Capitão Feio – Tormenta

Por Marcelo Bouhid
Data: 27 março, 2020

Capitão Feio – TormentaEditora: Panini Comics – Edição especial

Autores: Magno Costa e Marcelo Costa (roteiro, desenhos e cores).

Preço: R$ 31,90 (capa brochura) e R$ 41,90 (capa dura)

Número de páginas: 96

Data de lançamento: Dezembro de 2019

Sinopse

Após o sucesso de Capitão Feio – Identidade, Magno Costa e Marcelo Costa retornam ao principal vilão do universo de Mauricio de Sousa em Capitão Feio – Tormenta.

Em uma história repleta de ação, mistério e drama, o protagonista enfrenta um poderoso oponente. Além disso, revelações sobre seu passado abrirão diversas possibilidades para o futuro.

Positivo/Negativo

Capitão Feio – Tormenta, de Magno Costa e Marcelo Costa, é o 25º álbum do charmoso selo Graphic MSP, e traz a continuação do primeiro álbum, lançado em 2017. A trama conta mais passagens do passado do protagonista, ao mesmo tempo em que adiciona uma grande quantidade de personagens, sejam eles aliados ou oponentes do clássico antagonista da Turma da Mônica.

Os autores acertam principalmente em dois âmbitos. O primeiro é o conceitual, ao criar uma diversidade de núcleos para conferir mais profundidade ao enredo, sem perder a importante simplicidade que normalmente atrai novos leitores.

Há um núcleo familiar, que ajuda a contar o passado de Feio e mostra sua essência como ser humano, conectando-o à família do Cascão. Além disso, há outro núcleo de conforto, no qual o protagonista tem um ambiente de descanso, reflexão e convívio com seus aliados do esgoto. E, por fim, um de desconforto, com autoridades, imprensa e público em geral, que fornece à história oponentes e arcos que permitem – e podem continuar permitindo no futuro, quem sabe – crossovers do personagem com outros criados no Universo Graphic MSP.

O segundo acerto dos autores é estrutural. Conforme cita Marcelo Naranjo, em seu texto de quarta capa, os autores fazem a narrativa ter um ritmo frenético, de forma a prender o leitor a todo momento aos balões, quadros e cenas.

Visualmente, a HQ é um deleite: começa por uma capa impactante (uma das mais bonitas do selo até agora), passa por uma arte de guarda que, ao mesmo tempo em que é bela e conecta-se à história, deixa espaço para os habituais autógrafos que os criadores estão acostumados a dar em eventos.

Na história, a arte já costumeiramente detalhada e crível de Marcelo Costa é potencializada por uma colorização espetacular, que gera profundidade e cria um clima sombrio para a trama.

Ao fim da edição, como já é praxe, há material extra com esboços, teasers e conteúdo histórico. A edição da Panini tem versões em capa dura e brochura sem orelhas, formato 19 x 27,5 cm e papel couché de alta gramatura.

Capitão Feio – Tormenta é uma HQ que continua um processo que está em curso desde o nascimento do selo Graphic MSP: o de mostrar que, com criadores talentosos e boas histórias, personagens que não estavam necessariamente no primeiro escalão de Mauricio de Sousa podem fazer grande sucesso.

Classificação:

4,5

.

Compre este quadrinho aqui!

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Carlos Henrique Melo Guedes

    Realmente muito bacana !!!