Confins do Universo 063 – Quadrinhos em Exposição

Por Samir Naliato
Data: 14 novembro, 2018

Quadrinhos é arte, e seu lugar também é no museu!

Por muito tempo, e por muitas pessoas, os quadrinhos foram marginalizados. Mas, a cada ano, essa barreira é quebrada, e a mídia vem reconquistando o espaço e o respeito devidos.

Neste episódio de Confins do Universo, recebemos Ivan Freitas da Costa, o curador da exposição Quadrinhos no MIS – Museu da Imagem e do Som, que abre hoje, em São Paulo.

É a maior exposição sobre a nona arte já realizada no Brasil, e conversamos sobre a criação do projeto, como transformar essa ideia em algo real e os desafios para torná-lo realidade. O que é abordado, quais as peças mais raras, as surpresas que os visitantes terão na visita e muito mais.

E mais: mensagens dos ouvintes!

Confins do Universo 063 - Quadrinhos em Exposição

.

Participantes

_____________________________________________________________

Comentado neste programa

_____________________________________________________________

Contato

Envie a sua mensagem com sugestões, elogios ou críticas: podcast@universohq.com
Mensagem de voz via Whatsapp para (11) 94583-5989
Redes sociais: Twitter – Facebook – InstagramGoogle+Youtube

_____________________________________________________________

Assine o Confins do Universo

Feed RSS – http://podcast.universohq.com/feed/
iTunes Store
Spotify

_____________________________________________________________

Confins do Universo em vídeo

Canal do Universo HQ no YouTube

_____________________________________________________________

Edição e Sonorização

O Confins do Universo é editado por Rádiofobia Podcast e Multimídia.

_____________________________________________________________

Narração de abertura e encerramento

Guilherme Briggs – Twitter – Facebook – Instagram

_____________________________________________________________

Logotipo

Damasio Neto – Facebook – Instagram

_____________________________________________________________

Ilustração do Confins do Universo

Daniel Brandão (versão 1) – Twitter – Facebook – Site Oficial
Vitor Cafaggi (versão 2) – Twitter – Facebook – Instagram

Confins do Universo, por Vitor Cafaggi

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Blohdgarm

    Ansioso mais ainda pela exposição. Alias, que coisa linda a trilha sonora do Boku no Hero Academia tocando ao fundo. Pra quem estiver curioso ela toca ali pelos 39:00.

  • além de celebrar e parabenizar a iniciativa do MIS e do curador, vale a pena aproveitar a oportunidade para destacar o momento delicado que vive a comunidade museológica brasileira. Para além da tragédia vivida pelo Museu Nacional da UFRJ, cabe destacar o verdadeiro desmonte que o governo federal vem promovendo nas políticas públicas relacionadas ao setor de museus com a extinção do Ibram e sua substituição por uma agência. O Ibram havia sido uma conquista da comunidade museológica após anos de discussões e práticas que visavam aproximar os museus da sociedade e promover políticas públicas mais democráticas para a área — e a possibilidade de uma exposição hoje sobre quadrinhos em um museu voltado ao audiovisual certamente tem a ver com essa ampliação conceitual e temática. Infelizmente tudo isso pode ser perdido nos próximos anos com o atual processo de desmonte.

  • Uma dica para quem vier a são paulo para a exposição no MIS: também está em cartaz, no Sesc Pompeia, uma excelente exposição sobre a obra do Lourenço Mutarelli.

  • ISAIAS

    Alguem sabe o valor do catálogo ?

  • ISAIAS

    Alguem sabe o preço do catalogo?

  • Pois é: estava eu terminando de ouvir o podcast quando chego à estação Mackenzie do metrô, e o que vejo? Uma pequena exposição de quadrinhos, com imagens do acervo de um certo Ivan Freitas da Costa…

  • Emerson Penerari

    Que papo gostoso de ouvir! Não vejo a hora de visitar a exposição! Conheci o excelente trabalho do Ivan quando apoiei no catarse o livro Ícones dos Quadrinhos, e desde então tenho ficado maravilhado com o tanto de coisa legal que ele fez e faz! Foi legal ouvir um pouco das referências cenográficas, irei prestar atenção em tudo! Já participei (organizando e com artes minhas) de umas 30 exposições, mas ver esse cuidado com tudo deu ótimos insights para as próximas! Que venham mais iniciativas como essa!