria ótimo!
    Assim como o Leandro, a primeira coisa que fazia quando pegava um gibi ou revista como a Wizard, ia logo pra seção de cartas. Gostava demais ver os leitores serem respondidos. E como a gente ficava feliz quando tinha carta publicada. Tive uma na ESC (Abril, já perto do fim, um pouco antes da fase de Barry Smith) e outra na Conan – O Bárbaro da Mythos.
    Por falar no Conan, acho que já estou me tornando o chato de pedir um podcast da ESC. Acho que essa é a terceira vez que toco no assunto. Mas sou paciente e espero sentado enquanto repriso os anteriores.

    Abração pra todos!

    • Sidney Gusman

      Josival, da próxima vez a gente dorme, em vez de preparar a pauta cheia de perguntas bacanas que fizemos pro Leandro falar desses assuntos.

      Abraço

      • Ricardo Ferreira

        Hahahahahaha

    • Ricardo Ferreira

      Boa lembrança, Josival! Tive uma publicada em Homem-Aranha 42. E endosso a sugestão sobre um episódio sobre Conan.

    • Luiz Magno

      Eu curtia bastante quando alguma carta minha era publicada!
      Pela Editora Abril tive uma na revista Capitão América, duas na Super-Homem e na era dos e-mails, tive três publicados na revista Liga da Justiça da Panini.

  • Sidney Gusman

    Valeu, Fabian.

    Abraço

  • Sidney Gusman

    Obrigado pela audiência, Cleber.

    Abraço

  • Ricardo Ferreira

    Programa SENSACIONAL, como sempre!

    Ouvir o Leandro falando sobre quadrinhos é como abrir uma gaveta e reencontrar uma série de memórias de uma época bem mais ingênua do nosso mercado de quadrinhos.

    Agora estou ansioso pelo episódio sobre Akira! Quero ouvir a versão do Leandro sobre o episódio em que a revista foi cancelada e um leitor lá de Belo Horizonte entrou na Justiça para obrigar a Globo a publicar o final da série! Eu já conheço a versão contada pelo Nilo (que foi quem ajuizou a ação), agora estou curioso para ouvir o outro lado com o Leandro. Acho que é uma situação única na história dos quadrinhos no Brasil.

    Parabéns à equipe por mais um episódio sensacional!
    Um grande abraço, rapaziada!

    • Sidney Gusman

      Que Nilo, Ricardo?

      Abraço e obrigado pela audiência

      • Pedro Bouça

        É um rio no Egito!

        Brincadeira, acho que ele se refere ao colecionador conhecido como Nikki Nixon.

      • Essa história do processo é antigo. Escutei sobre o assunto em um sebo aqui em Pelotas/RS lá por 1997. Bem antes da popularização dos sites e fóruns de quadrinhos. Mas nunca soube se era verdade…

  • Douglas Coelho

    Excelente episódio, parabéns pra equipe!
    Me lembro de ter lido uma carta do Leandro na Heróis da TV onde ele elogiava o trabalho da Abril em comparação com as importadas que estava acompanhando.
    Realmente, ler a seção de caras era a primeira coisa que a gente fazia quando pegava em uma revista. Era ávido por saber informações e o que estava pra acontecer, visto que não existia internet na época. Cheguei a participar de um clube de leitores que se correspondia por correspondência e trocava xerox de capas de gibis importados rsrsrsrs

  • Valdir Pedrosa

    Gostei demais! Leandro Luigi Del Manto é um dos nomes que faz parte da minha vida como fã de quadrinhos. Sempre aprecio muito as entrevistas que contam os bastidores do mundo dos quadrinhos em nosso país. Essas histórias são sensacionais. Precisamos mais disso, assim como de resgatar os nomes dessas pessoas e a importância que tiveram e que têm na indústria brasileira. Permitam-me algumas sugestões de entrevistas, embora acredito que alguns dos que vou citar já tenham até sido convidados: Maurício de Souza (já pensaram um podcast com ele?), Hélcio de Carvalho, Rogério Saladino e alguns nomes que estão à frente das edições atuais da Panini, como o Levi Trindade, Bernardo Santana, Rodrigo Guerrino, Carol Pimentel, dentre outros. Acho que seria muito legal ouvir essa turma falando sobre os bastidores desse fantástico mundo das HQ’s. Equipe do UHQ, parabéns pelo trabalho. Agradecemos penhoradamente.

  • Priscila Mantovani

    Gostei muito do podcast. Como sempre amo a parte das indicações no final!! E estou ansiosa esperando o podcast sobre Akira.

  • Luiz Magno

    Sidney e companhia, que ótimo podcast! Parabéns ao Leandro pelo seu trabalho.
    Aproveitando o momento, será que o Leandro poderia dizer por que na época da publicação do Excalibur pela Globo mantiveram os nomes originais de alguns personagens? Me refiro a Shadowcat e Rogue, sendo que essas personagens já eram conhecidas no Brasil como Lince Negra e Vampira.

  • Luiz Magno

    Sidney e companhia, que ótimo podcast! Parabéns ao Leandro pelo seu trabalho.
    Aproveitando
    o momento, será que o Leandro poderia dizer por que na época da
    publicação do Excalibur pela Globo mantiveram os nomes originais de
    alguns personagens? Me refiro a Shadowcat e Rogue, sendo que essas
    personagens já eram conhecidas no Brasil como Lince Negra e Vampira.

  • Cap. Ninja

    Episódio muito bom, só tenho uma reclamação pra fazer.
    Quem escolhe a trilha de fundo está caprichando demais, aí eu me distraio tentando lembrar o nome da música e esqueço da pessoa falando, hahaha. Parabéns parabéns!
    Tem cowboy bebop de fundo outra vez ou é impressão minha?

  • camatari

    Pessoal, que programa espetacular!
    E me surpreendeu muito a desenvoltura do Leandro, parecia um veterano de podcasts. Já sabemos que ele participará do episódio de Akira, mas que venha em outras ocasiões também!
    Grande abraço e parabéns!

  • Pedro Bouça

    Ele (que é de Minas) diz que fez o processo sim. Mas a razão da demora da publicação não tem nada a ver com processo ou não: A Marvel não tinha publicado o fim da série e a Globo (que usava a edição da Marvel) não tinha portanto como publicar.

    O final saiu no Brasil seis meses depois de ter (finalmente) saído nos EUA. Entendo que isso não teve NADA a ver com processo algum.

    • VAM!

      Valeu, Pedro!

    • VAM!

      No livro do Morgado, Marvel A Trajetória, o Nikki Nixon também é citado como autor de outro processo, dessa vez contra os cortes efetuados na Terra X publicada pela Mythos.

      Abs,
      VAM!

      • Pedro Bouça

        Esse certamente não deu em nada…

  • Dimas Mützenberg

    Coleção muito massa mesmo. As matérias são um primor, com cada edição abordando o Tarzan numa mídia diferente (no cinemas, nas HQs, etc).

  • Dimas Mützenberg

    A Espada Selvagem era de fato uma febre. Conheço uma penca de gente que não era leitor usual de gibis mas que colecionava a ESC. Algo semelhante a Tex. Gostaria muito de ver aquelas edições omnibus da Dark Horse ganhando uma edição nacional. Novas gerações merecem conhecer essa fase do cimério.

  • Vinicius Bonani

    Como sempre, episódio muito bom! Gosto muito quando vocês falam sobre os bastidores do mercado!