O que significa a mudança na estreia de Batman v Superman?

Por Samir Naliato
Data: 8 agosto, 2014

Almanaque, por Samir Naliato

Quando a Warner Bros. anunciou que Batman v Superman seria adiado para 6 de maio de 2016, mesma data de um filme da Marvel Studios (ainda não revelado na época), o cenário foi criado: um prato cheio para os fãs conversarem e brincarem com o fato de dois grandes longas concorrentes estrearem no mesmo dia.

Pouco depois de Capitão América 2 – O Soldado Invernal ser lançado, sua continuação foi confirmada para aquela data.

Apesar de este ser um assunto divertido de especular, no fundo era uma discussão vazia. Não havia como dois blockbusters chegarem aos cinemas simultaneamente por uma série de motivos, mas o principal é a estrutura. Mesmo nos Estados Unidos, há limitações de salas, especialmente para exibições em 3D e IMAX. Um dos dois teria que trocar o dia, e essa disputa começou a ser vista como um embate “Marvel x DC”: qual dos dois estúdios iria “amarelar” primeiro.

A questão não era essa. Não importa qual filme teria a melhor qualidade ou a maior arrecadação. Os dois sairiam perdendo porque, de qualquer maneira, a bilheteria seria menor para ambos. Assim, seria melhor chegar aos cinemas sem um grande competidor.

Isso é praxe no mercado. Dois filmes de grande orçamento não estreiam simultaneamente. Ainda mais porque o primeiro final de semana é quando mais se arrecada. Seria rasgar dinheiro em projetos que já consomem altos valores de produção.

O Homem de AçoCapitão América 2 – O Soldado Invernal

A diferença aqui era que a Marvel Studios podia se dar ao luxo de aguentar um contratempo sem tantos problemas, pois já possui um universo cinematográfico estabelecido e com credibilidade junto ao público. A Warner, não. Ela precisa se provar aos fãs e ter o maior retorno financeiro possível para validar o restante do planejamento.

Além disso, a tão famosa temporada de verão norte-americana ficou pequena e não é mais exclusiva para projetos desse tipo, com tantos deles sendo programados. O mercado já provou que filmes dessa magnitude podem ser lançados em outras épocas sem terem sua bilheteria afetada.

O erro da Warner foi ter divulgado o dia 6 de maio de 2016, não fazer a mudança de agora. Criar essa situação foi um desgaste desnecessário, que fez os fãs se concentrarem em uma discussão superficial, na qual viam uma troca de qualquer um dos lados como medo de enfrentar a concorrência.

Adiantar a estreia de Batman v Superman para 25 de março de 2016 faz todo o sentido, comercialmente falando. É um final de semana com feriado de Páscoa, sem adversários no mesmo dia ou nas semanas subsequentes. Terá bastante tempo para arrecadar o máximo possível.

E não sejamos ingênuos: o objetivo principal de todo e qualquer estúdio é ter lucro. É isso o que viabiliza as continuações que os fãs tanto aguardam. Assim, a bilheteria é um fator vital.

Batman v Superman - Dawn of Justice

Na verdade, o mais importante desta notícia foi o cronograma divulgado, com outras nove datas reservadas para filmes com personagens da DC Comics. Uma delas, apenas quatro meses depois, em 5 de agosto de 2016. Então, mais informações devem surgir em breve.

Pela primeira vez, após anos de descaso, a Warner parece ter um plano definido e o confirmou oficialmente. Ainda não se sabe quais filmes serão lançados nas datas divulgadas, e é até possível que eles mudem ao longo do caminho, de acordo com o nível de sucesso de cada fase. Até porque, ao contrário da Marvel Studios, que faz apenas as adaptações dos quadrinhos, ela não é dependente da DC e possui diversas outras marcas para trabalhar.

Por isso, resta ver o quanto desse cronograma será seguido para reconquistar a confiança do público, pois, com o histórico do estúdio, há razões para suspeitar se ele realmente será cumprido.

Agora, tudo depende da qualidade dos filmes. Se a Marvel continuar lançando boas obras, como fez nos últimos anos, e a Warner começar a fazer o mesmo com regularidade, todos sairão ganhando. Inclusive os fãs.

• Outros artigos escritos por

.