Salas de cinema poderão testemunhar embate entre Marvel e DC

Por Samir Naliato
Data: 21 março, 2014

Vingadores vs. Liga da JustiçaA Marvel e a DC Comics estão prestes a se confrontar nas salas de cinema, mas não da maneira que você está pensando. Em vez de um filme que reúna personagens das duas editoras, o embate se dará para firmar uma posição de primazia no mercado cinematográfico e no topo das bilheterias.

A Marvel Studios já possui um bom caminho trilhado desde 2008, quando estreou Homem de Ferro. Desde então, construiu seu universo de heróis nas telonas, que culminou no longa-metragem dos Vingadores e agora está indo além, sempre com bons retornos de crítica e público. Com isso, o estúdio possui planos para novos filmes nos próximos anos, que vão além dos oficialmente anunciados.

Isso fez com que eles reservassem, por exemplo, a data de 6 de maio de 2016 para a estreia de um de seus projetos, mas sem revelar qual seria.

Já a Warner Bros. está tentando alavancar seu próprio universo com os heróis da DC, após longos anos de displicência. O Homem de Aço foi o primeiro passo e logo anunciaram o aguardado encontro Batman vs. Superman, para 2015.

Mas a data de estreia precisou ser revista. E qual foi o dia escolhido? O mesmo 6 de maio de 2016.

Agora, ficou o empasse. Será que os dois estúdios lançarão filmes de super-heróis ao mesmo tempo ou um deles cederá?

Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, declarou que não há hipótese de mudança em seus planos e que a data não será trocada. Apesar de não ter confirmado oficialmente qual filme será lançado, acredita-se que seja Capitão América 3.

Já Christopher Markus, roteirista de Capitão América 2 e 3, comentou a possibilidade. “Quando um carro corre de encontro ao outro, um deles precisa desviar”, comparou.

A Warner não se pronunciou, por enquanto.

No caso de Batman vs. Superman e Capitão América 3 estrearem no mesmo dia, é certeza que a bilheteria de ambos será afetada de alguma maneira. Ainda que arrecadem uma boa quantidade de dinheiro, ela será inferior ao que poderiam conseguir sem uma competição tão dura. E é por isso que estúdios norte-americanos procuram não fazer estreias de dois blockbusters simultaneamente.

A posição da Marvel Studios neste caso é bastante confortável, mesmo se Batman vs. Superman tiver melhor bilheteria. Com histórico de sucessos, o estúdio pode se dar ao luxo de manter a estreia e absorver o impacto sem grandes consequências e ainda dar um doloroso golpe na franquia do rival ao tirar porcentagens da boa arrecadação esperada para o filme da Warner Bros. Assim, não precisaria liderar a bilheteria para se sentir vitoriosa no embate.

Já a Warner tem muito em jogo, pois precisa de um bom desempenho para consolidar a franquia da DC nas salas de cinema. Independentemente da qualidade que ambas as películas possam (ou não) ter, estaria ela disposta a arriscar? E se não arriscar e decidir mudar a data, o mercado verá isso como medo de enfrentar a concorrência?

O assunto certamente terá desdobramentos.

• Outros artigos escritos por

.

.

.