Pato Donald – Especial

Por Marcus Ramone
Data: 17 março, 2014

Pato Donald EspecialEditora: Abril – Edição especial

Autor: Carl Barks (texto e arte).

Preço: variável, dependendo do sebo ou leilão online

Número de páginas: 156

Data de lançamento: Dezembro de 1975

Sinopse

Seleção de HQs estreladas pelo Pato Donald: O anel da múmia, Bamba mesmo era só a corda, No país dos vulcões, O hipnotizador, O felizardo do Polo Norte, O segredo do professor, 1º de abrilO Senhor da Terra e Arqueiro em apuros.

Positivo/Negativo

Não é difícil entender o quanto esta edição especial tem lugar de destaque no coração – e na estante – dos veteranos fãs de quadrinhos Disney.

Apesar de não ter sido a primeira publicação de luxo – em tamanho gigante, papel especial e capa dura – da turma de Patópolis no Brasil, já que, apenas dois anos antes, Cinquentenário Disney havia sido lançada, o álbum marcou a celebração dos 25 anos da Editora Abril, reunindo nove aventuras do pato ranzinza produzidas por Carl Barks.

Mais que isso, foi a primeira vez que, graças ao texto introdutório sobre o personagem-título da edição, o “Homem dos Patos” foi apresentado formalmente ao público brasileiro como autor daquelas HQs diferenciadas que tanto faziam sucesso – e ainda creditado como o criador do Tio Patinhas e de outros personagens.

Desfiladas na mesma ordem de sua publicação original nos Estados Unidos, as histórias permitem ao leitor observar a mudança do estilo gráfico de Barks, cuja diferença entre o que se vê na arte da primeira HQ (O anel da múmia) e da última (Arqueiro em apuros), por exemplo, poderia levar os mais desavisados a imaginar que se tratam de autores distintos.

E não somente o visual diferente torna a leitura mais atrativa. Cada uma das histórias mostra uma faceta do Pato Donald de Barks. Ali estão o tio que não sossega enquanto não aprontar (ou se vingar) dos sobrinhos traquinas; o ingênuo que sempre cai nas artimanhas de malandros; o aventureiro que pensa saber de tudo, mas, no fim, sempre acaba salvo pelo patinhos trigêmeos; o “faroleiro” que se diz detentor de habilidades esportivas; e muitas outras características moldadas pelo “Homem dos Patos”, que se tornaram marcas indeléveis do personagem.

Apesar do que se possa pensar de uma coletânea composta apenas por HQs de Barks, em que qualquer escolha para a seleção garante a boa qualidade da edição, é possível destacar uma delas num nível bastante acima das demais.

Trata-se de O segredo do professor, aventura épica em que uma corte persa é trazida para os tempos atuais. Ao roteiro instigante, repleto de referências históricas – ou lendárias – e muita tensão e adrenalina, junta-se uma arte primorosa, cuja iconografia da civilização persa é exibida em cuidadosos detalhes. Seja nas cenas em Patópolis ou nas ruínas da Babilônia, Carl Barks empregou seu talento ímpar para desenhar uma história em quadrinhos com cenários tão detalhados que tiram (prazerosamente) a atenção do leitor.

Para deleite dos leitores que, na época, compraram Pato Donald – Especial, o álbum se encerra com uma história até então inédita. Arqueiro em apuros prima até mais pelos desenhos do que pelo roteiro, centrado basicamente em gags. Uma típica aventura curta barksiana, em que poucas páginas são suficientes para criar uma grande HQ.

Os especiais Disney em capa dura seguiram com mais dois volumes, Tio Patinhas e Mickey, todos com a mesma qualidade gráfica e editorial que a do pato com roupa de marinheiro.

Classificação

5,0

• Outros artigos escritos por

.

  • Georginho Villas Boas Rodrigue

    Pena eu não tenho essa!

  • Carlos Spindula

    Tenho esse especial também e na época (e hoje) gostei imensamente da seleção extraordinária de estórias, uma das minhas preferidas é o “país dos vulcões” !!!