Confins do Universo 039 – E aí: deu Liga?

Por Samir Naliato
Data: 7 dezembro, 2017

Os filmes da DC continuam dividindo opiniões e sendo tema de diversas discussões entre fãs e imprensa especializada. Liga da Justiça estreou trazendo um ano e meio de rumores, especulações e turbulências nos bastidores, que incluiu a troca de diretor durante a pós-produção.

A equipe do Confins do Universo recebeu os jornalistas Roberto Sadovski, do Uol, e Maurício Muniz, do Pastel Nerd, para debater o primeiro longa-metragem da maior equipe de super-heróis da DC Comics, os pontos positivos, os negativos e o que virá a seguir. E aí? Será que deu liga?

E mais: leitura de e-mails, indicações de leituras, e um anúncio muito importante no final do episódio!

.

Podcast em vídeo

.

Participantes

_____________________________________________________________

Confins do Universo recomenda

_____________________________________________________________

Comentado neste programa

_____________________________________________________________

Contato

Envie a sua mensagem com sugestões, elogios ou críticas: podcast@universohq.com
Mensagem de voz via Whatsapp para (11) 94583-5989
Redes sociais: Twitter – Facebook – InstagramGoogle+Youtube

_____________________________________________________________

Assine o Confins do Universo

Feed RSS – http://podcast.universohq.com/feed/
iTunes Store

_____________________________________________________________

Confins do Universo em vídeo

Canal do Universo HQ no YouTube

_____________________________________________________________

Edição e Sonorização

O Confins do Universo é editado por Rádiofobia Podcast e Multimídia.

_____________________________________________________________

Narração de abertura e encerramento

Guilherme Briggs – Twitter – Facebook – Instagram

_____________________________________________________________

Logotipo e edição de vídeo

Damasio Neto – Facebook – Instagram

_____________________________________________________________

Ilustração do Confins do Universo

Daniel Brandão – Twitter – Facebook – Site Oficial


Confins do Universo

• Outros artigos escritos por

.

.

.

  • Cassiano Cordeiro Alves

    Ainda não assisti ao filme, ainda não ouvi o podcast, mas preciso dizer: “BEM VINDO”! O melhor podcast de hqs de volta ao lar! Muito obrigado!

  • Fui no cinema sem esperar nada e me surpreendi positivamente.
    Disparado o melhor filme da DC.
    Por outro lado, imagino o quanto ele poderia ter sido melhor.
    Agora vamos ouvir a opinião de vocês, podcast já está pronto pra ouvir no carro.
    Abraços.

  • Hawkguy

    Fico feliz pela volta do podcast.

    Bem… Eu não esperava nada do filme da Liga, mas achei um filme okay. A cena inicial com o Superman é uma boa ideia, pois pela primeira vez senti um Superman de verdade, não aquele que atravessa um cara de armadura entre prédios quando o mesmo iria pedir a sua ajuda. Mas aquele efeito especial em seu rosto me incomodou bastante.

    Sobre o plot do filme, como bem disseram neste podcast. É uma história básica de equipe de Super-Herói. Sempre é coisas como invasões alienígenas, super-vilões de cada herói se unindo ou os heróis caindo na porrada entre eles mesmos. Pra justificar um grupo de superseres se ajudando.

    Gostei do Batman mais heroico, apesar que achei muita forçada de barra essa coisa dele ter uma extrema admiração pelo Superman. Ele falava como se o mesmo fosse um Herói. Haha

    Mulher-Maravilha estava bacana, o
    Aquaman poluidor de oceanos também, embora teve poucas cenas com ele.

    Uma coisa que detestei foi como emburreceram o Barry Allen e o transformaram em um bobão, tudo bem ele é um dos mais jovens da equipe e tentaram dar aquela sinergia que a Marvel fez entre Peter Parker e Tony Stark, mas pra mim não soava natural.

    Além do CGI do Steppenwolf, ficou tão genérico quanto o do Incubus de Esquadrão Suicida e do Ares em Mulher Maravilha.

    Em resumo, Liga da Justiça tem momentos legais, mas esquecíveis.

  • Sergio Torquato

    Não foi um filme ruim e esquecível. Nem foi um Power Rangers como Esquadrão Suicida. Ainda assim, podemos dizer que não atendeu as expectativas de quem achava que a DC finalmente acertou a mão depois do bom Mulher Maravilha. Foi filme para Temperatura Máxima, mas ainda não tem o know-how da Marvel.

    • eu cretino

      Power ranger >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>liga da justiça.

  • Rafael Monteiro de Castro

    Bem-vindos de volta!

    Comentários:
    – Quando entram na cela do Luthor na cena pós créditos e tem aquele careca rindo feito um louco, eu achei mesmo que quem ia se encontrar com o Lex no barco era o Coringa.

    – Acho Homem de Ferro 3 o pior filme da Marvel Studios por diversos motivos, mas acho que isso é um consenso mais entre fãs das HQs. O público em geral adorou o filme, é um dos que mais deu dinheiro pra Marvel.

    Abs!

    • Cassiano Cordeiro Alves

      Eu gostei de Homem de Ferro3, achei o máximo ser enganado com o lance do Mandarim. E ele está lá, apenas de forma diferente da que conhecemos.

  • Carlos Eduardo

    Adorei o filme um dos melhores que assisti, valeu á pena!!!!!!!!!!!

  • Fabiano Fabricio de Lima

    Muito satisfeito pelo retorno do Confins, tendo a concordar a nota 3,5 pro filme e sobre o cansaço de filme de super-heróis começo a notar, somando a isso a onipresente aparição de personagens de Hqs em séries de tv. Por fim acho que o Maurício irá perder a aposta da bilheteria final da Liga e o acham que a nota baixa no Rotten Tomates (40%) influenciou no mau resultado nos states? até.

  • Alan Michael Scott

    Até que enfim, um podcast imparcial sobre o filme da Liga, sem opiniões passionais levadas pelo amor ou ódio como 95% dos programas sobre o filme, com convidados que agregam, que opinam com base nos fatos e não em rumores.
    Só o Confins do Universo mesmo, que saudade, que grande retorno!

  • Dimas Mützenberg

    O filme tinha tanto potencial. Teve um momento no meio do filme que eu cheguei a me empolgar e pensei “Isso! Vai dar certo!”. Mas aí termina e morre na praia da forma mais morna possível. O primeiro filme da Liga da Justiça não podia ser algo mediano. Isso pra mim já é uma derrota. São os maiores heróis da terra! Não pode ser um filme “okay”. Isso serve pra Homem Formiga, Dr Estranho (não desmerecendo esses personagens, espero que entendam o sentido), mas pra Liga não, pelo amor de Deus. O retorno do Super Homem por exemplo, era pra ser algo épico. Um pinup do John Byrne, do Alex Ross, Perez… Tocando a música clássica em alto e bom som. A cena do Super no filme do Brian Synger salvando o avião é muito mais épica do que esse retorno de 2 minutos da Liga. O Flash bobão não me incomoda, mas burro? Que não sabe onde é o leste, onde é o pacífico, etc? Quanto mais eu lembro dessas coisas, menos eu gosto do filme, que eu tinha achado legalzinho quando saí do cinema. Ainda não sabem o que querem fazer com todo o potencial que têm na mão, e sinceramente eu perdi a esperança de que venham a saber. Tirando a MM, podiam rebootar tudo e fazer algo bem pensado desde o início, em vez de querer correr atrás da concorrência.

    Mas vamos falar de coisa boa? Muito massa o retorno dos podcast, desejo todo o sucesso e que dessa vez tenha voltado pra ficar. Full force ahead! Já dei minha canetada lá no catarse. Abração a todos.

  • Ronaldo Evangelista

    Que alegria inenarrável quando meu App de podcast me notificou que o Confins do Universo tinha um novo podcast, foram 5 meses sem meu podcast favorito, que bom que estão de volta😆

  • AzBats

    Fique decepcionado com o filme. Esperava bem mais. Novamente os trailers nos enganaram. O tom de urgência que foi vendido com a invasão do Lobo das Estepes não se cumpriu (que pena queimarem de certa forma o conceito de Novos Deuses, Quarto Mundo e Apokolips dessa forma) e mais triste para um fã e leitor da Liga da Justiça desde a adolescência, admitir que os dois filmes dos Vingadores e os filmes dos X-Men (pelo menos o primeiro filme dos X-Men, X-Men 2, X-Men – Primeira Classe e X-Men – Dias de Um Futuro Esquecido) serem melhores que o filme dos “Maiores Heróis da Terra” ou da “Maior Super Equipe de Heróis do Planeta”. Que pena um conglomerado com a Warner Bros. não saber cuidar de personagens e marcas como os heróis que compõem a Liga da Justiça, espero que fracasso do filme sirva de lição para a Warner, mas tenho grandes dúvidas a respeito do aprendizado dessa lição. De qualquer forma, obrigado pelo podcast.

  • Muito feliz pelo retorno. Estávamos órfãos, agora sim. Começaram com falando de Quarteto fantástico, e agora retornam falando de Liga da Justiça, coincidência? Acho que não. KKKKKk
    Parafraseando um grande comunicador. “Bem vindo, bem vinda…”.

  • Antonio Junior

    PUTAAAA QUE O PARIU! O monstro voltou ! Essa semana mesmo eu tava reouvindo eps por conta da saudade! Bem vindos de volta galera ! Tentem lançar o do homem aranha que tinham falado pfvr. Esperando muito por esse !

  • Ricardo Ferreira

    Eu achei a trilha sonora perfeita ao invocar os temas antigos do John Williams e do Danny Elfman. Superman e Batman são marcas, são franquias. E se já possuem uma trilha estabelecida e conhecida, por quê não usar SEMPRE?

    Basta lembrar como a trilha de James Bond (007), criada nos anos 60, ainda é utilizada até hoje com sucesso, mesmo após mais de 25 filmes.

    • Dimas Mützenberg

      Eu ainda acho que podiam usar a trilha toda. Confesso que nem percebi os acordes do Super Homem na hora.

  • James Howllet

    Infelizmente…
    Deu não.

  • FabioRT

    Olha…esses filmes do tal universo DC são meia boca mesmo….mas definitivamente não consigo ver toda esta qualidade nos filmes da MARVEL Estúdios que tanta gente apregoa que eles tem. Parte deles é bem divertida…mas não os acho essa Coca Cola toda como venho escutando e lendo por ai…muito pelo contrário…eles tem sim… muitos, mas muitos defeitos…a maioria é apenas diversão bem passageira/ligeira e nenhum deles tem a qualidade de um verdadeiro clássico (bom…talvez um ou dois…com boa vontade). De repente é falta de assistir/ler outras coisas…para efeito de comparação. É apenas um UNIVERSO cinematográfico melhor construído do que a da Editora Rival. Abc

  • Ótimo ver episódio novo do podcast! :-)

    Coringa (Cavaleiro das Trevas) e Loki (Universo Cinematográfico Marvel) foram citados como bons (e raros) vilões que vingam nas recentes produções do cinema com super heróis. Eu não criei coragem para assistir, mas esbarrei com muitos comentários sobre como o Sinestro foi a única coisa que dava para salvar do filme do Lanterna Verde e poderia render aparições interessantes.

  • Fala pessoal do Confins!
    Que alegria em voltar ter o programa de vocês para ouvir, estava fazendo falta.
    Antes de falar sobre o filme, eu preciso dizer que sempre fui leitor de Marvel desde moleque, mais especificamente Homem-Aranha e X-Men, só passei a ler DC à pouco mais de 2 anos dos meus 31, o que conheço dos personagens da DC é basicamente do que assistia quando moleque nos desenhos, animações, filmes e séries, dito isso, digo que eu gostei bastante do filme da Liga, para mim é um dos melhores do ano, ficando atrás apenas de Logan (1º) e Mulher-Maravilha (2º), ele tem quase todos os defeitos possíveis que se pode ter em uma produção, mas ainda sim gostei mais do que todas as produções destes dois últimos anos da Marvel Studios, deste ano, apenas Logan, Mulher-Maravilha e Liga da Justiça me fizeram querer assistir novamente logo na sequência o filme.
    Agora preciso discordar do que o Sadovski disse sobre que se o Liga fosse um filme da Marvel, ele também não defenderia, discordo pois ele defende a “ótima construção” de universo interligado e narrativa da Marvel, sendo que desde Homem de Ferro 3 vem se desconstruindo o personagem do Stark, só no Era de Ultron que lembrou o personagem dos dois primeiros filmes do vingador de ferro, a Marvel fez sim uma excelente construção de universo nos primeiros filmes, hoje acho que ela tem feito filmes muito divertidos, que só não são independentes um dos outros, pq a cada 10 minutos alguém fala de algo ou mostra algo que faça a ligação com os outros filmes, mas narrativamente estão bem pobres ultimamente, só que pouco se fala disso pq os filmes da Marvel são bem humorados e todo mundo sabe que não vai ter realmente nada grave acontecendo, ou seja, críticos e muita gente faz vista grossa com os filmes Marvel apenas pq são alegres, coloridinhos e cheios de piadinhas.

    Agora o principal problema dos filmes da DC não é de Snyder ou qualquer outro diretor, mas sim dos executivos da Warner que ficam se metendo e ficando na indecisão de que rumo tomar, isso fica muito evidente nos cortes e a quantidade de refilmagens passaram filmes como BvS, Esquadrão Suicida e Liga, no filme da Liga aquela abertura do Superman com as crianças mostra isso, ela serve para uma coisa sim, ao contrario do que foi dito no programa, ela serve para agradar o publico que pedia um Superman sorridente, socorrendo pessoas e sendo o simbolo da esperança, o erro foi a escolha do estilo de filmagem do Whedon de ficar em close na cara do Cavil sabendo que teria que fazer um grande trabalho de edição gráfica e tendo pouco tempo para ficar bem feita, ela também representa a indecisão dos executivos da Warner.

  • Neste ponto, eu concordo com o Sydney: se o Bruce Timm fosse o responsável pelos filmes do cinema, eles seriam bem melhores!

  • Rafhael Victor

    Adorei a participação do Sadovski. Não conhecia ele, mas já fiquei bem “fã” do cara. Achei a análise de seus pontos sobre o filme muito coerente e bem embasada, além de concordar que Batman vs Superman é melhor.

    Ele chegou a dizer que gravou um vídeo sobre o filme da Liga. Se alguém puder me passar o link, fico agradecido. Também gostaria de saber se ele escrever em outro lugar se não o Uol.

  • Kevin Melo Accioly

    Nada mais decepcionante que novo episódio dos Confins… sobre filminho de super-héroi.

  • Paulo Silva

    Esse é o pessoal que defendia que os filmes de heróis é pra molecada?
    Não entendi a mudança do tom, nem quero ouvir o que vão falar de SW8 que mudou tudo.