Richard Stark’s Parker – Book 2 – The Outfit

Por Zé Oliboni
Data: 3 julho, 2015

Richard Stark's Parker – Book 2 – The OutfitEditora: IDW Publishing – Edição especial

Autor: Darwyn Cooke (texto e arte).

Preço: US$ 24,99

Número de páginas: 160

Data de lançamento: Outubro de 2010

Sinopse

Após ter irritado o líder da organização criminosa Outfit, Parker é um homem procurado e faz uma cirurgia plástica para que seus inimigos não o reconheçam.

Mas, depois de um assalto complicado, um de seus parceiros o entrega para o Outfit e Parker decide que é hora de declarar guerra à organização.

Positivo/Negativo

É difícil imaginar alguém mais qualificado do que Darwin Cooke para adaptar uma história sobre um assaltante profissional no anos 1960.

Esta HQ é a continuação direta da história de Parker – The Huntertambém protagonizada pelo personagem mais famoso do escritor Richard Stark. Apesar de pouco conhecido no Brasil, Stark – pseudônimo de Donald Edwin Westlake – é um dos precursores dos romances policiais centrados em criminosos; e alguns dos seus livros foram transpostos para o cinema. O filme O Troco, com Mel Gibson, é uma dessas adaptações.

Quem já leu alguma obra de Cooke, ou pelo menos viu alguma arte dele, sabe que o autor segue uma linha retrô. E, assim como em DC: A Nova Fronteira, ele une seu desenho de linhas retas, personagens angulosos e acabamento em pincel a um cenário clássico (os anos 1960 dos Estados Unidos) e, mesmo para quem não conhece os ilustradores da época, é impossível não ter a sensação de estar lendo algo com estética antiga, mas um dinamismo narrativo bem atual.

Aliás, no campo da narrativa visual, Cooke lança mão de uma série de recursos interessantes. Ora é uma HQ tradicional, ora ele usa trechos do texto original em um estilo de livro ilustrado, ora faz uma sequência muda bem ágil e empolgante de ação e, no meio do álbum, simula uma revista fictícia voltada para ladrões, para relatar com gráficos e ilustrações uma série de roubos ousados realizados pelos amigos de Parker contra o Outfit.

É impressionante a versatilidade que Darwyn Cooke demonstra nesta série, ainda mais levando-se em conta que ele faz tudo isso com uma colorização monocromática, usada apenas para marcação das sombras na história.

A trama é muito bem pensada, com ação na medida, um personagem durão interessante e aqueles roubos e golpes extremamente engenhosos e elegantes.

Mas vale dizer que, nos dias atuais, depois de tantos livros, filmes e séries focadas em grandes roubos, vinganças impossíveis, personagens habilidosos que são praticamente um exército de um homem só etc., a história de Parker não se destacaria se não fosse pela arte de Cooke.

A série de adaptações já tem quatro livros publicados em edições bem caprichadas, com capas elegantes de tecido e sobrecapa, mas, infelizmente, nenhum deles ganhou versão nacional.

Classificação

4,5

• Outros artigos escritos por

.