Confins do Universo 068 – Na teia do(s) Aranha(s)

Por Samir Naliato
Data: 24 janeiro, 2019

O longa-metragem animado Homem-Aranha no Aranhaverso estreou surpreendendo os fãs e a crítica.

Com um estilo de animação único, incorporando a linguagem dos quadrinhos e levemente inspirado em uma saga das revistas da Marvel, o filme apresenta pela primeira vez personagens como Miles Morales e Gwen-Aranha na telona. A repercussão positiva já rendeu o prêmio Globo de Ouro e foi indicado ao Oscar de melhor animação.

A equipe do Confins do Universo recebeu os convidados Vitor Cafaggi e Load para debater o filme, destrinchar as referências e projetar um possível futuro com essas versões alternativas no Homem-Aranha nos cinemas.

E mais: mensagens dos ouvintes e erros de gravação!

Confins do Universo 068 – Na teia do(s) Aranha(s)

.

Participantes

_____________________________________________________________

Comentado neste programa

_____________________________________________________________

Contato

Envie a sua mensagem com sugestões, elogios ou críticas: podcast@universohq.com
Mensagem de voz via Whatsapp para (11) 94583-5989
Redes sociais: Twitter – Facebook – InstagramGoogle+Youtube

_____________________________________________________________

Assine o Confins do Universo

Feed RSS – http://podcast.universohq.com/feed/
iTunes Store
Spotify

_____________________________________________________________

Confins do Universo em vídeo

Canal do Universo HQ no YouTube

_____________________________________________________________

Edição e Sonorização

O Confins do Universo é editado por Rádiofobia Podcast e Multimídia.

_____________________________________________________________

Narração de abertura e encerramento

Guilherme Briggs – Twitter – Facebook – Instagram

_____________________________________________________________

Logotipo

Damasio Neto – Facebook – Instagram

_____________________________________________________________

Ilustração do Confins do Universo

Daniel Brandão (versão 1) – Twitter – Facebook – Site Oficial
Vitor Cafaggi (versão 2) – Twitter – Facebook – Instagram

Confins do Universo, por Vitor Cafaggi

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Load

    Foi uma honra participar com esse time o/

    • Sidney Gusman

      Vai estar com a gente em outros, meu velho! Feliz que curtiu!

      Abraço

  • Roger Murtaugh Old Don Ramon

    Há! Show a versão do Michael Bublé, já virou minha versão da trilha para o Homem-Aranha Noir!

  • 0-Drix

    Também acho que o Peter B. Parker é o Aranha dos filmes do Sam Raimi.
    E quem diria que o primeiro Oscar para uma produção cinematográfica de super-heróis poderá ser para a Marvel, mas não com UCM da Disney!
    Aliás, se este Oscar se concretizar, a Disney perde duas vezes: pela animação do AranhaVerso ser da Sony e por não ser da Pixar!

    • Hawkguy

      Pantera Negra está concorrendo em várias categorias e Vingadores por efeitos especiais. Tem boas chances de ganhar também.

  • fabiano lima

    Foi um programa do m,esmo nível do longa do herói das teias grande e terei que ver muitas vezes pra pescar todos os easter eggs e referências que comentaram ao longo do programa e um destaque especial para a utilização das cores na animação, salvo engano foi o Mauricio Muniz que comentou lembrou a forma como o Steve Oliff utilizava as cores em seus trabalhos.

  • Yan Troisi Savoia

    Outro episódio impecável. Parabéns.

  • Roger Murtaugh Old Don Ramon

    Terminado de ouvir e mais um programa perfeito. Obrigado por elevar o nível da podosfera.
    Vocês são referência em como fazer conteúdo, não importa a mídia, e digo isso pois é o único podcast que fico ansioso por uma nova edição.

  • Dyel Dimmestri

    Como sempre,mais um podcast perfeito!!
    Das versões da Clássica música-tema,as minhas favoritas são as dos Ramones e a do Michael Bublé!!
    Já que estamos falando de versões,apresento aqui mais três:
    -A Versão Francesa:
    https://www.youtube.com/watch?v=G5ON3V6Ci5E

    -A Versão Indiana(Vale lembrar que uma das versões do herói,o Spiderman India,não aparece em “Homem-Aranha no Aranhaverso”):
    https://www.youtube.com/watch?v=C-43qFPyx3A

    -E uma curiosa versão em japonês,adaptada e interpretada por um tal de Keisuke Hoashi:
    https://www.youtube.com/watch?v=X9Hn-sduq1w

    E,ainda dentro do Universo Marvel,gostaria de sugerir uma pauta para uma futura edição dos Confins do Universo: Os 25 anos da Obra-Prima MARVELS, de Kurt Busiek e Alex Ross.

    P.S.: O Curta “Paperman” ficou conhecido aqui no Brasil como O AVIÃO DE PAPEL. Ele não foi produzido pela Disney,e não pela Pixar. Ele era exibido junto com Detona Ralph. E foi o vencedor do Oscar de Melhor Curta de Animação,em 2012.

  • Hawkguy

    A relação entre o Peter e ooMiles foi sensacional. Até acho que o desenvolvimento do background do Miles foi feito de uma forma melhor que nos gibis.

  • Dyel Dimmestri

    Mais um excelente podcast!
    Depois da versão dos Ramones da música – tema do Homem – Aranha, a versão do Michael Bublé se tornou a minha segunda favorita!

  • Vartoco

    Mais um excelente podcast!

  • A minha ligação com Homem-Aranha é a mesma que tenho com Guerra nas Estrelas, Jornada nas Estrelas e os X-Men também, é uma ligação bastante emocional, pq são coisas que comecei à acompanhar ainda quando moleque lá nos anos 90, hj com 33 anos ainda sou muito fã de tudo isso, só dos X-men que coloquei meio de lado, então ver esse animação do Aranha foi muito especial, pq ela é tudo o que sempre sonhei em ver em um filme na tela grande.
    Assim como a maioria, não gosto nem um pouco desse atual Aranha nos cinemas e nem gosto do anterior, exatamente pelos mesmos pontos que vcs levantaram no cast do pq as mais recentes versões em live-action deixam a desejar, tanto que desde 2017 queria encontrar o Sidão na CCXP para falar um pouco do pq não gostou do Homecoming, já que o cast sobre esse filme deu problema e acabou não saindo. Load acompanho o trabalho dele no canal do YouTube e é incrível…

    Para mim o filme é nota 5 também e coloco ele no topo da lista, assim como o Load e até tenho a minha lista particular que coincide também com a dele de melhores adaptações do personagem em qualquer mídia.
    1º – Aranhaverso
    2º – Marvel’s Spider-Man (PS4)
    3º – Os dois primeiros filmes do Sam Raimi
    4º – animação do Aranha dos 90 que passava na TV Colosso se não me engano. rs

    Fiquei triste que o link do Art book do filme já está esgotado no site da Amazon, ia me dar de presente, já que meu aniversário é dia 02 agora… rs

    • Sidney Gusman

      Um dia te conto minhas observações sobre Homecoming. :D

      Abraço

  • Maxoel Costa

    Ótimo, com convidados mais do que especiais.
    Só uma opinião sobre um comentário do Codespoti. Não é que homens ou brancos não possam escrever personagens femininas ou negros ou de outras minorias. A crítica que sempre fazem é justamente sobre como representar sem estereótipos ou sexismo e que para evitar isso é necessário fazer pesquisa e saber aceitar críticas e melhorar, duas coisas que o Bendis também teve o mérito de fazer. O que também não exclui o fato de que o Jason Reynolds, autor do livro, acrescenta certas nuances ao personagem que o Bendis não poderia.
    Essa interpretação de que “só negros podem escrever negros e só mulheres podem escrever mulheres” geralmente vejo vindo de reacionários.

  • Hugo Paiva

    Ouvindo o cast fiquei pensando. Vocês notaram que a aranha que pica Miles também oscilava, mostrando que ela é de outro universo. Ok. Quando os Homens-Aranhas vem para este universo do filme isso ocorre porque o Peter entra no raio da máquina. E se a aranha irradiada 42 desceu em uma teia entrando no curso do raio no experimento anterior e o dna desta tenha trazido a Gwen Aranha? just a thought

  • Davi Paiva

    Que programa, hein?
    Apresentador imspirado, informações importantes e bastante avaliação do filme em suas referências e easter eggs.

    Parabéns!

    • Sidney Gusman

      Feliz que gostou.

  • André Maria

    Olá. Só assisti uma vez (ainda), e realmente aparece o número 616 na tela representando os universos. O nome de Steve Dikto também aparece na lista de contatos da senhora Morales e, também não foi comentado, na prancheta de desenho de Miles tem um desenho do Leopardon, o mecha do Homem-Aranha tokusatsu. Ótimo programa, como manda a tradição. Abraços.

  • José Afonso Júnior

    Amigos, o Vitor não compartilhou as tirinhas do Orkut com a fanfic dele? Vim curioso aqui nos links procurar hehe. Valeu, belíssimo Podcast!

  • Brontops

    Um adendo atrasado.

    O desenho de produção de Aranhaverso teve a participação de Alberto Mielgo (que saiu da equipe durante a produção; não está claro o motivo, mas ele escreveu vários depoimentos pela Internet que adorou o filme e está de boa, etc).

    Esse Alberto Mielgo deixou vídeos com sketches e pequenos trechos (com o seu dedo). Ele também dirigiu The Witness, o terceiro episódio de Love, Death + Robots, a série de animação adulta (à la Heavy Metal) da Netflix. Se você assistir com atenção ao desenho da Netflix, verá vários “tiques” presentes no Aranhaverso: onomatopéias, cores e reconhecerá o estilo de Mielgo no filme…

    Bom… eu reconheci e acabei descobrindo a história nesse link:

    https://www.theconceptartblog.com/2018/12/20/artes-de-alberto-mielgo-para-o-filme-spider-man-into-the-spider-verse/

  • Cassiano Cordeiro Alves

    Como sempre, um baita programa. Só passei aqui para dizer que tô junto com o Vitor Cafaggi: eu também gosto do Andrew Garfield como Peter/Aranha. Eu acho O Espetacular Homem-Aranha um filme ok; o segundo é estragado pela caracterização dos vilões e pelo marketing que entregou a presença de um Duende, os ester eggs do Sexteto Sinistro e a própria morte da Gwen, ou seja, tudo o que poderia surpreender positivamente no filme já havia sido entregue.
    Então, o Andrew não pode ser responsabilizado por nada, na minha opinião.
    Sobre o filme Aranhaverso, vou ter de ver novamente para pegar algumas coisas que foram faladas. Creio que apesar da referência a 616, o Peter B. Parker era aquele dos filmes do Raimi, do contrário, era impossível ele não ter reação alguma ao ver a Gwen-Aranha. E senti falta do meu Aranha alternativo favorito: Aranha 2099.