As Aventuras de Luther Arkwright – Volume 2

Por Daniel Lopes
Data: 18 fevereiro, 2011

As Aventuras de Luther Arkwright - Volume 2Editora: Via Lettera – Série em duas edições

Autor: Bryan Talbot (roteiro e arte).

Preço: R$ 34,00

Número de páginas: 120

Data de lançamento: Janeiro de 2001

Sinopse

Depois de ser capturado pelos Dilaceradores a comando de Cromwell e de ser dado como morto por todos, Luther Arkwright renasce ainda mais poderoso e é revelado como Homo novus, uma evolução do Homo Sapiens.

Sua volta será fundamental na tentativa de impedir a destruição do multiverso devido ao Fogo Gélido. Isso auxilia o levante Realista que almeja instaurar a monarquia inglesa na paralela 00.72.87.

Positivo/Negativo

Repleta de conteúdo instigante e com arte magistral, As aventuras de Luther Arkwright merece ser conhecida por todos os fãs de quadrinhos, e é obrigatória para os apreciadores da linha Vertigo. É daquelas obras que faz o leitor pensar. Mesmo depois de fechar o álbum.

Este segundo volume apresenta um roteiro menos confuso, mais linear. Talbot amarra todas as pontas soltas da primeira parte e a história alcança seu clímax.

Luther Arkwright renasce extremamente poderoso e, para explicar isso, Bryan Talbot usa um caldeirão de referências religiosas, principalmente o Budismo, o surgimento de um ser superior a todos outros humanos é impressionante e muito bem trabalhado

O protagonista sabe que é poderoso e tem consciência de que seus atos podem influenciar a vida de milhares de pessoas. Ao mesmo tempo, isso o torna único e solitário. Não há dúvida de que ele foi uma grande influência para os personagens Dr. Manhattan, Monstro do Pântano e Sandman.

Ao terminar a leitura desta saga, é inevitável ficar com aquele gosto de “quero mais”. E, em 2006, a Pixel publicou a continuação da saga de Luther Arkwright, Coração do Império, em dois volumes que merecem ser conferidos.

A edição da Via Lettera novamente é razoável. Falta numeração das páginas e o que mais desagrada é o fato de alguns balões e textos estarem muito próximos às bordas das páginas, fazendo com que fossem cortados e perdessem algumas letras.

Há uma bela introdução do escritor de sci-fi Michael Moorcock e, assim como no volume anterior estão presentes os apêndices fundamentais para uma melhor compreensão das diversas referências encontradas na obra.

Por fim, há duas ilustrações da personagem Luther feitas por Dave Gibbons e Grant Morrison.

Classificação

classificacao45

Daniel Lopes é editor do Pipoca e Nanquim

• Outros artigos escritos por

.

.

.