Detalhes de Ghost in the Shell pela JBC

Por Samir Naliato
Data: 17 novembro, 2016

Como noticiado anteriormente, a Editora JBC lançará Ghost in the Shell no Brasil, durante a Comic Con Experience, que será realizada entre os dias 1° e 4 de dezembro deste ano.

A publicação do famoso mangá criado por Masamune Shirow era aguardada deste o anúncio, feito em março de 2015.

Será uma edição única de 352 páginas, no formato 17 x 24 cm, papel Lux Cream e sobrecapa, ao preço de R$ 64,90. Após o lançamento na CCXP, acontecerá a distribuição para livrarias e lojas especializadas.

A história se passa no futuro e segue um grupo de operações especiais especializado em intriga política e contraterrorismo. Nesse futuro, a tecnologia avançou a ponto de muitas pessoas terem aparatos cibernéticos implantados, que permitem a seus cérebros biológicos acessar várias redes. Alguns substituíram completamente o cérebro com um equivalente cibernético e próteses para outras partes do corpo.

Ghost in the Shell ganhou ainda duas continuações no Japão, que podem chegar por aqui no futuro, também pela JBC.

A publicação coincide com a proximidade de um longa-metragem, cuja estreia nos cinemas está programada para 30 de março de 2017. A produção da Paramount Pictures conta com direção de Rupert Sanders e é estrelada por Scarlett Johansson (assista ao trailer abaixo). No Brasil, a adaptação cinematográfica ganhou um complemento no título, e foi batizado de Vigilante do Amanhã – Ghost in the Shell.

Ghost in the Shell

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Se o filme é idêntico ao anime, por que eu vou perder meu tempo?

    Eles deveriam ter se focado apenas no manga. Dai sim poderíamos ter algo aproveitável.

    E sem a Scarlett Johanson, porque já enjoei dela.

    • Ciro Monteiro

      Cara, mas aí é que tá, não tá indetico não. Tem uma cena parecida e outra que começa igual no primeiro movie mais já descamba pra outra coisa. Esteticamente, tá mais parecido com o segundo filme.

    • Ciro Monteiro

      Cara, vai por mim, o mangá não é bom. Ele é apenas passável. Claro que o caracter design e os visuais, máquinas e tudo, é bem foda. Mas a história, embora seja interessante, é colocada numa narrativa pra lá de confusa. O próprio Shirow lá atrás já admitia que primeiro ele pensava num conceito em termos visuais, para depois trabalhar plot. As idéias do filme estão presentes no mangá, só que no mangá não tem foco. É só enxerto de diálogo e subtrama que não acaba mais.

      • James

        Nesse caso o Anime de 1995 é a melhor versão?

      • Então deveria ser trabalho dos produtores do filme fazer uma nova concepção do manga e não simplesmente copiar descaradamente o anime.

    • Johnny Storm

      O filme não é idêntico ao anime.
      O vilão será Kuze, o vilão da segunda temporada de Stand Alone Complex. Porém o background dos personagens será diferente. “Hollywoodzado” porque a trama política e filosófica original provavelmente era demais para um blockbuster bonitinho e com efeitos especiais legais.

  • Reinaldo Queiroz

    R$65!!!! affff!!!

    • Lucas

      O público consumidor de mangás deve tá bem de vida. Pq com esse preço… kkkkkk

    • Bruno Souza

      352 páginas.

      • Rafhael Victor

        Em preto e branco. E não são papel couché, como os encadernados de super-heróis.

        • Marco Antônio Leal

          vai ser em preto e branco ?

          • Rafhael Victor

            Claro. Todos os mangás, salvo edições especiais (como as, “recém” lançadas, Dragon Ball Full Color e Highschool of the Dead full color), são em preto e branco. No máximo, GitS terá as 60 páginas coloridas que saíram no exterior, mas a JBC ainda não confirmou isso.

        • Daniel Maverick Hunter

          o original tem umas 70 paginas coloridas

  • João Júnior

    Aguardo promoção desde já. rsrs

  • Só esperar o Amazon colocar em promoção agora ;)
    E esperando mesmo pra ter Akira na estante :D

    • Anderson Fernandes

      Tbm na espera de promoção de pelo menos 40℅ na Amazon, senão não vou comprar.

      Agora Akira pode vir o preço q for, pego latinha / papelão na rua, vendo o corpo, roubo banco mas esse mangá espero demais. Já tive muito perto de pagar MUITO caro pela coleção da editora Globo, só faltou tempo ($$$).

  • Willian Martins

    Salgado esse preço. Ao menos é edição unica.

  • Rafhael Victor

    O preço tá salgado, sim. No caso do kanzenban de CDZ, a desculpa era a capa dura e a tal da hotstamp. Esse aí tá no mesmo formato do Death Note Black Edition, porém mais de R$20 mais caro. E nem adianta eles tentarem justificar com os “preços de licença”, dólar, etc, como a JBC gosta, porque os direitos foram adquiridos láaa atrás.

    • Canoa Furada

      Mas tem 2 detalhes:
      1- o formato de Ghost in the Shell é maior que o da Black Edition.
      2- o preço do licenciamento não mudou, mas os custos de impressão, transporte e outras despesas, sim.
      Não estou defendendo o preço, apenas considerando todos esses fatores.

      • Maikson Mendes

        Depois que comecei a comprar encadernados, principalmente a primeira edição do encadernado de Sandman, eu tenho vergonha de comprar mangá no Brasil.

  • Salgado, mas já tive a chance de ler o encadernado americano há uns anos atrás, e vale muito à pena.

  • Hugo Paiva

    E isso lá é preço de mangá?

  • Danilo Infante

    Olha o preço dessa porra. Vai tomar no cu, não cago dinheiro não. Vou baixar o scanzão da massa mesmo, flw.

  • Canoa Furada

    Felizmente existem as lojas virtuais e suas promoções.

    Espero que a qualidade entregue faça jus ao preço.

  • Victor Vitório

    Com uma edição nesse valor, espero q mantenham as páginas coloridas.

    Começo a temer pelo preço de Akira, que tem 6 volumes…

    A esperança é a Amazon.

  • Demétrio Dantes Damasceno

    Eu tô puto com esse preço, mas ainda acho que é mais plausível que o kanzenban dos Cavaleiros do Zodíaco (22 edições com essas mesmas 65 pratas é dose, já Ghost in the Shell é volume único)

    Eu so fico bastante preocupado com o valor que vão dar pra Akira. Se for nessa linha, 6 edições de 65 reais vai ficar bem pesado.

    • Mauro

      Falando em Cavaleiros do Zodiaco,não curto a arte do Masami Kurumada e essa tal edição definitiva com apenas 240 páginas e custando R$ 69,90,sinto muito mas fica fora da minha lista de compras do mês.Se fosse um preço mais camarada compraria pois gosto dos personagens.

    • Camilo Lelis Ferreira da Silva

      100 Temer pro Akira!

    • Imperador Julius

      menos de 100 não vai ser!

    • Flávio Coledino

      Tem toda razão. É um preço “pagável” por uma edição única (principalmente se comprarmos com descontos de 40% na Amazon). Akira realmente vai complicar, mas ainda assim dá-se um jeito. Agora, Cavaleiros, sem condições. Mesmo se arte fosse boa para justificar um Kaze, 22 edições é impraticável de acompanhar com esse preço.

  • Emir J. S. Bezerra

    Vai reunir todos os livros ou apenas o primeiro mangá?

  • Roberto Xavier

    AKIRA custará no mínimo 100 temers! Continuará sendo privilégio para poucos.

  • O Professor Aloprado

    Tá caro né?!

  • Marcus Vinícius

    Já que a JBC ia fazer um tal preço salgado, podiam pelo menos ter colocado capa dura…

  • Henrique Valle

    Poxa, se são 352 páginas não tá tãããão caro assim.
    Mas passo.

  • Jotape Ferreira

    Além do preço, outra parada que pode desanimar é que a JBC informou que, por uma decisão do próprio autor e da editora japonesa que publica GitS, duas páginas da obra original serão cortadas nesta edição (isto valeria para qualquer republicação de Ghost in the Shell de agora em diante).

    Aparentemente, o Masamune Shirow considerou que as tais páginas seriam apenas apelativas (é uma espécie de simulação erótica da Motoko num iate).