Grant Morrison revela detalhes de Multiversity

Por Samir Naliato
Data: 4 agosto, 2014

Multiversity # 1A DC Comics e o escritor Grant Morrison aproveitaram a San Diego Comic-Con International para realizar uma apresentação dedicada à revista Multiversity e revelaram muitos detalhes sobre primeira grande saga que definirá o novo multiverso da editora.

O projeto está sendo desenvolvido há oito anos, mas finalmente verá a luz do dia. Cada edição se passa em uma realidade paralela e contará com artes de desenhistas convidados. “Eu vi dinastias surgirem e acabarem desde que comecei a trabalhar nessa história”, brincou Morrison.

Na década de 1950, a DC reformulou diversos personagens, como Flash e Lanterna Verde, e os reapresentou de maneira totalmente nova. E foi justamente com o velocista escarlate que o multiverso nasceu. Em The Flash # 123 (1961), o escritor Gardner Fox e o desenhista Carmine Infantino apresentaram a história Flash of Two Worlds, na qual o novo herói, Barry Allen, se encontrava com a versão anterior, Jay Garrick.

A aventura mostra Barry assumindo a identidade heroica graças a um quadrinho que ele lia e era fã: The Flash. Acontece que esse Flash realmente existia em um universo alternativo.

Vários desses conceitos serão reintroduzidos pelo escritor em Multiversity. Uma grande ameaça surge para destruir todas as realidades e cada versão dos personagens lê quadrinhos de suas contrapartes de outras realidades. Até mesmo o nosso mundo real, sem seres superpoderosos, existirá. Ele será a Terra 33, que serve como a nova versão da então chamada Terra Primordial, na fase pré-Crise nas Infinitas Terras.

Os Monitores vigiavam os 52 universos alternativos, mas eles se foram e tudo se tornou mais vulnerável. Agora, o último Monitor entra em cena para proteger todo o multiverso. “Ele é como uma representação de mim mesmo”, disse o escritor. “A ideia é brincar com essas coisas que me interessam, quebrar a barreira do que é real e o que não é. Introduzimos essa técnica de indução hipnótica para mexer com a cabeça das pessoas”.

Após comentar um pouco sobre o segundo e o terceiro volumes (clique nos respectivos links para mais detalhes), Morrison revelou detalhes das demais edições.

O número quatro mostrará o mundo com as versões dos heróis criados pela Charlton Comics, como o Besouro Azul, Capitão Átomo, Pacificador, Questão e outros, que mais tarde serviriam de inspiração para Watchmen. “Achamos que seria interessante pegar esses personagens e colocá-los na era moderna. Não será a mesma história de Watchmen,queremos pegar essa técnica de reinventá-los. Começamos com o símbolo da paz em chamas, em vez do smile ensaguentado. A capa serve também como a primeira página da história, que mostrará porque o pacificador matou o presidente dos Estados Unidos. A partir daí, volta no tempo para contar a trama toda”, explicou.

Os desenhos serão de Frank Quitely.

Já a quinta edição, com arte de Cameron Stewart, será dedicada ao Shazam (ex-Capitão Marvel), com um estilo bem tradicional. “Será uma espécie de Grandes Astros – Superman para o Shazam”, explicou o artista. O Dr. Silvana rastreia o raio mágico de volta à sua fonte e decide criar uma tecnologia e uma equação para duplicar o poder.

.

O número seguinte se passará na Terra 6, onde residem as versões dos heróis DC criadas por Stan Lee, publicadas no Brasil pela Editora Abril, em 2001 e 2002. Ao todo foram seis volumes, com Batman, Superman, Flash, Lanterna Verde, Mulher-Maravilha e Liga da Justiça.

Em cada revista virá um guia definitivo dos 52 universos, com todos os personagens que viveram em cada um deles. A saga Ponto de Ignição e outras revisões do Universo DC também serão abordadas neste guia, tornando todas as histórias verdadeiras.

O mapa deste renovado multiverso foi divulgado no mês passado (clique aqui para vê-lo) e servirá de guia para outros autores. Além dos universos paralelos, também lista outros conceitos, como a Sangria, a Força da Aceleração, os Novos Deuses, Céu, Inferno, Sonho, o Monitor e a Fonte.

Multiversity # 1, com desenhos do brasileiro Ivan Reis, estará disponível nas comic shops norte-americanas, e digitalmente, neste mês de agosto. Ao todo serão nove volumes. As edições seguintes trarão um título que remete a cada Terra paralela (como The Multiversity – The Society of Super-Heroes – Conquerors of the Counter-World e The Multiversity – The Just) e a saga se encerrará em Multiversity # 2.

Clique na galeria abaixo para ampliar diversos desenhos da saga.

• Outros artigos escritos por

.

.

.