Superman – Miracle Monday

Por Marcus Vinicius de Medeiros
Data: 22 fevereiro, 2013

Superman - Miracle MondayEditora: Warner Books – Romance

Autor: Elliot S! Maggin.

Preço: US$ 2,50

Número de páginas: 208

Data de lançamento: 1981

Sinopse

C.W. Saturn é o embaixador do inferno na Terra, uma encarnação de pura maldade e representante máximo das forças da escuridão em nosso mundo. Ele é o que se convencionou chamar de demônio. E sua nova missão pode ser a mais nefasta de todas: corromper a alma do maior herói do todos os tempos, o Superman.

Miracle Monday é a data que futuras gerações deverão celebrar por toda a eternidade, mas apenas se o Homem de Aço triunfar sobre o mal absoluto.

Positivo/Negativo

Quando se pensa em enumerar as melhores e mais influentes histórias do Superman que poucos conhecem, o romance Miracle Monday, assinado por Elliot S! Maggin, deve surgir no topo da lista. A obra-prima de um dos mais aclamados escritores a trabalhar com o Homem de Aço é a saga definitiva do bem contra o mal, uma epopeia de força moral avassaladora e um conto de apelo humanista inegável, que marcou época e inspirou gerações de ficcionistas, mas que permanece fora de circulação há décadas, sendo mais lembrada por sua reputação.

Neste singelo livro surgiram ideias únicas, que marcaram autores modernos como Mark Waid e Kurt Busiek. Trata-se da verdadeira essência do último filho de Krypton a triunfar sobre todas as adversidades, com a certeza de que suas maiores batalhas não envolvem disputas de força, mas dilemas éticos e a distinção intuitiva entre certo e errado. É impressionante notar como Maggin pensava em todas as nuances do personagem, produzindo uma de suas encarnações mais ricas e apreciáveis.

Superman – Miracle Monday foi lançado no mesmo ano da segunda aventura cinematográfica do herói, dando sequência ao primeiro romance de Maggin, Superman – Last Son of Krypton. Foi na prosa literária que o autor trabalhou melhor sua interpretação do Homem de Aço, fora das limitações dos quadrinhos mensais e com liberdade criativa para explorar detalhes da ética kryptoniana, a dicotomia entre Clark Kent e Superman, a psicologia de Lex Luthor e a própria natureza do heroísmo, elemento fundamental em sua obra.

O super-herói original atua como uma força moral de mudanças positivas na sociedade, e assim soa natural que seu maior oponente não seja um supervilão tradicional, mas a própria essência corruptora da maldade.

Maggin idealiza também o conceito de um legado futuro para o kryptoniano, já que suas ações teriam consequências indeléveis na história de todo o universo. A batalha sem fim por verdade e justiça iria repercutir eternamente e por todos os recônditos da criação, com base na pureza de propósitos do herdeiro da Casa de El.

O escritor consegue mesclar bem o aspecto mítico e quase religioso do Homem do Amanhã com situações cotidianas, especialmente envolvendo a redação do Planeta Diário e o relacionamento do defensor da Terra com Lois Lane, além da criação pelos pais adotivos Jonathan e Martha Kent. Fica assim registrado que não é preciso diminuir o Superman para torná-lo interessante, seja em seus poderes ou na abrangência de sua atuação. O ponto fundamental da criação de Jerry Siegel e Joe Shuster é justamente ser maior que todas as figuras heroicas já imaginadas, e foi Elliot S! Maggin quem melhor entendeu isso.

Miracle Monday veio com um álbum de oito páginas com fotografias do filme Superman II, dirigido por Richard Lester e estrelado pelo saudoso Christopher Reeve. Embora a trama não esteja relacionada à da produção, vale ressaltar que a visão de Maggin foi fundamental para a concepção do Homem de Aço nos cinemas.

Afinal, ele atuou como consultor (não creditado) do roteiro de Superman – The Movie, poucos anos antes, e os fãs mais devotados não têm dificuldade em identificar a mão do autor na aventura.

Hoje, Maggin dedica-se à política e quase não colabora mais com o mundo dos quadrinhos. Com a completa reformulação do Superman em 1986, após os eventos Crise nas Infinitas Terras, seus ideais pareciam esquecidos. Contudo, o tempo tratou de fazer justiça, e obras como As quatro estações, O legado das estrelas e Identidade secreta retomaram o espírito do Superman de Elliot S! Maggin. E Miracle Monday permanece, assim, como o trabalho que melhor sintetiza estes ideais.

Classificação

5,0

• Outros artigos escritos por

.

.

.