Marcatti 40

Por Gustavo Nogueira
Data: 6 abril, 2018

Marcatti 40Editora: Ugra Press – Edição especial

Autores: André Diniz, Batista, Bira Dantas, Camilo Solano, Chico Felix, Dan Heyer, Daniel Esteves, Al Stefano, Doutor Insekto, Escape HQ, Fábio Zimbres, Felipe Bezerra, Flávio Luíz, Lica de Souza, Floreal, Franco de Rosa, Galvão Bertazzi, Germana Viana, Gilmar Machado, Guabiras, Guilherme Petreca, Juscelino Neco, Kellen Carvalho, Kiko Garcia, Laudo Ferreira, Lobo Ramirez, Luciano Salles, Miolo Frito, Orlandeli, Pablo Carranza, Paulo Batista, Paulo Crumbim, Pedro Cobiaco, Pedro D’Apremont, Pietro Luigi, Ruis Vargas, Thiago Ossostortos, Tiago Elcerdo, Victor Bello, Victor Freundt, Raphael Fernandes, Vitor Valença e Will

Preço: R$ 45,00

Número de páginas: 104

Data de lançamento: Dezembro de 2017

Sinopse

Homenagem aos 40 anos de carreira do quadrinhista Francisco Marcatti, por meio de 40 HQs estreladas por Frauzio, uma das principais criações do autor.

Positivo/Negativo

De imediato, esta publicação remete a MSP 50, publicação que homenageia os 50 anos de carreira de Mauricio de Sousa. E Marcatti 40 sabe disso. Logo no introdução, o editor Douglas Utescher assume a inspiração. E a homenagem ao maior nome do underground nacional não deixa a desejar.

O álbum é um passo ousado da editora, conhecida pela série Ugritos, HQs de 20 páginas lançadas bimestralmente. Marcatti 40 é a sua primeira publicação com mais de 100 páginas. Para quem não sabe, a Ugra é originalmente uma comic shop de São Paulo, e a proximidade com outras publicações parecem tê-la ajudado, pois a obra está bem organizada, em um formato agradável para o leitor.

A homenagem era necessária, pois Marcatti possui importância enorme no quadrinho nacional, passando por diversas revistas, como a clássica Chiclete com Banana, Circo, Monga, Porrada! Special e outras. E hoje ainda representa a produção independente por meio de sua impressão caseira das novas edições de Frauzio.

A seleção de autores feita por Utescher é diversa e demonstra a admiração tanto dos mais jovens, quanto de alguns com muitos anos de mercado. Todas as histórias têm duas páginas, limitação que, quando bem aproveitada, criou boas sacadas, mas que poderia ter sido mais flexível, permitindo tramas mais curtas, de uma página apenas, ou mais extensas.

Pena que faltou identificar os artistas nas histórias, algo importante na publicação de uma coletânea.

Dentre os quadrinhistas, se destacam os mais habituados ao estilo escatológico de Marcatti, como o coletivo Escape HQ e Lobo Ramirez, da editora Escória Comix. Mesmo tendo traços bem diferentes do homenageado, também chamam a atenção os artistas Guilherme Petreca, Laudo Ferreira e Germana Viana.

O álbum apresenta extras excelentes, com fotos, entrevista e declarações de grandes nomes dos quadrinhos sobre Marcatti, o que engrandecem muito a publicação. Marcatti 40  saiu em capa cartonada, papel off-set e impressão de boa qualidade.

Trata-se de uma coletânea interessante e importante para valorizar a obra de um mestre do quadrinho nacional.

Classificação

• Outros artigos escritos por

.

.

.