Panini divulga várias novidades para 2018 na CCXP

Por Marcelo Naranjo
Data: 11 dezembro, 2017

A Panini Comics divulgou alguns de seus lançamentos para o ano de 2018 durante painel realizando na CCXP 2017. Veja abaixo os destaques de cada linha editorial.

DC Comics

Continuando a publicação em formato deluxe das aventuras do herói com anel energético, chegará Lanterna Verde – O dia mais claro, um encadernado com a saga completa dando sequência à saga A noite mais densa, lançado em novembro deste ano.

Outras aguardadas republicações acontecerão no próximo ano. Invasão! – lançada originalmente por aqui pela Editora Abril em 1991 – será uma delas, e conta com roteiros de Bill Mantlo e Keith Giffen, e arte de Todd McFarlane, Bart Sears e Giffen. DC – Nova Fronteira, de Darwyn Cooke, é outra que retornará. A seminal obra do autor falecido em 2016 já saiu pela própria Panini, em 2006 (dois volumes em capa cartonada) e em 2017 pela Eaglemoss (dois volumes em capa dura).

O dia mais claroInvasão!

SJA – A Era de Ouro, escrita por James Robinson e ilustrado por Paul Smith, que ganhou uma minissérie em quatro partes pela Metal Pesado em 1998, agora será reunida em um único volume. Crise de Identidade, de Brad Meltzer e Rags Morales, também será relançada.

Já o Homem de Aço será a estrela de pelo menos três novidades. Superman – Alienígena americano, escrita por Max Landis e desenhada por diversos artistas, é uma reimaginação do mito do herói, independente da cronologia principal. Outras duas famosas histórias retornam, com os encadernados Superman – As quatro estações (de Jeph Loeb e Tim Sale) e Superman – Identidade secreta (de Kurt Busiek e Stuart Immonen).

SJA - A Era de OuroSuperman – Alienígena americano

Outros destaques são novos volumes de Lendas do Cavaleiro das Trevas de Jim Aparo, e Lendas do Universo DC, desta vez com a saga de Marv Wolfman e George Pérez nos Novos Titãs.

Uma das melhores notícias é que a antologia Wednesday Comics (confira aqui o review da obra) ganhará edição especial no formato original.

No selo Hanna-Barbera, a editora continuará a lançar a reformulação dos personagens, que já incluem Future Quest e Flintstones. O próximo será Scooby Apocalypse, em dois volumes. Os crossovers dos personagens do estúdio de animação com os personagens DC serão publicados em volume único.

Wednesday ComicsScooby Apocalypse

Vertigo

Os destaques são Neverwhere, uma adaptação do livro de Neil Gaiman por Mike Carey e Glenn Fabry, e Punk Rock Jesus, de Sean Murphy.

A Saga do Monstro do Pântano, com a reformulação do personagem realizada por Alan Moore, voltará a ser publicada três anos após ser concluída em sua encarnação mais recente, mas agora em papel LWC, em vez de pisa brite.

O quinto volume de Sandman – Edição definitiva também sairá, assim como um encadernado reunindo os três volumes de Sandman – Prelúdio.

Por fim, Os Leões de Bagdá (de Brian K. Vaughan e  Niko Henrichon) e Daytripper (de Fábio Moon e Gabriel Bá), esgotados, ganharão novas tiragens.

NeverwhereA Saga do Monstro do Pântano

Marvel

Vários encadernados estão sendo preparados com histórias da “Casa das Ideias”: Justiceiro Max, de Garth Ennis, em dois volumes; a saga completa Hulk contra o mundo e seus tie-ins em volume único; Alias, de Brian Michael Bendis, em dois volumes; e Poderosos Vingadores – Invasão Secreta, também de Bendis.

Outros títulos que ganharão encadernados são Poder Supremo, de J. Michael Straczynski e Gary Frank; Inumanos, de Paul Jenkins e Jae Lee; e a Trilogia Infinita (como o Universo HQ havia adiantado aqui) em três volumes: Desafio InfinitoGuerra Infinita e Cruzada Infinita.

Além disso, como divulgado anteriormente, O Incrível Hulk e o Mestre do Kung Fu ganharão seus títulos na Coleção Histórica Marvel. Por fim, a saga X-Men – Inferno será publicada em seis volumes.

Poder SupremoInfinity Gaultlet

E mais

Pelo selo Millarworld, do escritor Mark Millar, sairão: um novo volume de O Legado de Júpiter, com arte de Frank Quitely; Empress, com arte de Stuart Immonen; e Huck, com desenhos do brasileiro Rafael Albuquerque.

Providence, de Alan Moore, com histórias de terror inspiradas nos contos de H.P. Lovecraft, terá mais dois volumes. Outra surpresa foi o anúncio de Cinema Purgatório, uma antologia comandada por Moore que reúne diversos autores.

Na linha de mangás, os destaques foram Children of the Sea, de Daisuke Igarashi; Innocent, de Shinichi Sakamoto e JoJo’s Bizarre Adventure, de Hirohiko Araki.

Panini lançará ainda um novo volume de Valente, de Vitor Cafaggi, e dará continuidade à série italiana Face Oculta.

HuckJoJo's Bizarre Adventure

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Cassiano Cordeiro Alves

    Invasão foi a primeira grande saga DC que eu comprei, quando estava no colégio. Tomara que venha em um formato bacana.
    Mas, sacanagem relançarem A Saga do Monstro do Pântano em papel LWC. Contei moedas para comprar a coleção anterior e agora… Bom, vamos ver o lado positivo: ouviram as reclamações dos leitores; felicidade de quem aguardou para comprar em papel melhor.

    • Rekrap

      Confesso que fiquei chateado com isso também. Pq não lançaram na primeira vez em LWC????

      • Black_Panther69

        Eu acho que eles disseram a verdade: que não lançaram porque seguiriam o formato americano e pela questão das cores. Só que, com tanta gente querendo esse material em LWC, devem ter pensado “por que não”? Certamente vai vender bem…

        • Jamerson Albuquerque Tiossi

          Acho difícil. Na Coleção de 70 anos (ou foi 75? tô ficando véio!) já havia saído Lição de Anatomia em papel LWC e eles já sabiam o resultado.
          O formato americano não é com um papel jornal com a mesma gramatura do nosso.

        • Esse blá blá blá das cores não me convenceu. Foi coisa simples. Testa o mercado com um formato mais em conta. Se houver demanda tenta um mais caro e segura um “Definitivo” pra mais tarde quando todo mundo já tiver comprado as duas versões!

    • Alexandre Pinto Harich

      Monstro tenho papel Nojornal , agora só compro capa dura

    • 0-Drix

      Acho que a única coisa digna de nota da Pixel quando aquela editora detinha os direitos de publicação da Vertigo, foi o lançamento do primeiro arco de histórias do Alan Moore à frente do Monstro do Pântano, em capa dura e papel LWC. Mas, como não podia deixar de ser, cometeram uma besteira, ao ‘quebrarem’ as páginas espelhadas (ou splash-pages, não sei o termo correto) da primeira história.
      De qualquer modo, isso prova que o lançamento neste ou naquele papel NÃO era uma imposição da matriz!

      • Eduardo

        Discordo de vc, Camarada. Só da Vertigo saíram os primeiros encadernados dos Invisíveis e Promethea além dakele volume do Tom Strong contra as formigas gigantes

        • 0-Drix

          Saiu só um encadernado de “Os Invisíveis”. Promethea teve alguns números publicados numa revista tipo coletânea, que misturava títulos Vertigo e Image – e depois um encadernado com meia dúzia de histórias. Todos estes encadernados foram publicados no então apelidado de “formato paraguaio”. Eram decisões editoriais muito confusas e arbitrárias.

          • D.Spider

            “Numa revista tipo coletânea” Pixel Magazine, comprei todas na época.

  • Benício Ernesto

    Wednesday Comics, que notícia! Para melhorar só se já estivesse nas bancas!!

  • Gabriel Viana Nagamini

    Nova Fronteira? Alienigena Americano? Identidade Secreta?! Novos Titãs do Pérez?! Wendnesday Comics?! CROSSOVERS HANNA-BARBERA/DC??! SAGA DO MONSTRO DO PÂNTANO?! HUCK?!?! JOJO?!?!

    Eu vou falir em 2018…

    • D.Spider

      vamos meu nobre…todos nós!kkk!

  • ARQUEIRO VESGO

    OMG. A Panini está de parabéns. Só coisa boa. Agora… haja grana.

  • Samuka

    Supreme Power foi finalizado?

    • Cassiano Cordeiro Alves

      Mais ou menos. Que eu saiba, depois saiu do selo MAX e passou para o Marvel Knights como Esquadrão Supremo, e não foi finalizada.

    • Eduardo Asso

      Sim, foi finalizado. Após essa mini foi lançado o supreme squadron se n me falha a memória.

      • Levi Trindade

        Oi, Eduardo. Supreme Power era uma publicação do selo MAX que se encerrou e se transformou em Squadron Supreme, que não era do selo MAX. Squadron tinha ficado incompleta, devido à saída do Straczynski. Alguns anos depois, deram mais ou menos uma continuidade à série, mas também acabaram cancelando. E essa segunda série não finalizava a anterior, que deixou pendente o quebra-pau entre Hipérion e o tal de Redstone.

        Abração.

    • Deco

      Nunca…

    • Jamerson Albuquerque Tiossi

      Não, não foi. No entanto, mesmo não finalizado é muito superior à muita coisa. De qualquer modo você pode ler a “continuação” em Marvel Force da Editora Globo :)

  • Mr. Wolf

    Que bom que irão continuar Face Oculta, material excelente!

    • Gustavo Nascimento

      Manfredi é gênio! Podia sair toda a republicação de Magico Vento da Mythos em formato italiano tb!

  • Murphy do Sealab

    Corrigir ali: é o QUARTO volume de Sandman – Edição definitiva.
    Encadernado de Sandman Prelúdio e Monstro do Pântano em LWC: comprar ou não comprar?

    • É quinto mesmo que provavelmente compilara a caralhada de mini series do universo do sonhar. O quarto volume já saiu há tempos.

      • Murphy do Sealab

        Valeu!

    • Pensador

      É o QUINTO volume mesmo, já que o quarto foi publicado em 2013. Se for igual à edição americana, trará as histórias “Sandman: Os Caçadores de Sonhos – Versão Yoshitaka Amano”, “Sandman: Os Caçadores de Sonhos – Versão P. Craig Russell”, “Sandman: Noites Sem Fim”, “Sandman: O Teatro da Meia-Noite” e “A Última História de Sandman”.

      • Murphy do Sealab

        Valeu! Achei que se referia ao quarto volume que está para ser relançado.

  • Beto Magnun

    Olha só não esperava ver Jojo’s por aqui. Bom a parte mais interessante é o Phantom bloody e Battle Tendence o que deve dar uns 15 volumes ou menos.
    Finalmente vão republicar Identidade Secreta e os leões de Bagdá. Enfim, muita coisa boa e muita coisa ruim também. Haja dinheiro pra acompanhar tudo.

  • Mauri Ribeiro

    Acho que vou gastar alguns dinheiros com encadernados o ano que vem.

  • Deco

    De tudo anunciado o que mais me alegrou foi Titãs do Wolfman e Perez. Pra mim um dos melhores gibis de todos os tempos

  • Rafael Monteiro de Castro

    Eu quero: Titãs do Pérez, Invasão!, Poder Supremo, Trilogia Infinita, CHM do Hulk, CHM do Mestre do Kung-Fu, e Inferno.

  • JackInDaBox

    Punk Rock Jesus !!!
    Enfim !!!

  • Maxoel Costa

    Aproveitando, poderiam fazer uma matéria analisando os preços praticados pelas editoras de quadrinhos atualmente, principalmente com essa edições de luxo com capa dura. Está faltando na imprensa especializada uma matéria esclarecendo como esse mercado e sua política de preços funcionam.

    • 0-Drix

      Perfeito! Este mercado nichado de quadrinhos supostamente de luxo ficou igual a outros mercados nacionais, onde os preços parecem ser chutados e se colar, colou – como acontece muito com os preços dos automóveis no Brasil! Depois, é só repetir o mantra “é por causa da alta carga tributária brasileira mimimimimi”. Mas não! É o chamado LUCRO Brasil, onde as empresas contam com um fator cultural em que a posse por si só geram status para o consumidor e tem mais importância do que o uso do objeto!

  • Não posso deixar de citar que é “tudo muito bom, tudo muito legal”, mas não creio que tudo seja publicado. Na CCXP 2016 foi prometido o “Superman: The Sandman Saga” e não foi cumprido.

    • Igor

      Oi?

      • Jamerson Albuquerque Tiossi

        Perdão? Qual a dúvida Igor?

        • Marquito Maia

          Acho que o Igor confundiu a saga do Superman dos anos 70 (a criatura de areia que rouba os superpoderes do Homem de Aço etc.) com o famoso personagem do Neil Gaiman!
          Ah, essa criançada de hoje em dia…

    • Levi Trindade

      Oi, Jamerson. Não me lembro disso, mas me recordo de mencionar que, dada a aceitação dos leitores, poderíamos até publicar a Saga da Criatura de Areia desenhada pelo Curt Swan, para o Superman.
      E é esse material que traremos em 2018.

      Abraços.

      • Jamerson Albuquerque Tiossi

        Levi, não há problema. Eu entendi “quase” a mesma coisa. No entanto, achei que já era uma promessa para 2017.
        Desculpe-me se entendi errado.

        Apenas para exemplificar é uma questão semelhante com o “papel de origem” e “papel que publicamos”. Um amigo ficou hashtag chateado porque a Panini publicará Monstro do Pântano em papel LWC e, segundo ele, havia um vídeo do 2Quadrinhos em que você justificava a forma de publicação em função do papel de origem.

        Achei estranho já que a Panini já havia publicado “Lição de anatomia” em LWC e havia uma coleção americana em um papel melhor. Ele me enviou o vídeo.

        Você, no vídeo, não é explícito ao caso do Monstro do Pântano, mas dá a entender.

        Leitores são chatos e estão ficando cada dia mais velhos :)

        Por sinal e o final de “Era das Trevas” de Astro City?

  • Tiago Sitônio

    Eu não estou crendo que comprei toda a Saga do Monstro do Pântano naquele papel vagabundo (que já tá todo amarelado) e agora a Panini vai relançar em papel LWC!

    • Douglas

      Se não me engano, Homem Animal do Morrisson foi o mesmo papel, então eles (Panini) devem voltar à cena do crime.

    • Sniper

      Bem que podiam fazer uma espécie de ‘recall’ pra quem comprou tudo no papel jornal, muita sacanagem lançar agora em papel melhor algo que foi publicado há não muito tempo.

  • Canoa Furada

    Agora vale a pena comprar Monstro do Pântano.

    X-Men Inferno, mais Millarworld e Jojo’s?! Muito bem Panini!

  • Ygo Rummenigge

    AAAAEEEEE mestre do kung fu, eu vi em outros sites que será 8 volumes em duas caixas, hã alguém sabe me explicar, serão republicações das histórias publicadas pela boch ou as histórias da época de superaventuras marvel?

  • Paulo

    Monstro são seis, Lobo são 28 e sua sequência 11.

  • Marcelo Pinheiro de Vasconcell

    Do monstro do pântano são 6.

  • Newton W. Oliveira

    E Batman – A Queda do Morcego, foi ou não foi confirmado na CCXP ?

  • Marcelo Pinheiro de Vasconcell

    Foi uma saga em que os demônios invadiram o planeta, afetando todo o universo marvel. Porém nas histórias dos muntantes teve um maior destaque (uma das líderes dos demônios era a Madelyne Pryor, que era casada com o ciclope e era clone de Jean Grey).

  • Murphy do Sealab

    Obrigado!

  • Alexandre Pinto Harich

    Monstro do Pântano são seis.

  • Alexandre Pinto Harich

    É uma saga enorme com participação da nova mutante Magia , Senhor sinistro, Madelyne Pryor Gostei das artes daquelas edições

  • Black_Panther69

    O Levi disse ao Vinícius do 2quadrinhos que essa publicação da Sociedade da Justiça serviria para testar a viabilidade de outros materiais. Logo, vamos compra-la em peso para ver se sai a JSA do Geoff Johns…

  • Enn

    Monstro do Pântano do Moore = 6 volumes
    Lobo Solitário = 28 volumes
    Novo Lobo Solitário = 11 volumes

  • Alexandre Pinto Harich

    Invasão , era de ouro , Superman – Alienígena americano , Sandman 5 , Wednesday Comics , Poder supremo , Neverwhere , O Legado de Júpiter , Inumanos Mestre do Kung Fu e Hulk encadernados clássicos. Estes são cofre o problema e que sempre surgem mais alguns , fora os das editoras Mythos , Devir Salvat , abril ETC……. Vai faltar estante e $$$$$$$$

  • Cassiano Cordeiro Alves

    Sabe a Ilyana, irmã do Colossus? Ela governava o Limbo e seus demônios. Inferno é a história na qual ela perde o controle e os demônios invadem Nova Iorque. Mas tem muito mais do que isso. Rolou encontro/confronto entre X-Men e X-Factor, tramas do Senhor Sinistro. E MUITOS TIENS. Acompanhei na época do formatinho da Abril, até hoje está entre minhas sagas favoritas. E certamente vou comprar!

  • Vipo Free

    È uma saga dos x-men do fim dos anos 80/começo dos 90 em que a rainha dos duendes abre um portal do inferno pra ny, e tenta conquistar a cidade.

  • Somos 3, kkkkkk

    • D.Spider

      Somos 4? kkk!

  • Eric Cartman

    Miracleman encadernado sai quando?

    • James Howllet

      Boa!!!

      Eu também sugeriria a fase do Gaiman mas (posso estar enganado) mas me parece que o autor inglês ainda quer um espaço na agenda para concluí-la.

    • Jamerson Albuquerque Tiossi

      Aparentemente nunca! Mas talvez um dia a fase do Gaiman. Com um talvez beeeeem grande :)

  • Ed mundo

    Panini quer lançar Huck em 2018? Pode isso, TSE?

  • James Howllet

    Linda!!!!

  • James Howllet

    Terrível!

    Parece que o esquema de “Promethea” funcionou por isso…

    Tenho tanta saudades da “Liga” do Morrison (e do Waid também!) que aceitaria numa boa edições cartonadas com papel LWC

  • Dirty Harry

    Medo de quanto vão cobrar pela trilogia do infinito

  • Márcio dos Santos

    Concordo.

  • Márcio dos Santos

    Um errinho na notícia, Invasão! foi lançada pela Abril em 1990, não em 1991.

  • Ismael Tobias Machado

    Esqueceram de citar a republicação de Camelot 3000!!!

  • Chico Milk

    Exatamente! Se sair metade disso tudo em 2018 já é lucro. Prova disso é Elektra Vive que ficou no burburinho durante o ano todo e nada até agora.

    • Levi Trindade

      Olá, Chico.

      Elektra Vive será entregue pela gráfica em 15/12. Infelizmente, eles não conseguiram acabar a tempo da CCXP.

      Abs.

      • Chico Milk

        Caraca, que droga isso! Como ninguém mais tinha falado nada, e não vi em nenhum lugar ninguém falando dessa edição, achei q tinha ficado no vácuo p esse ano. Mas que legal q vai lançar!

  • Wagner Ferreira

    A Panini acha que nós CAGAMOS dinheiro? Nem fodendo eu RECOMPRO o Monstro do Pântano por causa de papel!

  • Everaldo Leite

    Continuo querendo ver uma republicação da fase Byrne do Super. Mas me empolguei bastante com os anúncios! Mais um ano falido, heheh

  • Victor Vitório

    Boas coincidências. Vi Face Oculta na Saraiva na semana passada e pensei se um dia sairia a continuação. Para mim, é o melhor anúncio. E não deve fazer 1 mês que eu estava pesquisando se tinha algum encadernado decente de Superman – As Quatro Estações e Identidade Secreta! Minha “esperança” era sair na coleção cara da Eaglemoss, mas prefiro assim mesmo.

    Se Monstro do Pântano vier a um preço convidativo, a gente n resiste e compra pela segunda vez…a editora sabe disso. Ao menos o vol 2 eu levo, esse eu n tenho. Veja Sandman Overture: 3 capa dura mirradinhos q todo mundo sabia q um dia sairia completo, mas já queria ler mesmo assim. Eu optei pela edição em inglês, foi até melhor e mais barata q os 3 da Panini.

  • Jamerson Albuquerque Tiossi

    Isso.
    Acho que antes de voltarem com a SJA eles deverão explorar Johns e Flash em uma série.
    Mas tenho esperanças que as editoras fora do padrão (Salvat e Eaglemoss) apresentem algo destas séries de omnibus como Flash de Waid ou do Johns.

    • Emerson

      Seria uma boa, tanto Flash como a Sociedade da Justiça tem carência de materiais publicados por aqui.

      • Jamerson Albuquerque Tiossi

        A Panini poderia iniciar com uma série do material de Adventure Comics que trouxe muita coisa legal no final dos anos 1.970 e já tem material digital.

  • Jamerson Albuquerque Tiossi

    E Superman The Sandman Saga também. Nunca mais tocou no assunto…

    • Alexandre Floquet da Rocha

      Essa eu queria muito.

  • Muita coisa boa, tanto inédita quanto republicação. Achei q a Panini nunca fosse publicar os crossovers DC/HB; finalmente! Na espera tb da continuação de O Legado de Júpiter.

  • James Howllet

    Curioso…
    Com essa batelada de ótimos lançamentos de diferentes épocas bateu algumas indagações:

    1- A exceção do Bat, os lançamentos da DC da Era de Prata e quase todo da Era de Bronze são raquíticos.

    2- Mesmo ótimas iniciativas como o citado Homem-Morcego e as edições do Super privilegiam o artista. A genial fase da dupla de verde parece ser uma exceção e mesmo àquela época não obteve tanto sucesso popular.

    3- Quase não está presente alguma estória ou acontecimento marcante na cronologia. Mesmo com a “Crise…” original ter eliminado esse detalhe, isso parece esquisito.

    4- Juro que imaginei a Panini atacar essa fase. Lembro que na minha época de leitor da Abril isso era uma queixa, embora não tão recorrente, presente. Eu fazia parte desse grupo, então…

    5- Nem na coleção da Eaglemoss essa lacuna foi minimamente sanada!

    6- Material do Jonah Hex (que Eu adorava e fazia sucesso!) e o “setor de assombrações” como ‘House Of Mistery” nem são cogitados.

    Afinal, alguém saberia explicar o que existe para tanto silêncio?

  • Levi Trindade

    Olá, Edimario.

    Acho que houve um equívoco. Não lançaremos em 2 volumes. O volume 1 foi reimpresso para a CCXP e lançaremos mais 2 em 2018, completando a série.

    Um abraço.

    • Edimario Duplat

      Bem, pelo menos é o que tem no texto “Alias, de Brian Michael Bendis, em dois volumes”. Só gostaria de saber se a configuração destes encadernados será a mesma do que foi lançado anteriormente.

    • Edimario Duplat

      Ah, ok. Se for assim fico no aguardo das outras edições.

  • Levi Trindade

    Oi, Sergio.

    Não me recordo de anunciar Escalpo em 2015, mas que gostaria que fosse encadernada em capa dura. Mas se houver algum vídeo em que eu disse isso, então ou era só especulação minha ou apenas o meu desejo como colecionador pra que isso se realizasse.

    Abração.

    • sergio reis

      Ok,Levir!torçendo pra que em 2018 a panini reveja essa politica absurda de preço o dobro pela metade!o país atravessa uma gravíssima crise financeira e quando critico com veemência é pelo fato de querer mto que essa enxurrada de materiais de muita qualidade possa atingir o maior numero de pessoas possíveis para que mais obras seminais sejam publicadas!

  • rafael marques

    Exato, Jamerson. Gostaria muito de comprar o Escalpo mas R$120 é muito dinheiro numa HQ. A linha Vertigo está muito boa em termos de histórias publicadas no Brasil. Claro que tenho comprado em brochura, algo em torno de R$24, 25 reais. Pensei a mesma coisa quando vi o encadernado dos Novos Mutantes. Um super embelezamento num título que nunca foi tão expressivo no país. Pegue um exemplo também de preços malucos pela Panini, Terra X, republicado meses atrás, mais de 300 páginas por R$100
    reais. Aí republicam qualquer coisa em capa dura, nem 200 páginas por quase R$80,00. Não consigo entender isso. Infelizmente quadrinho no Brasil, mas precisamente o de luxo, encadernado, tá se tornando algo muito elitizado e acredito que a ideia do quadrinho sempre foi ser acessível a todos.

  • Dyel Dimmestri

    Algumas considerações:
    -Até que enfim, vão publicar a Era De Ouro! Uma EXCELENTE HQ que nem todos puderam ler, devido ao péssimo esquema de distribuição da finada editora Metal Pesado. Uma dica:Antes de lerem A Nova Fronteira, leiam A Era De Ouro;muitos o consideram uma espécie de “prequel”da Graphic Novel do saudoso Darwin Cooke.
    -Legal decidirem lançar a antologia Wednesday Comics. Poderiam ter relançado também a BIZARRO COMICS.
    -Dois Clássicos Obrigatórios dos Mangás, enfim no Brasil… Jojo,pela Panini, e Hokuto No Ken pela JBC. aguardo o dia em que veremos as obras de Go Nagai, Shotaro Ishinomori, Shigeru Mizuki, mais coisas do Osamu Tezuka, etc.
    -não posso deixar de dar uns puxões de orelha na Panini. O primeiro:Quando, afinal, teremos mais MIRACLEMAN??? o primeiro tomo da fase do Neil Gaiman, com desenhos de Mark Buckingham(A ERA DE OURO), já se encerrou nos EUA… agora, a série entrou em hiato, e só volta em 2018(o hiato se deu devido ao fato das respectivas esposas do Gaiman e do Buckingham terem dado a luz.). Pelo menos, temos um ano inteirinho de material para ser publicado. E vale citar que lá nos EUA, Inglaterra, e-pasmem!-até Portugal já foi publicado, em setembro o Vol. 01 da edição encadernada da Era de Ouro… Só para encerrar este tópico: O editor da Marvel,Nick Lowe, ao dar uma olhada no material de A Era De Prata que já está pronto, definiu o trabalho da dupla Gaiman/Buckingham como:”MARVEL ENCONTRA MIYAZAKY”.
    -critico também a falta de iniciativa da Panini em publicar certos títulos bem interessantes, enquanto outras editoras o fazem. A Eaglemoss, por exemplo, publicou na coleção de Graphic Novels da DC, duas obras essenciais:ARQUEIRO VERDE:OS CAÇADORES, de Mike Grell, e HOMEM -BORRACHA:UMA CAÇADA MUITO LOUCA, do Kyle Baker. A Panini nunca havia se manifestado sobre estas obras. Espero que um dia, ela resolva publicar todo o Homem-Borracha do Kyle Baker.

  • Cristhian Lopes

    Tinha parado de comprar revistas da Panini e estava me concentrando somente nas Graphic Novel Salvat, entretanto com a noticia da publicação dos Novos titãs de George Perez com certeza voltarei as compras!!

  • Alexandre Floquet da Rocha

    A versão da ed. Abril eu comprei quando era criança. Foi quando eu descobri os quadrinhos de super-heróis e por isso tenho muita nostalgia por essa saga, sem contar que a arte do Curt Swan estava no seu auge.
    Já entrei em contato com a Panini no site da DC pedindo essa publicação e nas duas vezes disseram que não estava nos planos. Uma pena.

  • Sniper

    Editores Panini, pretendem republicar Crise nas Infinitas Terras? Está esgotada.

  • Enn

    Sim, a Marvel conseguiu entrar em acordo com os herdeiros do Sax Rohmer em 2015

  • Fabio

    hahahahaha..q merda..no meu caso foi na epoca mesmo q completei..E na boa? vou ficar com esses mesmo.. ate pq tem muita coisa pra comprar ano q vem…90% do que foi anunciado nessa materia vou tentar comprar.. entao deixa com papel jornal mesmo..hahaha

    mas pensaria com carinho se sair um dia em uma coleção De Luxe com capa dura e tudo

  • Fabio

    merece muito..Monstro do Pantano do Moore é uma obra prima..coloco apenas atrás de Watchman e Do Inferno como um dos 3 melhores trabalho do autor

  • Apenas imbecis caem nessa da Panini em reIação ao papeI meIhor da saga do MP de Moore!
    esperem e em 2020 a Panini vai Iançar os seis voIumes em capa dura e em 2022 uma edição única Iuxuosa dos seis voIumes, coisa pra FDP!

  • Diego Berlezi Ramos

    Quero tudo!!!! A Saga do Monstro, Desafio Infinito, Lendas… Como diria Clarke: 2018: O Ano em que Iremos Falir!

  • Pedro Ribeiro

    PANINI, LANÇA LOGO MIRACLEMAN ENCADERNADO EM CAPA DURA, POR FAVOR!!!!!!!!!

    • D.Spider

      Eu ratifico seu pedido!!

  • W. W. Barros

    Trilogia Infinita já é o bastante para me levar à falência

  • Mas a Panini teme que o acerto se encerre e irá publicar 8 volumes em 2018.