HQ – A Revista do Quadrinho Brasileiro # 5

Por Samir Naliato
Data: 6 abril, 2001

HQ - A Revista do Quadrinho Brasileiro # 5Editora: Editora Escala – Revista mensal

Autores: Vários

Preço: R$ 3,90

Data de lançamento: Julho de 2000

Sinopse

Seguindo o esquema das outras edições, a revista apresenta várias histórias, todas feitas por brasileiros e com estilos bem diferenciados.

A primeira história, intitulada Showtime, mostra um mercado de mulheres, onde um homem as compra para elas representarem em peças de teatro em seu negócio. Uma delas mulher se recusa, e se apaixona por outra escrava. Obrigada a participar, ela mata seu comprador. Os desenhos misturam traços convencionais com belas páginas pintadas.

Depois vem um pequeno conto de quatro páginas, no qual o leitor é apresentado à Zona Orgânica, um misterioso lugar que surgiu a partir da América do Norte e Central, e se alastrou pelo mundo. Continua na próxima edição.

Dinastia é história que conta com a colaboração de Alexandre Jubran. Dois grupos rivais se enfrentam na cidade de Phoenix, que foi destruída depois de lunáticos fazerem um ritual no deserto.

A quarta aventura é a conclusão de Nova Lágrima, uma espécie de limbo a meio caminho ao inferno. Almas amarguradas são punidas no lugar, e Khan tenta fugir de lá. Um final de dar arrepios na espinha.

A segunda metade da revista começa com o conto Sangue. Uma história bem interessante e envolvente, na qual nada do que é mostrado é o que aparenta. Um cantor com sua viola começa a tocar e cantar durante uma festa do interior, e várias pessoas se aproximam para ouvir.

Entre elas está uma mulher casada, que começa a dar em cima do cantor, e seu marido não gosta nada. Alguém vai morrer… ou não?

Bestas é uma história enviada por um leitor para uma avaliação da revista. Mostra a época da Segunda Guerra Mundial, e nazistas que invadiam as casas das pessoas, estupravam as mulheres e depois as matavam.

Em Guerrilha, um grupo de soldados se vê emboscado pelo inimigo. Eles sobreviverão?

A revista termina com Sangue Azul. Um vampiro começa a matar mulheres, e a polícia e a imprensa pensam ser obra de um assassino serial. Certo dia, ele seqüestra uma mulher e a leva até uma Igreja, onde desafia a fé de um padre.

Positivo/Negativo

Em relação à edição anterior, a revista apresentou uma visível melhora de qualidade, tanto nas histórias quanto no material.

As HQs coloridas ganharam papel couché. A capa, apesar de ser muito bonita (feita por Alexandre Jubran e Renato Guedes), segue o mesmo estilo das anteriores: mulheres seminuas que não mostra nada do conteúdo da edição. Destaque novamente para a história Nova Lágrima, que é concluída.

Classificação

3,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.