Marvel anuncia recomeço com Fresh Start

Por Sérgio Codespoti
Data: 21 fevereiro, 2018

A Marvel Comics está mais uma vez restruturando seus personagens. Desta vez, a iniciativa se chama Fresh Start (Um Novo Começo) e foi divulgada em um clipe, sem muitos detalhes, apenas preparando os leitores para muitas mudanças em 2018. Assista ao vídeo no final deste artigo.

Uma arte de Jim Cheung mostra alguns dos personagens envolvidos: Homem-Aranha (Peter Parker), Gambit, Pantera Negra, Wolverine (Logan), Coisa, Capitão América (Steve Rogers), Homem-Formiga (provavelmente Scott Lang) e Vespa (Nadia Pym), Deadpool, Mulher-Hulk, Justiceiro, Luke Cage, Jessica Jones, Miss Marvel (Kamala Khan), Motoqueiro Fantasma (Robbie Reyes), Homem de Ferro (Tony Stark), Thor (Odinson), Demolidor, Homem-Aranha (Miles Morales), Doutor Estranho, Hulk (Bruce Banner), Jean Grey (a personagem original), Capitã Marvel (Carol Danvers) e Venom (possivelmente Eddie Brock).

Marvel Fresh Start

O Capitão América voltou a atuar do lado dos heróis. A fase atual, com Mark Waid e Chris Samnee terminará em breve, após Captain America # 700, e a nova equipe criativa da série não foi anunciada até o fechamento deste texto.

Tony Star voltará a assumir a armadura do Homem de ferro, possivelmente no título Invincible Iron Man, que terá roteiro de Dan Slott, de saída do Homem-Aranha.

Riri Williams, ou Ironheart, continuará presente, mas nas aventuras dos Campeões, equipe da qual passará a fazer parte.

Thor é uma das maiores novidades desse anúncio. O personagem em suas aventuras recentes chama-se apenas Odinson, usa um machado e atua como uma versão nórdica do Conan. Mas eventos recentes em sua revista levam a crer que ele voltará assumir o papel de Thor, com um martelo e um braço dourado!

Atualmente, Jane Foster desempenha o papel de Thor. Ela sofre de câncer e o destino da heroína é incerto.

Ao que parece, Jason Aaron tem grandes planos para Thor e Asgard. Ele será o roteirista de Avengers, que terá arte de Ed McGuiness. Robbie Reyes se juntará aos Vingadores, cuja formação da equipe também incluirá o Homem de Ferro, Capitão América, Dr. Estranho, Pantera Negra, Mulher-Hulk, Capitã Marvel e Thor.

Avengers # 1Venom # 1

Logan e Jean Grey voltaram ao Universo Marvel recentemente. Ele no evento Legacy e ela na minissérie Phoenix Resurrection. Esses mutantes voltarão a ter uma presença mais destacada, uma vez que parece que o resto X-Men também voltará a sua publicação tradicional.

Gambit e Deadpool são personagens cujos direitos cinematográficos pertencem à Fox. Com a aquisição dessa empresa pela Disney – que também é dona da Marvel Comics – não é de se estranhar que esses heróis, todos eles com filmes engatilhados, voltem a ganhar destaque nas revistas.

Marvel Comics parece ter abandonado sua rixa com a Fox e voltou a se interessar pelos mutantes e o Quarteto Fantástico. Tudo indica que o grupo também retornará, embora não exista nada concreto sobre o assunto. Atualmente, o Tocha Humana e o Coisa estão juntos na revista Marvel Two-In-One, um revival do título clássico do Coisa, no qual ele contracenava com heróis convidados mensalmente.

Venom também estará nas telonas em breve. Aliás, ele está completando 30 anos de existência e terá um evento especial para celebrar o aniversário, incluindo um mês no qual 20 revistas terão capas alternativas com o simbionte. A revista Venom # 1 terá enredo de Donny Cates e arte de Ryan Stegman.

Outros heróis proeminentes nos cinemas que serão destaque das revistas são: Homem-Formiga, Vespa, Capitã Marvel e Pantera Negra.

No momento, ainda existem muitas lacunas sobre o projeto, incluindo as equipes criativas da maioria dos títulos e o destino de alguns personagens. Aguarde mais informações em breve.

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Penso que, um dia, vai ter um reboot por ano de todas as personagens de quadrinhos…

    • Já estamos nesse dia desde 2013, por aí…

  • Thor é canhoto? Nunca tinha reparado.

  • marlon gonçalves

    ´´mais uma saga q irá abalar as estruturas do universo Marvel…“ kkkkkkk

  • Ed mundo

    Nova Marvel, Novíssima Marvel, Totalmente Nova Marvel, Totalmente-Nova-Totalmente-Diferente Marvel, Marvel Now, Marvel Legacy, Marvel Um Novo Começo… eu rio de leitor de Marvel… chega a ser bizarro.
    passo e passarei longe disso aí…

    • ninguém

      Leitor só de Marvel ou de quadrinhos do subgênero super-heróis no geral?
      As outras editoras não me parecem estar fazendo coisas novas também…

      • Ed mundo

        Estão fazendo, tem os casos de IDW, Image, Dark Horse, Dynamite, Valiant… todos com HQs sempre em listas de melhores… o problema é que fora a Valiant, que agora tá na Social Comics, o restante nunca chega no Brasil. Tem alguns títulos da Image, por sinal, cuja não-publicação aqui beira o crime.

      • Adriano deSouza

        JÁ OUVIU FALAR DA INICIATIVA VERTIGO? So pra citar uma grande editora que não trabalha só com super-heróis. Mas poderia falar das pequenas também, como Image, Dark Horse, IDW, Dynamite, etc.

        • ninguém

          Acho que fui bastante claro quando disse “subgênero super-heróis” ali encima, não? Mas, respondendo ao seu comentário mesmo assim, digo-lhe que a Vertigo também entra nesse deserto criativo, sobretudo agora que a Karen Berger deixou de ser sua editora. Veja se é possível encontrar hoje HQs tão boas quanto foram Sandman, Invisibles ou Preacher na época em que Vertigo era uma “inciativa” dessa mulher e volte aqui para nos dizer.

      • Fernando Amaral

        Pois é, esse negócio de decenautas x marvetes já era coisa de macaca de auditório desde os anos 80 aqui no Brasil. Enquanto isso a Warner e a Disney riem à toa.

        • James Howllet

          Curioso…

          Tenho uma opinião distinta.Sou leitor dessa época e sempre houve uma preferência por títulos (revistas), heróis e autores. Nunca essa coisa sectária e doentia desta editora ou outra. Para quem não comprava tudo como Eu era comum os leitores elegerem arcos, revistas e autores da vez, o que ocasionava as trocas eventuais de uns títulos ou outros de acordo com essas circunstâncias.Tambem existiam fenômenos como “A Espada Selvagem de Conan” que era uma intersecção absoluta entre os leitores ou heróis a prova de dúvidas. Eu possuía todas as Heróis da TV até o número cento e alguma coisa, mas meu super-heroi favorito até hoje é o Superman. E isso era muito comum.Enquanto o Bat do Adam West afugentava os “leitores compenetrados” (é sério!) Eu não deixava passar uma só edição com Neal Adams ou Marshall Rogers.

          Essa rixa começou para valer mesmo a partir do estabelecimento do gênero cinematográfico. Mas mesmo nessa mídia é bastante comum os fanboys assistirem a filmes de ambas as partes, nem que seja nos torrents da vida. O que há, acredito Eu, é o estabelecimento da “cultura troll” neste segmento no qual, se muito, lê-se algumas coisas recentes ou material canônico tais como “”O Retorno do Cavaleiro das Trevas”.

          O discurso padrão quase sempre carece de noções básicas do que é uma hq, do gênero, da História e dos autores clássico.
          Daí vê-se cidadão dando faniquito pelo filme do Esquadrão Suicida e fazendo lixamento “daquele veinho esclerosado” do Jim Starlin.

    • Marquito Maia

      A melhor ainda é “All-new, all-different, all the same Marvel”, frase cunhada por um leitor lá da Corte.

    • Eugênio Furtado

      All-New, All-Diferent, All Same Shit Marvel

    • Mas o que acho engraçado, é que enquanto detonaram a DC por ter feito os N52 – DC You e depois “consertado” com o Rebith, a Marvel fica no quase de rebootar a cada ano, e ninguém pode falar sobre, é tabu…

  • Gabriel Vaz

    Ou seja, voltou tudo como era antes, pré-mimimi.

  • ARQUEIRO VESGO

    Aah, morre logo Marvel.

  • Alexandre Pinto Harich

    Triste fim da casa das ideias ser apenas uma coisinha da Disney.

  • Rogerio Moraes

    Fresh Start = Início Fresco… hehehe… :)

    • nexus

      Começar de novo.

      • Rogerio Moraes

        Sinto muito, amigo! A tradução LITERAL é Início Fresco.

  • Adriano deSouza

    Vão lançar um monte de numero 01, vai vender muito, marvetes comemoração tudo como uma torcida de futebol, como se fosse a conquista de um título… mas o mais importante, as histórias, provavelmente continuarão chatas como sempre.

  • Thiago A.

    Fizeram um monte de merda, viram que os leitores chiaram, viram as vendas caírem e agora vão voltar com um os personagens clássicos de novo, acrescentando alguns que não estavam sob a tutela dela. O círculo vicioso se repete novamente até a próxima megassaga que abalará as estruturas do universo Marvel.

  • Henrique Brum

    quadrinho é complicado. O personagem envelhecer é um problema que eles não sabem como contornar…tem que ter evolução pra prender o leitor…e uma hora vai saturar. A Marvel perdeu uma chance gigantesca com o Ultimate. Tava tudo certo pra cancelar o universo tradicional naquela época. Venderam os direitos pra filmes…sabiam que isso ia trazer muitos leitores novos. Fizeram os X-men usando preto, a aranha geneticamente alterada, os filmes batendo com as telas. Mas não tiveram coragem de cancelar o tradicional e nem fizeram um planejamento decente pro Ultimate durar mais que uma década. Os dois universos acabaram. Se tivesse hoje um único universo…com Nick Fury do SLJackson e cia eles estariam tranquilos…agora tão namorando a ideia de reboot de novo…mas não vai estar tão amarrado como estava 18 anos atrás…não vai voltar pro Peter adolescente de novo…não vão criar outra versão do universo inteiro com potencial pra segurar os próximos 50 anos….perderam a chance.

    • Leonardo Queiroz

      Uau!

  • Bruno Ferreira

    #Marvel
    #VoltaBattleScenes

  • 0-Drix

    Nada de novo além do esperado: os personagens clássicos voltaram e os novos que tiveram uma boa aceitação se mantiveram. Seria melhor se se chamasse “False Start”!

  • FINASTERIDO

    Marvel recomeça o recomeço do que nunca terminou de começar… zzzzzzzzz Eu só não entendi como DC e MARVEL ainda não rolaram ladeira abaixo. Porque os tais ‘caras criativos’ fazem de tudo para isso acontecer há vários anos. chega-se a um ponto que simplesmente não adianta mais mexer nos personagens. É tudo muito repetitivo. E vendido com cara de novo…de de novo.

  • FINASTERIDO

    MARVEL E DC caíram, há anos, num looping infinito. Tão infinito quanto essas megas sagas que vão do nada a lugar a algum e provocam renascimentos sem sentido. Vende? claro, senão não faziam. Mas, a cada renascimento percebe-se o fim mais próximo desses modelos. Esta é a razão, na minha opinião, claro, pela qual essas sagas são cada vez mais constantes e mais breves. A geração atual é impulsionada por uma evolução tecnológica que torna o mundo mais rápido, e nesse processo, a percepção das coisas muda. O excesso de informação tem seu lado negro da força. E os quadrinhos sofrem com isso, porque esse tipo de entretenimento se adapta a força de aceleração rs. Acho um caminho natural, afinal, nada dura para sempre. De minha parte, estou traquilo, porque essa velocidade toda acabou me jogando no passado através de uma dobra espacial. Estou lendo Tales of Atonish, da coleção epic, e adorando a simplicidade de Stan Lee e Jack Kirby com o velho e bom Hulk esmaga tudo. Estou na década de 60. E não me surpreenderá se esse novo renascimento da MARVEL venha aqui DE NOVO beber da fonte original. Bem, vou nessa, porque amanha tem show no Sea Estadium com um grupo inglês…

    • nexus

      Concordo. Leio muito as histórias antigas, eram tão simples e despretensiosas, e o melhor: tinham começo, meio e fim.

  • Alexsandro da Silva Barbosa

    Marvel perdida igual cego em tiroteio.

  • Francisco Cláudio

    A única coisa boa que vi nessa notícia é essa arte sensacional do Jim Cheung. Eu compraria um poster com esse desenho.

  • nexus

    O negócio da numeração ficou realmente bizarro. Num mês Captain America 25, no outro 695, no outro nº 1 de novo.

  • nexus

    A Marvel está literalmente perdida, sem saber o que fazer com seus quadrinhos quando TUDO que interessa são os blockbusters do cinema.

    Não tem o menor sentido uma editora reiniciar sua linha de quadrinhos uma vez por ano. Assim os leitores desanimam de acompanhar as séries, pois sabem que podem acabar de uma hora para outra.

    Será que ninguém na empresa consegue perceber isso?

  • Drommajin

    Na boa? Só volto a ler HQs de super heróis quando fizerem um HARD REBOOT e não esses soft reboots que não servem de nada na verdade.

    Enquanto isso, estou 100% satisfeito com a Image Comics cujas obras tem um começo, um meio e um fim e são de altíssima qualidade.