Cabeça Oca em Terra Ronca – Volume Um: Reino dos Elfos

Por Marcus Ramone
Data: 22 dezembro, 2014

Cabeça Oca em Terra Ronca – Volume Um – Reino dos ElfosEditora: CMQ – Edição especial

Autores: Christie Queiroz (roteiro), Watson Portela (desenhos), Ellis Carlos (cores da HQ), Luciano Cars (cores da capa) e Andrea Freccero (capa).

Preço: R$ 25,00

Número de páginas: 88

Data de lançamento: Dezembro de 2014

Sinopse

Cabeça Oca, seu pai, a irmã Mariana e o amigo Pião vão passar o fim de semana no Parque Estadual de Terra Ronca, complexo de cavernas encimadas por uma vasta floresta e situado no nordeste de Goiás.

Ao se afastar do acampamento, a criançada adentra as cavernas para se proteger da chuva e trava contato com uma comunidade de elfos que pode não ser tão amistosa quanto aparenta.

A partir de então, tem início uma aventura repleta de perigos e encontros com seres mitológicos.

Positivo/Negativo

Depois de 25 anos desfilando suas traquinagens nas tiras de jornais da região Centro-Oeste do Brasil, Cabeça Oca partiu para voos mais altos. Além de um gibi trimestral, o personagem do cartunista goiano Christie Queiroz é a estrela desta graphic novel, que tem o belo Parque Estadual de Terra Ronca como cenário.

Em ambos os lançamentos, Cabeça Oca passou no teste das HQs longas, mas a graphic novel ousou ir adiante. Com acabamento gráfico de luxo, o álbum traz uma aventura de fantasia desenhada por um clássico mestre dos quadrinhos nacionais, Watson Portela, e a bela capa ilustrada pelo artista da Disney Itália Andrea Freccero, que, dentre outros trabalhos, tem em seu currículo a prestigiada série Donald Duplo.

Se a arte de Portela salta aos olhos – passeando entre traços cartunescos dos personagens, cenários detalhados (com destaque para a paisagem de Terra Ronca) e figuras semirrealistas, sempre com movimentos dinâmicos e variações de ângulos –, o roteiro de Christie leva a trama em um ritmo que faz o leitor absorver cada passagem da história até chegar aos momentos principais.

Quando Cabeça Oca e sua turma encontram os seres míticos do título, por exemplo, mais de 30 páginas já haviam ido embora. Um timing cirúrgico para deixar o leitor no clima de curiosidade que já estava criado.

Mitologias grega e celta e História do Brasil se misturam nesta aventura em que não faltam momentos de tensão, perigo e, claro, humor (como a cena em que Cabeça Oca negocia sua liberdade com o rei dos elfos oferecendo figurinhas do Campeonato Brasileiro).

Para quem conhece de longa data essa trupe de personagens, protagonista de tiras cômicas cuja essência são as piadas rápidas, é interessante vê-la se aventurando numa HQ especial em que o drama, a tensão e outros elementos se sobressaem.

Mais ainda quando, no inesperado final – um instigante gancho para a continuação desta trilogia, que, espera-se, prossiga em breve, para não agravar a curiosidade do leitor –, torna-se quase palpável o desespero que os últimos quadros exalam.

Por isso mesmo, Cabeça Oca em Terra Ronca é uma obra para todos os públicos. Basta gostar de quadrinhos.

Classificação

 classificacao50

• Outros artigos escritos por

.